MINHA ESPECIALIDADE É MATAR

O Ministério da Saúde Resolveu  que está na hora  dos adolescentes morrem

Nota Da Ministério Da Saúde Sobre a vacinação dos adolescentes

Na quarta-feira,15 de setembro, Ministério  da Saúde  publicou  uma nota informativa, recuando na questão  recomendação de 2 Setembro em qual falava que todos os adolescentes  seriam vacinado, agora o  ministério da saúde deixou de recomendar a vacinação  de todos os adolescentes de 12 anos A 17 anos. Na Nota informativa  o Ministério da saúde  diz que só vacinará esses três grupos são eles: adolescentes com deficiência permanente, adolescentes com comorbidades e adolescentes que estejam privados de liberdade.

O próprio Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), que participa das decisões sobre os rumos do Plano Nacional de Imunizações, divulgou nota na quarta-feira afirmando que a “vacinação de todos os adolescentes é segura e será necessária”. Nesta quinta, o Conass e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) solicitaram posicionamento da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre a aplicação da vacina em adolescentes de 12 a 17 anos.

O pedido dos conselhos foi feito com base na nova orientação do Ministério da Saúde e também num “possível evento adverso grave relacionado à vacina Pfizer em adolescente do estado de São Paulo”. O ofício não explica que evento adverso é este.

A no Brasil  a única  vacina que foi aprova pela Anvisa(Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para adolescentes  foi a Vacina Da Pfizer.

 o ministro Marcelo Queiroga chegou a dizer que há “excesso de vacinas”, logo depois o governo voltou atrás e manteve o intervalo de 12 semanas para a segunda dose da vacina AstraZeneca. A previsão era reduzir para 8 semanas neste mês.

O Ministro da Saúde  Marcelo  Queiroga não está usando critérios  médicos, científicos  para conduzir  o ministério  da saúde  e  para combater a pandemia, que no caso é com a vacinação, eles está usando critérios  políticos, que funciona  assim o Presidente  Jair Messias Bolsonaro(Genocida) fala para ele fazer e  ele vai lá e faz porque o ministro  Marcelo Queiroga  é um pau mandado de Jair Bolsonaro, como Pazuello  já falou sobre o Bolsonaro, um manda o outro obedece, eu acho que o ministro da saúde também teria que ser investigado  pela CPI da pandemia no senado federal  e  também sofrer um processo administrativo  por parte do Conselho De Medicina, Porque eles está fazendo fere a ética  e  os critérios  básicos  de um profissional da área da saúde, eu digo que entrar  na política  entre mais não coloque vida de pessoas em risco por cargo em de ministro  ou qualquer outro  cargo comissionado  porque o Presidente Jair genocida Bolsonaro  não aprendeu mais eu vou falar o bem mais precioso  é vida de todos  e  não devemos  desmerecer por cargos comissionados  e de ministro.

E Sobre a vacinação  dos adolescentes  a União Brasileira Dos Estudantes Secundaristas (UBES) reagiu  no Twitter  a nota do ministério  da saúde, em um dos Twitters  fala  “Hoje o Ministério da Saúde emitiu portaria suspendendo arbitrariamente a vacinação de crianças e adolescentes. Mais um ataque absurdo aos jovens brasileiros e um retrocesso nas conquistas dos estudantes em meio à pandemia.” Na sequência  os outros Twitter  fala assim: “Esta decisão do ministério, sem embasamento de fato, pode gerar medo nas família e apreensão dos jovens que já se imunizaram, diminuindo a procura pela vacinação e atrasando ainda mais o calendário vacinal no Brasil.”

“O ministério justifica com a declaração da OMS que “crianças e adolescentes são menos propensos a complicações pela doença”. Eles fazem uma avaliação errada e individual, pois ela não diz que não recomenda a vacinação em crianças e adolescentes, só não a coloca como prioritária.”

“O que o ministério não fala: o motivo central é a falta de vacina no Brasil. Se não fosse um governo negacionista e que preferiu esperar um esquema de propina a garantir um eficiente Plano Nacional de Imunização, todos os adultos já estariam vacinados e os mais jovens também.”

“A suspensão da vacinação nos jovens vai implicar em diversos fatos como a organização escolar, retorno às aulas e etc, sendo uma medida muito reativa, uma vez que a população adulta já está amplamente vacinada com pelo menos uma dose.”

“Não vamos abrir mão dessa conquista. A UBES foi parte ativa da inclusão de crianças e adolescentes do Plano Nacional de Imunização e lutaremos para que essa medida seja revertida imediatamente!”

Em outro Twitter  a UBES  fala os seguinte:

“TEM SANGUE JOVEM NO MINISTÉRIO DA SAÚDE Estamos em frente ao Ministério em SP, denunciando a ação genocida do Governo Bolsonaro Ontem, o Ministro Queiroga suspendeu, sem a aprovação dos técnicos, a vacinação dos menores de idade! Não aceitaremos Queremos viver! #ForaBolsonaro https://t.co/5ync8jyp8J

Termino deixando  minhas solidariedades  as mais  500 mil Mortos em decorrência  da covid-19 por culpa desse governo  genocida, negacionista e  incompetente e hoje escorre sangue pelo ministério  da saúde  e  pelas mãos do Presidente Jair Messias Bolsonaro  e  de seus eleitores.

Obrigado  a você  que leu até o final.



Diga-nos o que achou do post: