Veja 5 cuidados necessários na recuperação da miniabdominoplastia

Saiba os principais cuidados que se deve ter para uma recuperação incrível após a miniabdominoplastia. Clique aqui e saiba mais.

Hoje conheceremos a miniabdominoplastia, vamos entender a diferença dela em comparação a abdominoplastia normal, a clássica. Diferente do que muitos pensam a indicação é para paciente diferentes e ela não é uma forma menor da abdominoplastia ela é uma cirurgia plástica também só que com fim um pouco diferente e por ser uma cirurgia diferente exigem cuidados diferentes para recuperação.

Entenda o que é e como funciona a miniabdominoplastia?

A miniabdominoplastia também é uma cirurgia plástica assim como a abdominoplastia normal, ela auxilia na redução de uma pequena quantidade de gordura na parte de baixo da barriga, é especificamente para quem é magro e só tem uma pequena quantidade de gordura acumulada ou caso a pessoa queira retirar estrias e flacidez, de pequeno porte.

Para quem pode ser indicada a miniabdominoplastia?

A miniabdominoplastia diferente da abdominoplastia normal é indicada para as pacientes que já são magros e querem retirar apenas uma parte da gordura localizada entre o umbigo e a pélvis.

Geralmente os paciente para quem são indicados a miniabdominoplastia são aqueles que engordam apenas até 8 Kg durante a gravidez, tem pouca flacidez, pois o músculo sofre menos, tem acúmulo de gordura apenas na parte abaixo do umbigo e tem menos estrias.

Como é realizada a miniabdominoplastia?

Ela deve ser feita em hospital e não consultórios pois se trata de uma cirurgia como qualquer outra, pode ser feita com anestesia peridural ou geral e dura em média 2 horas. O cirurgião realiza um pequeno corte na parte inferior da barriga,mas dependendo da área, se for um pouco maior o corte também será maior.

É através desse corte que ele retira o excesso de gordura e modifica o contorno da barriga, sem precisar mexer no umbigo e também costurar os músculos do abdômen.

Período de recuperação da miniabdominoplastia

O pós-operatório dessa cirurgia plástica é bem mais rápido do que o da abdominoplastia normal, mas mesmo assim precisa ter alguns cuidados como:

  •     Evitar esforços no primeiro momento ou até mesmo no primeiro mês.
  •     Não ficar muito ereto nos primeiros 15 dias, para evitar que os pontos se abram.
  •     Não dormir de bruços, o ideal é dormir com a barriga para cima pelo menos nos primeiros 15 dias.
  •     É imprescindível o uso da cinta abdominal durante o dia, pelo menos durante um mês.
  •     Tomar sol apenas quando o médico autorizar.

Quando a miniabdominoplastia não é indicada?

Quem possui problemas cardíacos, diabetes ou qualquer relação de problemas pulmonares, pois esses tipos de problemas podem causar complicações no decorrer da cirurgia, como problema de cicatrização ou sangramento.

Também não é indicado caso o paciente tenha obesidade mórbida, antes de seis meses do pós-parto, antes de seis meses após a lactação pessoas, que tem muita flacidez na barriga, pessoas que fizeram bariátrica por conta do excesso de pele na barriga e pessoas com problemas psiquiátricos como anorexia.

Qual a diferença da miniabdominoplastia para a abdominoplastia?

As principais diferenças entre abdominoplastia e a miniabdominoplastia são as seguintes:

A abdominoplastia tradicional tem como objetivo reforçar a parede do abdômen e retirar o excesso de pele, a miniabdominoplastia tem o mesmo objetivo só que não no abdômen todo e sim numa área menor

Na abdominoplastia é retirada a pele da região acima do umbigo até a pélvis, enquanto a mini abdominoplastia é feita numa área menor, geralmente embaixo do umbigo até a pélvis.

É importante salientar que nenhuma das duas tem objetivo de perda de peso e também não substituem atividades físicas e dieta, é muito importante que o paciente esteja bem com sua saúde mental antes da cirurgia para que não haja problemas no pós-operatório.



Diga-nos o que achou do post: