Paysandu volta a ter destaque nacional por intermédio da Copa do Brasil

    Um dos grandes do Norte do país, o clube paraense chegou às oitavas da Copa do Brasil e medirá forças contra o Internacional

    O Paysandu Sport Club foi fundado em 02/02/1914, por antigos membros do Nort Club e é conhecido também pelas alcunhas “Papão” e “Papão da Curuzu”. Sendo o clube mais vitorioso da Região Norte do Brasil, possui em seu histórico 1 Copa dos Campeões, 2 Campeonatos Brasileiros da Série B, 1 Copa Norte, 2 Copas Verdes e 47 títulos estaduais, além de disputar a Taça Libertadores da América em 2003.

    O clássico contra a equipe do Remo (ou Re-Pa) é o maior de Belém e de toda a Amazônia. Além de ter mais de 700 partidas disputadas e se enfrentarem desde 14 de junho de 1914, nenhum outro clássico tupiniquim foi disputado tanto quanto esse. No primeiro clássico, o Leão bateu o Papão por 2×1 com gols de Rubilar (primeiro gol do clássico) e Bayma (contra), ao passo que Mateus descontou.

    Conquistou a Copa dos Campeões, após perder por 2×1 para os mineiros do Cruzeiro em casa e vencer por 4×3 na casa deles. Nos pênaltis, fizeram 3×0 e conquistaram não só o título nacional, mas vaga para a badalada competição continental da Libertadores no ano de 2003.

    Após passar como primeiro colocado em seu grupo, que contava com Universidad Católica (Chile), Cerro Porteño (Paraguai) e Sporting Cristal (Peru), com direito a 6×2 nos paraguaios na casa do adversário, a alviceleste ainda aprontaria para cima do Boca Juniores e seria o quarto clube brasileiro na época a bater o tradicional clube argentino em plena La Bombonera lotada, por 1×0 com gol de Iarley. Porém, perderiam por 4×2 para os xeneizes e sairiam da competição após esse resultado.

    Atletas como: Iarley, Lecheva, Sandro Goiano, Vélber, Robgol, Vandick, Zé Augusto e recentemente Yago Pikachu abrilhantaram os campos do Mangueirão e puderam trazer alegrias para o clube paraense, que tem a chance de chegar ainda mais longe na competição nacional e, quem sabe, trazer mais um título para as galerias do “Clube de Suíço”.

Veja mais:

Juventude x Botafogo – Um Raio que Caiu Duas Vezes no Mesmo Lugar

Novas Regras no Futebol Brasileiro em 2019

Quem Ganhou, Perdeu… E Quem Perdeu, Passou de Fase!

 



Graduado em Administração na UFRRJ, Apaixonado por Futebol, Flamenguista por Opção, Geek por Natureza, Carioca de Nascimento, Amante de Livros, Cinéfilo, Curte Contar/Apreciar Boas Histórias e Experiências de Vida, Autor do livro "Veredas da Vida: Poéticos Conselhos" (Chiado Books), Sempre em Busca de Novos Objetivos.

Diga-nos o que achou do post: