Medo da liberdade

Medo da liberdade

Medo da liberdade

Antes de tudo, o maior problema em viver uma “liberdade velada”, são nossas atitudes submissas. É mais que ter uma liberdade física. Em outras palavras exige um estado de libertação mental constante, que implica numa busca pela renovação de  suas ideias. Levando-nos a um confronto real, motivado pela transformação dos nossos valores pessoais e sociais.

Em cada indivíduo, existe um desejo puro por liberdade. Uma liberdade em seu conceito genuíno, inocente, altruísta. A liberdade, para muitos, pode ser comparada a uma mãe a proteger seus filhos; envolvendo-os em seus braços e, em seus abraços reconfortantes.

A realidade se apresenta bem mais cruel, bem mais exigente com os nossos desejos mais nobres. Observamos em certos momentos que, de fato, estamos vivendo em uma solitária prisão. Além disso, em prisões construídas por nós e por um sistema sociopolítico-econômico que prefere que sigamos sem saber se existe algo que precisamos, de fato, saber.

Para a maioria dos seres humanos, o mundo se torna um lugar profundamente hostil. Pouco tempo depois, contrariadas por sua falta de obediência, ousam desafiar a si mesmas. E, começam a olhar pelas pequenas frestas das janelas de suas confortáveis prisões solitárias. Finalmente passam a enxergar um mundo bem mais colorido, interessante e contagiante.

O medo é um sentimento transformado em uma poderosa arma de manipulação em massa. Saiba qual é o medo que mais te domina e, descobrirá por quem você está sendo dominado ou manipulado.

Carlos de Campos



Carlos de Campos nasceu em 1980 em Biritiba Mirim, São Paulo. Apaixonado por Poetrix. Em 2017, começou a escrever seus versos nas redes sociais, expressando-se de maneira profunda, em reflexões e observações sobre a condição humana, entre outras; analisando sua organização, atuação e intempéries emocionais, de forma leve, porém, concisa e incisiva. Não se deixando condicionar por padrões, investigando, atentamente, os recônditos mais conflitantes da existência e expressando-o, poeticamente, através do seu minucioso olhar. Autor do Livro Enquanto a solidão me abraça https://caravanagrupoeditorial.com.br/

Diga-nos o que achou do post: