Liberte-se

Passamos uma vida inteira ouvindo “você não pode”, “você não consegue”, “você não deve” e passamos a acreditar realmente em nossa incapacidade de conseguir realizar nossos sonhos.

Essa sensação de incapacidade se sobressai tanto aos nossos desejos que acabamos por sofrer da síndrome do bebê elefante. A triste história nos conta como os elefantes são treinados. Quando um elefante está vivendo em cativeiro, ele é preso com uma corrente bem forte a uma árvore, ainda bebê. O pequeno elefante tenta a todo custo romper sua corrente, chega a tentar milhares de vezes, porém, vendo que sua força não é o suficiente, desiste pelo resto de sua existência.

Mesmo depois que o elefante cresce, tendo a força de romper facilmente as correntes, as experiências do passado fizeram com que ele acreditasse que se libertar é impossível. Apesar de todos verem o quão poderoso é, ele não confia em suas habilidades, justamente por dar tanta importância ao passado.

Nós seres humanos somos muito parecidos com os elefantes exceto por uma coisa: podemos escolher não aceitar esses falsos limites impostos pela sociedade, pela padronização de sonhos e conquistas.

Não aceite menos do que você merece. Chegou a hora de libertar-se das amarras impostas pelo passado. Vão questionar, criticar, tripudiar… mas no final é você com você mesmo.

Sempre pense e sonhe grande. Nunca desista de trabalhar e jamais compare aos outros nem ao menos permita que as circunstancias sejam capazes de ditar o que você pode ou não fazer.

Como dizia Les Brown: “ o  maior inimigo que você precisa enfrentar é você mesmo. Se não há inimigos internos, os externos são inofensivos”.

Liberte-se de suas amarras, livre-se dos traumas do passado e acredite em você e coisas maravilhosas ocorrerão.



Pedagoga, Psicopedagoga, Folclorista, Escritora, Catireira- nascida e criada em Araçatuba, interior de São Paulo

Diga-nos o que achou do post: