NILO DEYSON MONTEIRO & MAÇONARIA

” Por diversas vezes pessoas falam sem saber sobre aquilo que falam, logo seria melhor que fizessem silêncio. ”

Algumas pessoas não podem compreender certas coisas por serem limitadas em suas faculdades mentais.

A Maçonaria é uma instituição séria, que faz um trabalho maravilhoso no mundo. Como sabem, eu além de eu ser Filósofo e escritor, sou um pesquisador. Faço parte de diversas instituições e por esses fatores, defendo que todos devem respeitar as instituições. Quem não conhece a Maçonaria, ou teve informações soltas, rasas, artificiais e crendices populares de preconceito, deveriam ler e pesquisar a verdadeira história da Ordem Maçonica.

Eu havia escrito um artigo sobre o tema, onde podem ler ao acessar no Google:  Nilo Deyson e a Maçonaria. Na ocasião, eu havia dito sobre a importância da Maçonaria na sociedade e um pouco de sua história. Não é inteligente entrar na onda do preconceito popular. A verdade é que a Maçonaria é uma instituição filantrópica, filosófica, uma irmandade. Ela não é uma instituição secreta, isso é uma teoria ultrapassada. Ela é discreta, onde seus membros se consideram irmãos, suas esposas são chamadas de cunhadas e seus filhos, sobrinhos. Obviamente que em suas reuniões, como são apenas para membros, elas são para os mesmos, assim como qualquer instituição, suas reuniões pertencem e dizem respeito apenas aos seus membros.

Não vou aqui tratar da história da Maçonaria, porquanto você pode ter em uma pesquisa, as informações que precisa em fontes confiáveis. Minha proposta aqui é fazer com que você abra sua mente no sentido de respeitar a Ordem Maçonica, pois se você entender a importância dela na sociedade, você evita que falsas notícias sejam vinculadas ou faladas. O silêncio pertence aos sábios, e a sabedoria encontra o sábio quando este, sem saber o que falar sobre algo, se cala e vai escutar.

O mundo profano é repleto de coisas fúteis, preconceitos e impedimentos. A Maçonaria preza pela família, pelos bons costumes e seus membros são, homens livres e de boa reputação, de bons costumes. Se engana quem acha que a Maçonaria faz o homem ser rico, pois ele se torna rico sim, em conhecimento, em humanismo, em ser um homem melhor em todos os aspectos.

O Maçom é simples, discreto, prestativo e cheio de amor e paz. Não existe essa bobagem de adorar coisas satânicas. Pelo contrário, Deus é chamado de GADU – Grande Arquiteto do Universo. Tanto que, só podem ser Maçom, homens que acreditam em um ser supremo, por esse motivo temos irmãos de diversas religiões. Só não é aceito o Ateu. Portanto, à Maçonaria cuida das coisas de Deus. Utilizando a bíblia e os seus ensinamentos, a Maçonaria faz estudos filosóficos, estudos esotéricos, entre outros e tem uma riquíssima forma de se comunicar. Em loja, estuda-se os simbolismos dos quais possuem seus significados. Existem etapas para evoluir na Ordem. Existem os aprendizes, companheiros e os mestres maçom. O venerável Mestre é o maior em uma loja. Cada irmão possuí uma responsabilidade e obrigações. Neste sentido, o homem melhora como ser humano, como profissional, em família, na sociedade.

Enfim, essa instituição fez muito pela história do Brasil, são séculos onde ela atua em decisões importantíssimas em nosso país e pelo mundo à fora. Neste sentido, você precisa evitar falar aquilo que não sabe, pois o silêncio é o cartão de exposição do homem sábio. Se você freia a língua, você evita os males que nascem da estupidez e da ignorância. Respeitar a Maçonaria é respeitar o Brasil, é ser prudente, é ser defensor da própria Pátria.

 

Nilo Deyson Monteiro Pessanha



FILÓSOFO, ESCRITOR, POETA, COLUNISTA & PALESTRANTE. Fundador da Filosofia da imparcialidade participativa. Autor do livro de Filosofia Todos os Corações do mundo, e do Livro O Teatro da vida e a interpretação das coisas, quem nos garante ser verdade das coisas. Membro de diversas instituições culturais como por exemplo, é imortal acadêmico da Academia de Letras do Brasil seccional Campos dos Goytacazes, é imortal Acadêmico da Academia Pedralva Letras e Artes, ocupante da cadeira n°17 , Fundador do NAISLA, Núcleo Acadêmico Italiano di Scienze, Littere e Arti. Membro de diversas instituições. Nilo Deyson Monteiro participou de diversas antologias, periódicos e muitos de seus trabalhos acadêmicos estão no Google ao pesquisar Filósofo Nilo Deyson.

Diga-nos o que achou do post: