Testei Positivo

A origem da palavra

Quem diria? Uma palavra positiva na sua origem, se tornou agora negativa por expressão.

Pois é, chegamos nestes termos. O pavor tomou conta de nós ao ouvirmos a palavra Positivo.

Originária do latim, “positivus” , na maioria das vezes ela expressa coisas boas.

Mas, agora, com ênfase no momento pandêmico em que nos encontramos, fere nossos ouvidos.

Em outras ocasiões a palavra “positivo” já foi usada para representar algo ruim.

A descoberta da Aids na década de 80, foi um momento doloroso onde era usada a expressão” Soro Positivo”, para pessoas infectadas, mas que não manifestavam a doença.

No entanto, essa palavra, também é motivo de alegria. Pois, quando da descoberta de uma gravidez, a alegria dos pais é imensa.

Toda a ansiedade direcionada ao sonho de ser pai e mãe se dissipa ao ouvir o resultado “positivo”.

Como ela nos atinge

A palavra Positivo trabalha nos extremos das nossas emoções. Ela é uma palavra em que pode haver duplo sentido ou dupla interpretação, pois, ora trás alegria, ora tristeza.

Certo é, que o momento da destaque a ela, a situação faz com que a tenhamos nos lábios a todo instante.

No ponto de ônibus, na farmácia, no hospital, na roda de amigos ou em qualquer lugar que seja, ela é entoada.

“Testei Positivo”, é a frase que se ouve por onde quer que se vá.

Junto a ela, vem também a palavra, “isolamento”, ou “quarentena”, que assombra a todos quantos necessitam se resguardar.

As  medidas restritivas nos pegaram de surpresa. Presos em nossas próprias casas, não só afligidos pela doença, mas também pela solidão, adoecemos a cada dia; somos milhares.

Ao fazer um exame os nervos se afloram até o momento do resultado, afinal de contas, amamos a vida.

A dor da perda um ente querido é profunda.

Precisamos agora, pensar em coisas boas, nos ocupar com conteúdos de qualidade, conversar com quem amamos.

Tudo isso, traz alívio e neutraliza os efeitos do isolamento.

Sendo assim, neste momento, nos resta a solidariedade a cada família dilacerada pela perda.

Tenhamos em nossos corações a esperança, de que dias melhores virão, em que possamos dizer “Positivo” para as coisas realmente “Positivas”.

 

 

 

 



Carlos José, é Cristão, Graduando em Pedagogia, e amante da leitura e da escrita .

Diga-nos o que achou do post: