Notícia falsa circula sobre a quantidade real de membros do grupo “Mulheres unidas contra Bolsonaro!!!”

Em meio aos fatos e evidencias, comprovados nas últimas manifestações, nas ruas e nas redes sociais, do crescimento de apoiadores e eleitores do  candidato a presidência da república que lidera as pesquisas de intenção de voto Jair Bolsonaro, o desespero e a estratégia de manipulação de números e estatísticas continuam sendo a maior aposta das grandes mídias para prejudicar o candidato do PSL.  Desta vez o portal “O globo”, empresa da Infoglobo Comunicação e Participações S.A, pertencente ao Grupo Globo, fundada em 1925 por Irineu Marinho, pai de Roberto Marinho, publicou no último dia (11) uma matéria sobre um grupo de mulheres no Facebook com o nome de “Mulheres unidas contra Bolsonaro!!!” e nesta matéria afirma que o grupo, criado em 30 de agosto, portanto menos de 1 mês, já tinha uma aderência fenomenal de mulheres que são contra o candidato Jair Bolsonaro, chegando a 700 mil integrantes, afirma “O Globo”.  veja imagem do print publicado pelo portal:

No dia 12, portanto um dia depois, republicou a matéria com o título: “Grupo Feminino contrário a Bolsonaro chega a 1 milhão de membros no facebook”. veja imagem do print publicado pelo portal:

Analisando as imagens, encontramos algumas divergências nas informações do “print” da tela do grupo:

1º) Em uma das imagens aparece o desenho de um “cadeado aberto” , e na outra não, se dermos zoom é possível perceber uma marca retangular em volta com textura diferente o que sugere uma ‘montagem’.

2º) Na segunda imagem, aparece “1 mi membros” , seria 1 mil membros ou 1 milhão de membros?

Acessamos a página e fizemos um ‘print’ para tirar a dúvida…

Pela imagem do grupo feita por nossa equipe, podemos concluir que o portal “O Globo” confundiu ‘1 mil’ com ‘1 Milhão’ de seguidoras…

Para que possamos ser justos, mostraremos agora os números do grupo ‘Mulheres Unidas A FAVOR do Bolsonaro (OFICIAL). Desde o dia 11, data de sua criação o  grupo vem crescendo a cada dia –  segundo Ariadne, uma das administradoras do grupo. ” Pretendemos atingir 500 mil membros até o final da noite de hoje” – disse Ariadne.

 

Observação: Optamos em deixar o horário nas telas de print para que o leitor tenha uma referência de quando foi coletada a informação.

Importante reforçar nossa preocupação em publicar informações verdeiras sobre os grupos, e para isso, buscamos por grupos com o mesmo título e percebemos que existem vários, porém, todos possuem algum caractere diferente do outro, ou uma letra ‘maiúscula’ ou uma acentuação, desta forma, identificamos o grupo pela forma como seu nome é apresentado e por sua capa, assim chegamos exatamente no grupo objeto da matéria do portal “O globo” conforme ‘prints’ exibidos nesta publicação.

O portal cita ainda uma pesquisa divulgada na segunda-feira (10): “Segundo a pesquisa divulgada na segunda-feira pelo instituto Datafolha, a rejeição de Bolsonaro entre as mulheres é de 49%”. Todos sabem das evidencias que apontam para manipulações dos resultados por estes institutos de pesquisas, ainda mais este que é do grupo Folha e que vem demonstrando há algum tempo sua oposição ao candidato conservador Jair Bolsonaro em seu editorial.

Neste momento, precisamos trabalhar com informações verdadeiras e deixar a liberdade de decidir por conta do eleitor, mas sob influencia de fatos e não boatos.

 



Brasileiro, natural de São Paulo - SP, Jornalista, Empreendedor, Administrador de Empresas, Técnico em Informática, WebDesigner, Designer Gráfico e Fotógrafo. Amante da natureza, boa literatura, boa música e conservador nos costumes.

Diga-nos o que achou do post: