music branding

Music branding: como a música pode aumentar suas vendas

A música é algo capaz de conectar as pessoas em níveis tão profundos, que desperta emoções e experiências que elas jamais esquecem, no meio empresarial, essa estratégia é chamada de music branding.

Quando alguém fala em juntar músicas às experiências de compra de um produto ou serviço, está querendo fazer uma representação de como essa simples experiência pode ser inesquecível para os seus clientes.

Portanto, é esse tipo de experiência faz um simples cliente virar um verdadeiro fã da sua marca de dobra de chapa inox, do que ela traz e propõe tanto para ele quanto para o mundo todo.

Neste artigo apresentaremos o conceito de music branding porque sua empresa deve usá-lo como estratégia e daremos algumas dicas de como criar uma música autêntica.

Por fim, mostraremos como o music branding pode aumentar as vendas de um negócio, seja ele do ramo de sites que encontram o martelinho de ouro mais próximo ou outro segmento.

O que é music branding é porque usá-lo como estratégia

Music branding nada mais é do que uma importante estratégia do marketing sensorial, ela usa a música para criar experiências e associá-las aos atributos de uma marca.

Tendo em vista que a música é capaz de criar grandes e fortes vínculos emocionais entre a organização e o seu público.

A experiência que o music branding proporciona aliado a outros atributos que a marca oferece viram uma espécie de comoção junto do público.

Mas, quem pensa que o music branding está resumido apenas naquelas músicas ambiente para aquelas lojas que vendem itens como vaporizador de cabelo profissional.

Quando se conhece a identidade musical da marca, se cria a possibilidade de criar vários projetos com o intuito de conectar o cliente ao negócio.

Um exemplo disso é o Spotify, a possibilidade de criar playlists na plataforma ajuda a empresa a se relacionar com as diferentes personalidades dos seus clientes, sejam eles:

  • Tranquilos;
  • Agitados;
  • Centrados;
  • Distraídos.

Outro exemplo é o marketing de produto, ele aposta na música para a divulgação de novos produtos ou campainhas, isso ajuda a conectar o novo item ao público-alvo.

Por último, vamos dar o exemplo da ativação de marca, quando ela tem objetivo de consolidar a relação com os consumidores por meio de experiências boas, aposta na música para traduzir a essência da marca.

Tudo isso pode ocorrer de duas formas distintas, que é a conexão com o cliente como já mencionado e a ativação de uma boa lembrança para ele.

No caso de uma loja física ou até de uma playlist no Spotify, a música certa na hora certa ajuda a marca a criar uma conexão com o cliente saindo de uma associação superficial.

O cliente da loja de roldana para aparelho de academia às vezes não lembra onde nem quando essa ligação começou, mas ele a sente, como uma boa lembrança da marca.

Sempre que ouve aquela música que tocava em um bom momento, se lembra das pessoas que amo, de uma boa conversa ou algo em especial.

E se a marca tiver uma curadoria apurada poderá ficar na memória dessas pessoas por muito tempo criando associações das músicas com seus produtos e serviços.

Como criar uma música autêntica?

É óbvio que não é qualquer música que vai transformar a interação do cliente em uma experiência única e inesquecível para ele.

É necessário que seja feita uma curadoria especial que não se limite apenas a escolher as músicas, mas sim a entender o universo tanto da marca quanto do seu público.

Ter informações como a persona da marca, as características do público, o estilo de vida deles entre outras coisas ajuda muito a montar uma estratégia de music branding que vá além de vender.

Depois de ter essas informações é a hora de juntar tudo em um diagrama de afinidades, com base em alguns conceitos importantes.

Como afinidade entre os clientes, similaridade, dependência e proximidade. É possível criar um mapa que ajude a achar as conexões entre temas relevantes que definem a identidade musical da marca.

Para desenhar a atmosfera ideal da marca também é possível organizar esse insights em moods, tanto energia quanto o humor que irão definir os sentimentos que a música vai transmitir.

O tempo e a popularidade também devem ser levados em conta, já que ajudam a evitar que a música e até mesmo a playlist fique chata com músicas que ninguém se interesse.

Depois a curadoria musical entra para definir quais as estéticas sonoras que combinaram mais com as características descobertas pela marca.

É necessário conhecer pelo menos 10 estilos de artistas diferentes e suas conexões para compor as músicas ideais para a sua loja de guarda corpo de vidro para escada interna.

Apesar de ser um processo altamente complexo e que necessita muito da ajuda de especialistas capacitados para construir o DNA da música, essa estratégia garante que tudo saia de acordo com os objetivos da marca.

Como o music branding aumenta as vendas de um negócio?

A seguir 3 exemplos que mostram como o music branding pode aumentar as vendas de um negócio de terceirização de motoristas ou qualquer outro nicho além do que se imagina.

1. Criando conexão com o cliente

Mesmo que o universo de uma marca e do cliente sejam muito diferentes, é possível achar um ponto de conexão por coisas que os dois tenham em comum.

Na maioria das vezes podem ser coisas imperceptíveis e minimamente tangíveis, mas que podem fazer o consumidor se sentir altamente representado.

Isso pode acontecer por meio das músicas e dos artistas que caracterizam a marca, assim o cliente fã do artista pode vir a se tornar fã da marca.

2. Aumentando o tempo de permanência no ambiente

Quando alguém entra em uma loja, mesmo que que note ela ela sendo impactada pela mensagem que está sendo passada através dos sons da loja.

Isso quer dizer que ela é influenciada a ficar sempre um pouco mais ou a querer sair o mais rápido possível do local sem nem saber o porquê disso.

A trilha sonora escolhida pelo negócio e o tempo em que os visitantes permanecem nela estão diretamente ligados e muitos nem fazem ideia disso.

Se uma música for muito rápida, a circulação na loja será também rápida, o que ajuda ajuda momentos de pico, onde o ideal é que o fluxo seja bem mais acelerado.

E o contrário também ocorre, quando o som é tranquilo, mais calmo será o andar das pessoas pelo ambiente, isso é ótimo para aquelas pessoas que desejam visitar a loja com mais atenção.

Se o desejo é aumentar a permanência das pessoas na loja, escolha músicas e artistas que passam uma vida mais relaxante e tranquila para o ambiente do seu negócio de clínica de estética perto de mim.

3. Acompanhando seu cliente além do ponto de venda

O desejo de muitas marcas é que o cliente se lembre dela mesmo estando a quilômetros de distância ou não a vendo a muito tempo.

Isso já é possível por meio da criação de playlists da marca nos streamings de música como o já citado Spotify. Ele é uma ótima forma de usar a música como um canal de relacionamento entre marca e cliente.

Mesmo se o cliente estiver em casa, no trabalho ou até em uma viagem, será possível ouvir a playlist criada pela marca usando as plataformas de streaming.

Isso mantém a conexão e a lembrança da marca viva na mente do consumidor em inúmeros momentos do seu dia e também da sua vida.

4. Motivando os colaboradores com música

Parte importante de melhorar as vendas de um endereço fiscal Fortaleza, ou seja, uma loja seja ela do que for, é garantir que os colaboradores estão motivados.

A música se liga diretamente às emoções e a capacidade cognitiva do ser humano de se conectar às memórias afetivas com os sons ou o que eles representam.

Trabalhar com o music branding também interfere no humor dos colaboradores e os motiva de uma forma orgânica a melhorar seu desempenho fazendo com que seu trabalho flua mais fácil.

O entusiasmo faz com que ele ajude a alcançar os objetivos da marca mais rápido e com que no caso de um vendedor ele esteja se sentindo de ótimo humor para atender os clientes.

Considerações finais

Sendo assim, todos os benefícios que o uso da estratégia de music branding traz mostram o quanto essa estratégia é importante para um negócio, independente do nicho que ele atue.

Estar por dentro das rotinas e das músicas mais bombadas do momento ajuda a trazer uma imagem mais atualizada da marca e a aumentar a sua visibilidade.

Mostrar que se importa em ter uma boa relação com o seu público e que deseja sempre se aproximar dele pode ajudar a fidelizar cada vez mais clientes e aumentar as vendas do seu negócio.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.



Diga-nos o que achou do post: