O que não faz parte do trabalho de um porteiro?

Muitos moradores ou donos de estabelecimentos comerciais onde os porteiros trabalham confundem a função de uma pessoa da portaria, e por isso acabam violando os direitos trabalhistas sem ao menos perceber o que estão fazendo.

Para o porteiro é muito importante que ele saiba quais são os seus deveres para que não venha a ser sobrecarregado com funções que não são suas..

O curso de porteiro é muito importante para saber todas as atividades dessa área e o que tem que fazer ou não.

Logo abaixo você verá com mais detalhes esse tipo de assunto.

O que não faz parte do trabalho de um porteiro?

O porteiro é o cartão de visita do local onde ele está trabalhando, por isso é importante que ele esteja realizando as suas funções dentro das normas de trabalho de sua área..

Quando isso não ocorre, pode haver processos trabalhistas por funções que não estão de acordo com o seu ofício.

Infelizmente alguns moradores acabam confundindo a sua função com as de outros funcionários do local, como no caso de serviços que são atribuídos ao da zeladoria.

Veja nos próximos tópicos algumas questões mais detalhadas sobre esse assunto.

Fazer vigilância

Esse é um tipo de função que não deve ser atribuída ao porteiro. Normalmente esse tipo de serviço é de quem trabalha diretamente com a segurança do local, como no caso do vigilante.

O segurança faz parte de outra formação, onde é permitido ter uma arma e fazer algumas ações que não são dever do porteiro. Porém quem está na portaria pode ajudar nas questões de segurança com relação ao acesso do local.

O porteiro pode controlar quem entra e sai do prédio, então ele não deve ser precipitado em deixar alguém entrar sem ser identificado.

Para está realizando esse tipo de função é necessário que haja colaboração dos moradores com relação ao horário que prestadores de serviços virão e outras coisas mais. Tudo isso vai facilitar o registro de alguma ocorrência caso aconteça algo errado.

Dessa forma, você pode notar que o porteiro não é um vigilante, mas contribui muito para o auxiliar na segurança em várias situações.

Consertar equipamentos quebrados

Essa é uma outra função que não deve fazer parte do trabalho de um porteiro, mas o zelador deve se responsabilizar por isso.

Sendo assim, o profissional não deve tentar consertar alguns equipamentos que foram quebrados, não importa qual seja o tipo.

Por isso, quando há algum problema como a de um interfone quebrado, é dever do proprietário do estabelecimento resolver a questão.

Da mesma forma um cano quebrado, lâmpadas com defeito são dever do zelador resolver, dessa forma o estabelecimento seguirá normalmente com cada um assumindo as suas devidas funções

Não deve deixar a portaria sozinha para atender morador

Esse tipo de trabalho pode ser pedido por alguns moradores de condomínio, mas isso não deve acontecer, porque não faz parte das funções que são atribuídas ao porteiro.

O que ele pode fazer é chamar o morador responsável pelo tipo de mercadoria, isso pode valer para qualquer mercadoria.

Porém o porteiro deve chamar o morador por interfone e lhe entregar.

É importante que você saiba que não deve deixar uma guarita vazia, por isso deve ser chamado algum funcionário responsável em casos de grande necessidade, de preferência alguém da área ou que saiba lidar com a função provisoriamente.

Essas saídas não devem ser para realizar uma função que não é permitida, a não ser de extrema necessidade, porque a segurança do condomínio deve ser mantida de toda a forma.

Não tem a responsabilidade de olhar crianças e carros 

Quando uma mãe diz ter pressa para ir a algum lugar e decide falar com o porteiro para olhar o seu filho enquanto a van escolar vem buscar ele é um erro da parte do morador e será do profissional.

Não haverá responsabilidade do porteiro em caso de situações que não fazem parte do seu dever, e por isso não pode ser cobrado por isso.

Outra coisa que pode acontecer é alguém pedir para a manobrar o carro, isso faz com que a guarita fique sem ninguém e possa atrasar a entrada de moradores com carros.

Além disso, pode ser acrescentada a situação onde o morador pede pelo interfone que o porteiro vá até o seu prédio para resolver alguns problemas. Mas essa é outra função que pode ser confundida e deve ser advertida para todos os que moram no local.

É possível que algumas pessoas do prédio tenham mais amizades como o porteiro do que outras e assim podem pedir para que guardem as chaves até que ele volte ou peça que entregue para outra pessoa, mas isso não pode acontecer de forma alguma.

Quais são os deveres éticos de um porteiro

É importante que esse tipo de profissional seja muito discreto e saiba se comportar de uma maneira que seja boa para todos, tanto moradores como as pessoas que estão visitando o local.

Além disso, é necessário que o porteiro não fale informações dos moradores para qualquer pessoa. Sendo assim, não deve vender a sua idoneidade por nada, porque está lidando com a segurança de todos no prédio.

Dessa forma o porteiro deve zelar pela ordem, fazendo que a sua parte seja cumprida, não deixando entrar estranhos, não tendo conversinhas durante o trabalho, para evitar que qualquer situação possa pegar de surpresa.

Esses princípios de ética estão relacionados com os deveres e com as funções que não devem ser feitas para que assim possa haver uma melhor harmonia em seu serviço.

Se o porteiro se preocupa com sua função e a segurança dos moradores do prédio ele não vai deixar essas coisas acontecerem:

  • Autorizar a entrada de visitantes sem identificação
  • Ficar desconcentrado do trabalho
  • Abrir a garagem sem a certeza de quem está no carro
  • Conversar sobre ações particulares dos moradores e etc..

Conclusão

Quando o profissional na área de portaria sabe quais são as suas funções no trabalho certamente vai evitar alguns tipos de problemas, que podem ser causados da parte do morador, dele mesmo por desconhecer a sua função ou por algum visitante.

Cada ponto desses deve ser levado em consideração para ser realizado um melhor serviço.

Para isso, alguns cursos online já seriam o suficiente para todas as funções do porteiro.

Gostou desse conteúdo, foi útil para você? Busque fazer um curso para que o seu currículo seja melhor avaliado.

Qualquer coisa estamos aqui para responder qualquer dúvida.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.



Diga-nos o que achou do post: