PM Ambiental prende caçador de animais silvestres no Guarujá

Os animais serão introduzidos a seus habitats naturais

A Polícia Militar prendeu um caçador de animais silvestres. A ação aconteceu durante Operação Fauna Livre, realizada na Feira livre, do bairro de Vicente de Carvalho, município de Guarujá, litoral sul de São Paulo – região da Baixada Santista.

Ao longo da ação, deflagrada com o objetivo de coibir a venda ilegal de aves e outros animais silvestres, militares do 3º Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) receberem uma denúncia anônima que indicava um imóvel que armazenava aves exóticas.

A equipe abordou o proprietário do imóvel, que autorizou a entrada. Durante vistoria, foram localizadas 24 aves – pássaros pretos, tico-ticos, sanhaços, coleirinhas e bigodinho, além de quatro tartarugas nativa, da espécie jabuti piranga, em cativeiro.

Além dos animais, também foram encontrados diversos equipamentos para caça de aves em plena operação. Todas as sete armadilhas, sendo uma automática que prende pássaros até esgotar a lotação, e 21 gaiolas serão destruídas e inutilizadas.

O homem foi conduzido à Delegacia de Guarujá. Os animais serão encaminhados para o centro de triagem e soltura de animais em São Sebastião, para serem introduzidos a seus habitats naturais. Foram elaborados três Autos de Infração Ambiental (AIA) no valor R$ 32 mil.



Brasileiro, natural de São Paulo - SP, Jornalista, Empreendedor, Administrador de Empresas, Técnico em Informática, WebDesigner, Designer Gráfico e Fotógrafo. Amante da natureza, boa literatura, boa música e conservador nos costumes.

Diga-nos o que achou do post: