Prótese de silicone no bumbum; para quem é indicado

Esse procedimento vai recuperar a  firmeza e aumentar o tamanho do seu bumbum

Ter o bumbum grande e firme é o desejo de muitas mulheres, seja para vestir melhor uma calça ou para aumentar a autoestima. Além disso muitas consideram os glúteos como um sinal de beleza e acham o bumbum grande sexy.

Por este motivo que muitas mulheres recorrem a vários métodos que prometem aumentar o bumbum ou melhorar a sua aparência, seja com cremes ou exercícios físicos.

Esses métodos, entretanto, podem ser pouco efetivos e demorar anos para produzir um efeito realmente notório. Essa espera pode desanimar muitas mulheres.

Graças aos avanços dos procedimentos estéticos é possível ter um bumbum grande e empinado de forma simples, rápida e eficaz. O aumento dos glúteos com prótese de silicone é uma técnica capaz de proporcionar um resultado impressionante, que melhora a sua forma e volume.

Ficou curioso em saber mais sobre a prótese de silicone no bumbum? Continue lendo o artigo para saber mais sobre essa cirurgia plástica.

O que é a gluteoplastia de aumento?

Gluteoplastia de aumento é o outro nome da cirurgia plástica que coloca silicone no bumbum. O silicone é capaz de proporcionar um aumento no seu volume e deixa o contorno corporal mais bonito.

Como é a cirurgia plástica?

 

A cirurgia é feita com uma anestesia que pode ser peridural com sedação ou com anestesia geral.É feita uma incisão de cinco a seis centímetros na região entre os dois glúteos. Através dele são colocados os implantes no lado direito e esquerdo, por  dentro do músculo glúteo maior.

A cirurgia pode demorar cerca de 2 horas para ser realizada. A cicatriz fica em um lugar ideal, se posiciona no meio dos dois glúteos, difícil ser observada.

Escolha das próteses

 

A prótese de silicone do bumbum é diferente da utilizada nos seios. As próteses dos glúteos são mais rígidas e espessas, pois tem que suportar o peso do corpo ao sentar.

Existem dois tipos de implantes de silicone do bumbum, são eles ovais e redondos. A escolha deve ser realizada juntamente ao médico, pois varia de acordo com a anatomia da pessoa. Geralmente a prótese redonda deixa um resultado mais artificial, pois levanta mais o glúteo. A oval, pode produzir resultados mais naturais e é o tipo mais escolhido. O seu tamanho também varia de pessoa para pessoa e a escolha deve ser realizada pelo paciente junto ao médico.

O material da prótese também deve ser escolhido com cuidado, pois próteses erradas ou de má qualidade podem provocar reações alérgicas e leva a rejeição do implante pelo organismo.As próteses devem ser de gel, liso ou texturizadas.

O uso de silicone injetável em nosso país esta proibido, pois existem muitas substâncias capazes de gerar reações alérgicas e causar complicações extremamente graves e até mesmo levar a morte.

Para quem é indicado esse procedimento?

A cirurgia é indicada para todas as pessoas que desejam aumentar, levantar ou empinar o bumbum.

Também é indicada para pessoas que estão insatisfeitas com a forma ou volume do bumbum, pois ela é capaz de corrigir irregularidades.

A cirurgia pode não pode ser realizada em pessoas que tenham problemas de atrofia, que comprometem a modelagem dos glúteos.

Ele não deve ser colocado em pessoas com excesso de peso pois o resultado pode não ser atingido. Nesses casos o indivíduo deve realizar outros procedimentos estéticos, como lifting de glúteo.

 

Como são os resultados dessa cirurgia plástica?

Os resultados desse procedimento são imediatos após a realização, entretanto, a região pode ficar com hematomas e inchaço. Somente após 1 mês da cirurgia esses sintomas podem desaparecer até chegar nos resultados finais.

Outra técnica também utilizada para aumentar o bumbum é a lipoenxertia, que utiliza a gordura do próprio corpo para melhorar a sua forma. Os dois procedimentos possuem seus fatores positivos e negativos. Para saber qual é a melhor opção no seu caso consulte um médico especialista no assunto.

Cuidados após o procedimento

Assim como toda cirurgia, após realizar este procedimento uma série de medidas devem ser tomadas para não ocorrer complicações e os resultados serem mais aparentes.

Após essa cirurgia o paciente deve ficar internado por 24 horas. É preciso ficar com a barriga para baixo nas primeiras 48 horas para não alterar os resultados.

O paciente deve usar uma cinta modeladora para auxiliar a recuperação e promover os melhores resultados, por isso seu uso é tão importante. Essa cinta deve ser utilizada por um período de um mês.

É recomendado que sejam realizadas apenas caminhadas curtas nos primeiros dias e que sejam feitas de maneira ereta. Isso irá evitar que os pontos da cirurgia abram e que a região seja exposta a esforço.

O repouso após a cirurgia é recomendado por 20 dias. O retorno as atividades físicas devem ser realizadas somente 2 meses após a operação. Nesse período não é recomendado tomar injeções ou vacinas na região.

Quais complicações podem ocorrer?

A complicação mais frequente nesse procedimento é a abertura das suturas, que ocorre em 20% dos casos. Para resolver esse problema é necessário consultar o seu cirurgião plástico para suturar novamente a região.

Outro problema que pode acabar ocorrer é o mal posicionamento da prótese, o que deixa com um aspecto artificial.

Pode haver também um inchaço na região, junto com vermelhidão e hematomas. Por fim pode ocorrer a contratura capsular. Esses casos são mais raros.

A contratura muscular é uma reação em que o corpo cria uma capa fibrosa espessa em volta da região da prótese de silicone. Isso pode acarretar no endurecimento do silicone e a sua contração, isso acarreta um aspecto artificial. Muitas das vezes isso leva a rejeição da prótese, que terá que ser substituída por outra.

O seu tratamento varia de acordo com a gravidade da contratura, em casos mais leves massagens locais e o uso de medicamentos são suficientes para acabar com estes sintomas. Em casos mais graves será necessário realizar outra cirurgia e substituir a protótese de silicone.

 

 



Diga-nos o que achou do post: