Juan se despede do futebol

    Após sair atrás no placar, rubro-negro carioca vira e zagueiro entra para se despedir do esporte e do clube que o revelou.

    Após 23 anos atuando no futebol, a carreira do zagueiro Juan teria um ponto final na primeira rodada do Brasileirão 2019. O zagueiro entrou aos 45 minutos do segundo tempo no lugar do meia Éverton Ribeiro e recebeu a braçadeira de capitão deste quando a partida estava 3×1 para o clube carioca. Foi um momento de êxtase para a torcida que ficou de pé e festejou a entrada do jogador em campo.

    Após o apito final, o jogador foi ovacionado e jogado para o alto pelos seus colegas de equipe, deu uma volta olímpica e saudou a torcida. Recebeu ainda um abraço do ex-goleiro Júlio César, grande amigo do atleta. Durante o dia citado, ele recebeu variadas homenagens de personalidades rubro-negras tais como Zico, Athirson e Andrade.

    O atleta atuou em apenas quatro clubes durante toda sua carreira: Flamengo e Internacional (Brasil), Bayer Leverkusen (Alemanha) e Roma (Itália). Ficou marcado na história do clube carioca onde foi revelado e voltou para encerrar a carreira com 332 atuações e 33 gols – maior zagueiro artilheiro do clube ao lado de Júnior Baiano. Conquistou 1 Copa Mercosul (1999), 1 Copa dos Campeões (2001), 4 Campeonatos Cariocas (2000, 2001, 2017 e 2019), 1 Copa dos Campeões Mundiais (1997) e 1 Flórida Cup (2019) pelo clube.

    Estreou pela Seleção Brasileira em 15/07/2001 contra o Peru e aposentou-se da Amarelinha após a derrota para a Holanda na Copa do Mundo de 2010. Acumula 78 jogos, 7 gols e títulos da Copa das Confederações (2005 e 2009) e Copa América (2004 e 2007).

Veja mais:

Ronaldinho Gaúcho – Passos do “Bruxo”

Copa América 2020

Flamengo faz 6×1 no San José-BOL e encaminha classificação na Libertadores

Novas Regras no Futebol Brasileiro em 2019

Flamengo utiliza reservas e bate a Chapecoense no Brasileirão

Brasil goleia Honduras no último amistoso antes da Copa América

Com destaque de Coutinho, Brasil derrota a Bolívia na estreia da Copa América

Flamengo pressiona e consegue a vitória sobre o CSA-AL

 



Graduado em Administração na UFRRJ, Apaixonado por Futebol, Flamenguista por Opção, Geek por Natureza, Carioca de Nascimento, Amante de Livros, Cinéfilo, Curte Contar/Apreciar Boas Histórias e Experiências de Vida, Autor do livro "Veredas da Vida: Poéticos Conselhos" (Chiado Books), Sempre em Busca de Novos Objetivos.

Diga-nos o que achou do post: