SÉRIE: UM POUCO DE ARTE. PARTE I- PRIMITIVOS DAS CAVERNAS.

Um resumo dos períodos, a base chave do conhecimento de artes para cada época, nesta primeira parte os primitivos das cavernas.

A existência da arte é muito mais do que imagens para observação!

É a história exposta a geração futura. O que se caracteriza como arte não é só pintura, mas hoje reconhecida como várias formas de artes.

Como também a construção de edifícios, a mudança de cultura de países ou mesmo regiões, a forma de sobrevivência de um povo, a religião e tantos outros meios.

Que são expostos como forma de observamos da história que ali está escrito ou ainda a impressão que pode nos remeter a tal ficção.

Começando pela Era Glacial, onde paredes de cavernas e rochas eram pintadas para representações do que se havia vivenciado nesse lugar.

Imagens como animais tão bem representados que alguns historiadores até desconfiaram que pudesse ter sido feitas por homens dessa época.

Como os policiais fazem é necessário observar e procurar pela confirmação.

E isso só foi possível pelo fato de alguns apetrechos rudimentares de ossos e de ferro que foram encontrados nesses cenários confirmando essa forma de escrita.

Como esta imagem, que nos remete a figura do cavalo, nos demonstrando parte de uma grande pintura que demonstrava que o povo que vivia ou passava por ali obtinha cavalos ou que os mesmos já habitavam ali.

Cavalo, c. 15000- 10000 a.C. Pintura em caverna; Lascaux, França.

Como podemos observar de que tamanha a inteligência do ser humano nessa época.

De que um apetrecho poderia ser usado para desenhar algo e também imaginar de que outros grupos de seres humanos observariam tal história contata.

Ao que sabemos essas imagens não ficavam assim tão expostas, elas são geralmente encontradas em pequenas aberturas em baixo da terra, pouquíssimos seres humanos passariam por este local.

Quantos anos de história e já nos dizendo que os animais que hoje conhecemos já existia e por vezes já pertencia ao homem para ajuda-lo em seu cotidiano.

Qual forma de arte te chama atenção?

Nos escreva ou me escreva para contar.

Isnta: @drikavbrazil

Até breve.



Formada em Letras (desde 2011), a paixão da escrita ainda vive em mim, mas como tudo leva seu tempo para aflorar, resolvi antes me formar em Pedagogia (desde 2014), onde obtive um olhar carinhoso pela educação, nas dificuldades da vida decidir aproveitar da minha paixão e juntar o útil ao agradável, escrevendo sobre diversos temas, inclusive educação.

Diga-nos o que achou do post: