Novas Regras no Futebol Brasileiro em 2019

    O Campeonato Brasileiro 2019 teve seu início no final de semana passado com 20 equipes disputando o cobiçado título da atual temporada. Mas você sabia que houve mudanças fora das quatro linhas do gramado?

    Os campeonatos nacionais das séries A, B e C terão mudanças para a arbitragem a partir de 2019. Confira quais serão tais mudanças implementadas pela CBF embasada pelas regras novas definidas pela International Football Association Board.

– VAR:

    Ainda que não seja a única novidade, o árbitro de vídeo é composto por um conjunto de câmeras assessoradas por assistentes de vídeo em uma sala isolada do campo. Eles reveem as jogadas e podem auxiliar os árbitros em apenas quatro ocasiões:

  1. Pênaltis: os assistentes dão maior segurança na decisão tomada ao confirmar a decisão tomada;
  2. Erro de identificação dos atletas: auxiliar o árbitro em casos de muitos jogadores envolvidos de maneira a determinar quem cometeu a falta ou para advertir os devidos jogadores corretamente;
  3. Cartões vermelhos: colaboram para que tal punição seja dada com a devida medida para uma falta/infração mais séria;
  4. Gols: auxiliar no acompanhamento se alguma infração impede o gol de ser validado, podendo reverter qualquer ato que valide o gol de maneira legítima (impedimento, infração, autor do gol utilizando a mão para fazer o tento).

    A utilização desta ferramenta pode ocorrer a pedido do juiz da partida, caso haja dúvida, ou na observância de lance duvidoso por parte dos assistentes que entrarão em contato via fone de ouvido com o árbitro da partida para que sugiram ele rever o lance no monitor localizado na lateral do campo. O árbitro toma a decisão final após essa consulta, sendo detentor da decisão majoritária sobre o lance.

– Novas Regras:

    Além do Brasileirão 2019, as mudanças serão implementadas nas oitavas da Copa do Brasil. O calendário brasileiro dessa vez favoreceu-nos, pois seremos o primeiro país a absorver tais mudanças que serão atreladas aos demais campeonatos apenas no segundo semestre. Dentre elas, destacam-se algumas que devem influenciar o jogo de maneira mais abrangente:

  1. Toque de Mão: quando o marcador do gol utilizar de toque de mão para marcação de gol, tal lance será considerado irregular (mesmo que seja involuntário). Não caberá mais interpretação neste lance graças ao fato de que um gol por esta parte do corpo não é válida nesta modalidade esportiva;
  2. Bola Bater no Juiz: antigamente o árbitro era neutro em todas ocasiões neste incidente, todavia agora ocorrerá a paralisação da jogada e será dado bola ao chão em casos de desvio no juiz nas ocorrências de ataque promissor, a posse mudar de equipe ou ir para o gol;
  3. Cartões para Técnicos: o objetivo de tal mudança é moderar a influência do banco de reservas na partida. Agora, além de advertências verbais, toda comissão técnica poderá receber cartões amarelos e vermelhos – e quiçá ficar suspensa por acúmulo de advertências, como os jogadores.
  4. Tiros de Meta: nos tiros de meta e tiros livres de defesa, a bola não precisa mais sair da grande área, contanto que os adversários permaneçam fora da grande área ou a 9,15 m de distância.
  5. Barreira Diferente: visando o fim do conflito na formação da barreira durante cobrança de tiros livres, quando houver barreira de pelo menos três jogadores, os atletas do time detentor da cobrança devem ficar a pelo menos um metro da barreira defensiva. Esta medida visa apaziguar a perda de tempo pelo habitual “empurra-empurra”.
  6. Posicionamento de Goleiros em Pênaltis: os goleiros poderão manter apenas um pé sobre a linha visando a maior impulsão. Não é permitido dois pés à frente ou atrás da linha do gol.
  7. Alterações Durante o Jogo: o jogador substituído terá de sair pela linha do campo mais próxima.

Veja mais:

Juventude x Botafogo – Um Raio que Caiu Duas Vezes no Mesmo Lugar

Quem Ganhou, Perdeu… E Quem Perdeu, Passou de Fase!

Paysandu volta a ter destaque nacional por intermédio da Copa do Brasil

Fortaleza conquista título inédito da Copa do Nordeste

Flamengo pressiona e consegue a vitória sobre o CSA-AL

 



Graduado em Administração na UFRRJ, Apaixonado por Futebol, Flamenguista por Opção, Geek por Natureza, Carioca de Nascimento, Amante de Livros, Cinéfilo, Curte Contar/Apreciar Boas Histórias e Experiências de Vida, Autor do livro "Veredas da Vida: Poéticos Conselhos" (Chiado Books), Sempre em Busca de Novos Objetivos.

Diga-nos o que achou do post: