Mar... Mar... Ouço seu cantarolar Deixo o som me embalar Daqui não saio nunca mais !

Mar…

Mar...

Mar...
Ouço seu cantarolar
Deixo o som me embalar
Daqui não saio nunca mais ! 

Mar...
Unindo céu e terra
Espero por ti, próximo ao horizonte
Meu Sol de beleza viva !

Mar...
Há alegria em suas águas
Um bale sincronizado de emoções 
Em seu interior existe um segredo.

Mar...
Convite para um mergulho
Para uma experiência nova
Num momento único.

Mar...
De infinitas possibilidades 
Vida diversificada de emoções 
Com profundas soluções. 

Em seu ritmo, segue o mar...
No vem e vai das acomodações 
No viver experimentado.

Carlos de Campos


Carlos de Campos nasceu em 1980 em Biritiba Mirim, São Paulo. Apaixonado por Poetrix. Em 2017, começou a escrever seus versos nas redes sociais, expressando-se de maneira profunda, em reflexões e observações sobre a condição humana, entre outras; analisando sua organização, atuação e intempéries emocionais, de forma leve, porém, concisa e incisiva. Não se deixando condicionar por padrões, investigando, atentamente, os recônditos mais conflitantes da existência e expressando-o, poeticamente, através do seu minucioso olhar. Autor do Livro Enquanto a solidão me abraça https://caravanagrupoeditorial.com.br/

Diga-nos o que achou do post: