Lidando com as lições…

Um dia ouvi de uma pessoa que a vida forja e molda a gente na marretada.
Na hora eu concordei com isso, mas hoje depois de tantas fases complicadas que eu já passei, entendi que não… Não é assim. Tudo é uma questão de personalidade, de como você vê a vida, de como você pega as lições, as dores, as saudades, os constrangimentos, as vontades, os risos e lágrimas que já chorou e transforma em força. Força para sair da cama, tomar banho e ir trabalhar, encontrar os amigos e rir com eles, mesmo quando prefere ficar deitada com a cabeça coberta… Força para ter esperança e acreditar que tudo tem um propósito e que logo você estará melhor. Força pra continuar amando as pessoas, os animais, as coisas que curte fazer, enfim amar. Continuar sentindo amor, mesmo quando deveria sentir outros sentimentos.
Eu sempre usei uma frase, ” a gente tem que ter amor no coração…” quem me conhece bem já ouviu ela várias vezes, e é isso que Eu sinto. Amor. Têm dias que se torna difícil, mas aí eu penso, esse dia vai passar… aguente firme!!!
E passa mesmo.
Já perdi pessoas amadas, queridas, por várias razões… mas todas deixaram coisas boas em mim, e é isso que quero lembrar delas. E assim vou seguindo… aprendendo, valorizando quem fica, desejando o melhor à quem foi.
Eu tinha tanto medo da solidão, de envelhecer só, que parece que a vida me mostra a cada perda que eu na verdade, me saio muito bem sozinha… tenho aprendido a gostar do silêncio, do fato de poder simplesmente deitar e ler sem ter que fazer nada… de poder ir e vir quando me dá vontade… de assistir uma série sem olhar no relógio, porque preciso dar atenção à alguém. Estou me tornando auto suficiente. Isso trás uma paz incrível… Já não tenho medo. Estou mudando, estou valorizando outras coisas…
Se estou feliz? Não sei… sinceramente não sei. Mas estou em paz.
E desejo paz à todos. E muito, mas muito mesmo, AMOR NO CORAÇÃO DE VOCÊS.
(Jaque Wesan)

 



Jaque Wesan nasceu em Curitiba/PR em janeiro de 1974. Foi morar em Guarapuava/PR ainda menina e permanece até hoje. Enfermeira por formação, começou a escrever a poucos meses por sentir necessidade de dividir suas experiências e manifestar seus pensamentos. Está publicando seu primeiro livro e já escrevendo mais duas obras. Escreve textos diariamente em seus grupos nos App facebook e Instagram. Sua meta é principalmente de inspirar a superação e o empoderamento de pessoas que estejam precisando de exemplos e incentivo para prosseguir na sua luta pessoal.

Diga-nos o que achou do post: