Peru consegue passar pelo Chile e avança à final da Copa América

    Seleção Peruana tenta título da competição, após 44 anos;

    Os peruanos mediram forças contra os chilenos, atuais bicampeões da Copa América, pelas semifinais. A competição, disputada no Brasil, teria no estádio Olímpico o duelo, na data de 03/07/2019, que definiria o adversário da Seleção Brasileira na final.

    A equipe peruana utilizou marcação alta contra os chilenos e colheu bons frutos, aos 21 minutos da primeira etapa. Após bola alçada na área, o meia-direito Carrillo desviou e o atacante Flores acertou lindo bate-e-pronto no canto oposto do goleiro para abrir o placar. Este seria o segundo gol do atleta na competição, um dos vários jogadores que possuem dois tentos.

    A vantagem do Peru dobraria aos 38 minutos da primeira etapa, quando, após cruzamento oriundo da direita e saída do goleiro Arias, o volante Yotún matou no peito e arrematou rasteiro sem chances para a zaga chilena.

     Até que, aos 46 minutos da segunda etapa, ainda haveria tempo para mais: o maior artilheiro da história do Peru, Paolo Guerrero, se consagraria após receber passe açucarado, driblar o goleiro chileno e bater rasteiro. Esse seria o 13º gol do craque peruano na história da competição, o tornaria o maior artilheiro em atividade desta disputa e o faria empatar na artilharia do torneio ao lado do atacante argentino Gabriel Batistuta.

     A equipe chilena ainda teria a chance de descontar aos 50 minutos do segundo tempo, em uma penalidade máxima. O atacante Vargas foi o responsável pela cobrança e, caso concretizasse, empataria com o próprio Guerrero e Batistuta na artilharia histórica da competição. Ele optou por bater de “cavadinha” e o goleiro peruano Gallese defendeu sem dificuldades, com apenas uma mão.

     O Peru chega a sua 3ª semifinal nas últimas 4 edições de Copa América e pode, depois de mais de 40 anos, conquistar o título sul-americano novamente. No duelo contra o Brasil, na data de 07/07/2019, os comandados de Gareca poderão conquistar o tricampeonato, após ganharem as edições de 1939 e 1975.

Veja mais:

Copa América 2020

Brasil supera desconfiança e aplica goleada no Peru

 



Graduado em Administração na UFRRJ, Apaixonado por Futebol, Flamenguista por Opção, Geek por Natureza, Carioca de Nascimento, Amante de Livros, Cinéfilo, Curte Contar/Apreciar Boas Histórias e Experiências de Vida, Autor do livro "Veredas da Vida: Poéticos Conselhos" (Chiado Books), Sempre em Busca de Novos Objetivos.

Diga-nos o que achou do post: