Rennes bate PSG e conquista Copa da França

    Equipe do craque brasileiro Neymar sucumbe nos pênaltis e amarga vice-campeonato.

    Após partida movimentada e com atuação destacada de Neymar Jr, o Paris Saint-Germain cedeu o empate para o Rennes e perdeu nos pênaltis. Neymar bateu escanteio na medida e o lateral-direito brasileiro Daniel Alves acertou lindo voleio para abrir o placar, 1×0 para o PSG. A vantagem dobraria por intermédio de quem deu a assistência para o primeiro gol, pois Neymar faria o segundo gol de sua equipe após encobrir o goleiro adversário.

    Porém, o Rennes não estava entregue e descontou com gol contra do zagueiro francês Kimpembé. Para consolidar a reação, Mexer empatou para a equipe e, após o placar não se movimentar na prorrogação (com exceção da expulsão do atacante francês Mbappé após entrada dura em Damien Silva), o jogo foi para penalidades máximas.

    Após o meia francês Nkunku desperdiçar sua cobrança, o Rennes pôde conquistar seu terceiro título da Copa da França – feito esse que não ocorria desde a temporada 1970-1971.

    Com o término do jogo, o atleta tupiniquim Neymar agrediu fisicamente um torcedor, que emanava agressões verbais fortes contra os jogadores do PSG, incluindo o atleta. O craque brasileiro pode pegar de três a oito jogos de suspensão pelo ocorrido, além de Mbappé que pegou três jogos de gancho pela expulsão na prorrogação da partida.

Veja mais:

Mbappé – novo Henry?

 



Graduado em Administração na UFRRJ, Apaixonado por Futebol, Flamenguista por Opção, Geek por Natureza, Carioca de Nascimento, Amante de Livros, Cinéfilo, Curte Contar/Apreciar Boas Histórias e Experiências de Vida, Autor do livro "Veredas da Vida: Poéticos Conselhos" (Chiado Books), Sempre em Busca de Novos Objetivos.

Diga-nos o que achou do post: