Polícia Civil prende 19 pessoas durante operação em Mogi das Cruzes e São Paulo

Os acusados foram presos por mandados de prisão expedidos durante investigação sobre o tráfico de drogas

A Polícia Civil prendeu, nesta segunda-feira (5), nove pessoas, durante operação para cumprimento de mandados de prisão na cidade de Mogi das Cruzes, na região metropolitana de São Paulo. Outros 10 suspeitos já haviam sido presos ao longo de investigações sobre o tráfico de drogas na zona leste de São Paulo.

Agentes da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), com apoio do Setor de Investigações Gerais (SIG) e o Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) da Seccional cumpriram as ordens judiciais e, além das detenções, conseguiram apreender drogas, documentos e objetos roubados.

Durante atuação de campo no início da manhã, as equipes localizaram um ajudante de pintor e um atendente, ambos de 26 anos, e um cozinheiro, de 25, no bairro Vila Oliveira. Por meio de interceptações telefônicas autorizadas pela justiça, foi possível identificar o envolvimento no trio no comércio de entorpecentes.

Com eles foram encontradas anotações relacionadas ao tráfico, cinco celulares, duas chaves, 123 pinos de cocaína – prontos para a venda-, e quase R$ 8 mil. Além disso, também foram apreendidos dois veículos, um VW/Passat e um VW/Fox vermelho. Todo o material apreendido foi encaminhado para perícia.

Ainda durante a manhã, outras duas pessoas foram presas, após terem sido encontradas, no apartamento do casal, no bairro Conjunto Bosque, 819 porções de maconha, 914 de crack, 1.960 de cocaína e 160 frascos de lança-perfume, uma caixa térmica, documentos e diversas folhas com anotações.

Ao longo das atividades de campo à noite, outros quatro suspeitos foram detidos, na Rua Jugurta Lourival Gloria, em Mogi Moderno. No local, as equipes da delegacia encontraram um veículo roubado que, por coincidência, logo foi abordado por uma equipe da Polícia Milita, que fazia patrulhamento na área.

No Fiat/Palio, que era ocupado pelos investigados, foi encontrado um tablet, uma máscara de plástico e um celular. Dois relógios de pulso estavam na residência de um deles. Os ítens foram entregues para as vítimas. Todos os fatos foram registrados como tráfico, associação criminosa, captura de procurado e localização/apreensão de objeto.

Primeiras prisões

Na última sexta-feira (2), a Polícia Civil já havia detido 10 pessoas acusadas por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Na ocasião, os investigados, que também foram presos por meio de mandados de prisão expedidos pela Justiça, foram localizadas no bairro Guaianases, na zona leste de São Paulo.

Ao longo das apurações, foi verificado que esses suspeitos seriam os responsáveis por recolher o dinheiro dos pontos de vendas de drogas e levariam até o contador da organização criminosa. Durante diligências para cumprir os mandados, quatro mulheres foram flagradas quando levavam o dinheiro ao indiciado.

Ele foi encontrado tentando fugir pelo telhado de uma residência, porém logo foi detido. No local, em uma mochila que estava sobre a cama, havia R$ 52.801. A casa era de um dos indiciados, um motorista, de 35 anos. Foram encontrados também documentos, três tijolos de maconha e um caderno de anotações.

Na casa dos pais do contador foram encontrados seis televisores, diversos documentos, três jóias, 28 munições calibre .40, cinco celulares, 21 relógios e R$ 428,00, entre outros equipamentos eletrônicos. Mesmo com as ordens judiciais, todos os envolvidos também foram presos em flagrante. As investigações prosseguem.



Diga-nos o que achou do post: