Quem muito afirma não estar à venda são os mais baratos.

Quem sai afirmando por ai nunca estar venda é sempre o que são mais baratos, se “vendem” por coisas pequenas que mostra realmente seu valor e caráter, não falo em se vender por valores monetários e sim por escolhas.

Veja bem, em todo ano eleitoral aparecem candidatos que afirma “Não entrarei para a velha politica, não roubarei e combaterei a corrupção”, isso ouvimos muito de 2 em 2 anos, mas temos exemplos de quem se vendeu nesse meio, as vezes nem precisa ser pela corrupção, só o fato de trair quem te apoiou também é uma forma de venda.

No século em que estamos toda e qualquer relação há interesses, umas são financeiros, outros amorosos e outros sociais, vide as famosas relações sugar’s, para quem não conhece é uma relação aonde uma pessoa mais velha e bem sucedida bancam jovens, podendo ter relações carnais em troca ou apenas uma relação financeira.

A moral, ética, costumes, valores e caráter também acabam sendo “vendidos” por quem é barato, mudar de opinião não é se vender e não há nada de errado, pois somos seres em constante mudança, mas trocar tudo isso por vantagens é a pior das escolhas, você acaba por ter de mudar o seu Eu para aceitar algumas poucas coisas.

Você pode ate achar que nunca se vendeu por nada, mas todo mundo, sem exceção alguma já passou por isso, nem mesmo o mais humilde deixou de fazer isso, o mundo atual faz com que essa necessidade seja um habito diário o que difere são os que se vendem por tudo e os que se vendem por pouco.

O ser humano não sabe direito o que faz e a razão é confusa, como diz o meme “enfim, a hipocrisia”, sempre que alguém perto de você afirmar que não se vende desconfie dela, pode ate não se vender por dinheiro, mas tem outras formas.



Paranaense, Estudante de ciências econômicas e historia, formado em Logística e MBA em gestão de projetos. Leitor assíduo de filosofia e politica.

Diga-nos o que achou do post: