Liberdade e Tolerância

“Que o Sol ao tocar minha pele reflita quem realmente sou, raios que me invadam os poros e revelem entre a luz o que não suporto mais esconder, não sou o que a minha imagem diz ou pensam sobre mim, como me veem, essa não sou eu, visto um corpo ao qual não escolhi, aprisionada em pele errônea minha alma sofre por não voar, quero subir ao sol sentir seu calor e aceitação, ele toca as flores tanto quanto a lama não faz distinção, com minha liberdade renomeada vestida de minhas entranhas verdadeiramente serei eu, apenas eu”

Em um certo momento durante a Pandemia me deparei em um boletim de ocorrência virtual com uma pergunta sobre orientação sexual, de qual seria meu gênero e não a forma tradicional como: feminino ou masculino. Agora classificados como Heterossexual, Homossexual, Bissexual, Assexual, Pansexual, Gênero Binário, Agenero, Cisgenero, Transsexual.
Foi-me feita à pergunta de qual seria a minha orientação sexual, fiquei intrigada da necessidade desse momento de a sociedade nos pedir um posicionamento, então vamos elucidar quem somos.
São as orientações sexuais na forma de se relacionar que trataremos aqui.
Qual o significado de LGBTQI+, englobando Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transsexual, Travestis, Transgêneros, Queer, Intersexuais, Assexuais e Mais.
L- Lésbicas
Femininas (mulheres Cis outras que sentem atração pelo mesmo gênero)
G- Gays
Masculinos (homens Cis outros que sentem atração pelo mesmo sexo.
B- Bissexuais
Masculinos ou Femininos ( homem ou mulher que sentem atração pelos dois gêneros)
T- Transsexuais, Transgêneros e Travesti
Masculinos ou Femininos ( pessoas que não se identificam com seu sexo de nascimento, termo relacionado a identidade de gênero e não a orientação afetiva/sexual.
Q- Queer
Feminino ou Masculino ( Pessoas que transitam entre os dois gêneros afirmam que orientação sexual e identidade de gênero são formados por meio de construção social e não de uma funcionalidade biológica.
I- INTERSEXO – HERMAFRODITA
Masculinos ou Femininos ( nascem com características sexuais biológicas que não se encaixam na forma binária ou seja não definidos entre masculino e feminino )
A- Assexual
Masculinos ou Femininos
( Pessoas que tendem a apresentar pouco ou nenhuma atração sexual por pessoas sejam elas do mesmo sexo ou do sexo oposto)
+ Mais Pansexuais, Não Binários entre outros
( Representam as diversas possibilidades de identidade de gênero ou orientação sexual existente)
Pansexual
Masculino, Feminino e transgênero ( sentem atração por pessoas independente dos gêneros ou orientações sexuais, o que os diferenciam dos bissexuais)
Gênero Não Binário
(pessoas que não se identificam exclusivamente com a definição de masculino e feminino, acreditam na existência de um terceiro gênero, esta é uma crença comum reconhecida em diversas civilizações existentes no mundo )
Agenero
( pessoas que não se identificam e não se importam com a sua identidade de gênero, gênero neutro )
Cisgenero
(pessoas que aceitam e se identificam com o padrão estabelecido entre o gênero e o sexo biológico)

Mas como seremos classificados, divididos por nossa orientação sexual existente? Quem somos?
Sempre seremos Seres Humanos em primeiro lugar, indiferente a nossa orientação sexual existente, o que fazemos em nossa intimidade não nos fazem superiores ou inferiores a ninguém, as nossas atitudes éticas, morais e civis com quem nos relacionamos não mudam ou retiram nossos direitos e nem acrescentam a mais. Essa divisão em pequenos grupos nos classificando mostra o poder e a coragem de se posicionar, mas também não nos tornaria por outro lado grupos minoritários mais fáceis de serem atacados?
Como pessoas livres com direito de liberdade de expressão e posicionamento, temos o compromisso de respeitar às escolhas alheias, sempre!

“Somos feitos de uma geração onde Liberdade e Tolerância são as nossas Definições”

Thatyanna de Souza Cesar
Thaty Thaty Contos e Poesias



Olá, sou Thatyanna de Souza Cesar Eu sou uma escritora de contos e poesias eróticas, tenho 43, anos, moro no Brasil na cidade de Osasco, SP. Comecei a escrever contos eróticos desde os meus 17 anos, de forma escondido de todos e somente aos 35 anos eu publiquei o meu primeiro conto num site de escritores e aos 39 anos nas redes sociais, porém escrevo desde os 10 anos de idade nos famosos diários de adolescente. Atualmente tenho mais de 40 registros autorais no Recanto das Letras com o pseudônimo Thaty Thaty Contos e Poesias, e uma Página no Facebook com o mesmo nome onde publico os meus contos, poesias, vídeos e posts com trechos sensuais, perpetuando assim a arte erótica através da imagem de forma simples e direta tornando os textos poéticos em uma leitura popular, lhe dando asas e rompendo fronteiras. Recentemente ganhei o meu primeiro prêmio de concurso de Poesia promovida pelo Grupo Letras Picotadas, onde me abriu portas para conhecer novos autores talentosos de outros países como de Angola, pessoas pelas quais me apaixonei pelo o amor que elas possuem na arte literária. Tenho um sonho com propósito de demostrar que o simples nos remete ao prazer, e querendo inovar criei a minha página onde além de textos e vídeos quero proporcionar às mulheres uma relação melhor com os seus parceiros. Vejo na Literatura erótica a expressão da liberdade sexual, onde ali podemos descrever imaginar e relatar fatos que dão prazer, que atiça o imaginário do leitor, que o leva a sentir todas as sensações e fantasias muitas vezes nunca realizadas. A Literatura erótica tem esse poder de transportar o leitor para dimensões tão prazerosas capazes de causar grandes transformações na sua vida real e sexual.

Diga-nos o que achou do post: