Quentin Tarantino, O Sanguinário

Sangue, linfa, plasma e hemolinfa, tudo se resume no vermelho que escorre nas telas antes, ou depois, do “Written and Directed by Quentin Tarantino”.

Característico pela violência humorista e educativa, o diretor explora temas completamente diferentes e interligados pelo mesmo universo.

Entre os seus noves filmes, dirigidos e escritos, Quentin aborda: o racismo no velho oeste em Django Livre e os Oito Odiados, o crime organizado em Pulp Fiction: Tempos de Violência e nos dois volumes de Kill Bill, entre outros temas de cunho social.

A sua mais recente produção, Era Uma Vez em Hollywood, utiliza o plano de fundo histórico dos anos 60, em Los Angeles: Hippies, Família Manson, series de televisão, muita violência e a relação de amizade entre um ator e um duble, nas palavras do próprio personagem:
“… Quando é mais do que um amigo e menos que uma esposa.”

O primeiro filme do diretor, Cães de Aluguel, foi lançado em 1992. As principais produções do diretor são escritas e dirigidas por ele.

Mas há uma que não segue esse padrão, no entanto, é memorável: Um Drink no Inferno segue o visual de produção e foge um pouco da violência completamente explicita. Ainda assim um pastor com sua família e dois assaltantes enfrentando uma horda de vampiros demoníacos é ótimo para dar boas gargalhadas.

Segue a lista de filmes:
– Pulp Fiction: Tempos de Violência
– Cães de Guerra
– Kill Bill: Volume I e Volume II
– Django Livre
– Era Uma Vez em Hollywood
– Bastardos Inglórios
– Os Oito Odiados
– Jackie Brown
– Á Prova de Morte



Diga-nos o que achou do post: