Jonas se aposenta das quatro linhas

    Atacante brasileiro, com passagens por Santos e Grêmio, se aposenta no Benfica aos 35 anos;

    O mundo do futebol ficará menos repleto de gols após a aposentadoria de mais um atacante. O paulista Jonas Gonçalves de Oliveira, nascido em 01/04/1984, optou por “pendurar as chuteiras” nesta temporada.

    Tendo iniciado sua carreira no Guarani, em 2005, o brasileiro fez 12 gols em 26 jogos pelo time paulista. Pouco tempo depois, em 2006, foi contratado pelo Santos e conseguiu 10 tentos em 37 partidas, ainda que a torcida do clube cobrasse melhores atuações dele.

    No ano de 2007, mudou-se para o Sul do país e passou a defender as cores do Grêmio, onde teve ainda um empréstimo para a Portuguesa com 25 jogos e 10 gols, para escrever seu nome na história do clube. Contando com 131 jogos e 78 gols, o atleta foi artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2010 pelo tricolor gaúcho, com 23 gols durante a competição, além de entrar para o top 10 gremista de maiores atacantes da história do clube.

    Em 2011, a carreira do jogador faria sua primeira escala internacional ao defender os espanhóis do Valencia. Em 157 partidas, ele conseguiu ir às redes por 51 oportunidades e marcou o segundo gol mais rápido da história da Uefa Champions League, com apenas 10.96 segundos de jogo, no duelo entre Valencia e os alemães do Bayer Leverkusen em 2011.

    Já em 2014, Jonas optou por se transferir para os portugueses do Benfica e por lá teve grande destaque: em 173 aparições pela equipe, ele teve 137 tentos. Com esta marca grandiosa, o atleta deixou os campos sendo o maior artilheiro tupiniquim da história do clube português. Foi artilheiro da Taça de Portugal 2014-2015 (6 gols) e por duas oportunidades do Campeonato Português (2015-2016 e 2017-2018, tendo 32 e 34 gols respectivamente).

    Teve ainda 12 partidas atuando pela Seleção Brasileira e conseguiu 3 gols durante sua trajetória pelo Brasil. Estreou em 27/03/2011, contra a Escócia, substituindo o atacante Leandro Damião. Conseguiu balançar as redes contra o Egito (Vitória brasileira por 2×0, com dois gols dele) e contra o Panamá (Vitória brasileira por 2×0 tendo o placar sido aberto por Jonas).

    Em seu currículo, ostenta as conquistas do Campeonato Paulista (2006 e 2007), Campeonato Gaúcho (2010), Copa Emirates (2014), Taça da Liga (2014-2015 e 2015-2016), Taça de Portugal (2016-2017) e Campeonato Português (2014-2015, 2015-2016, 2016-2017, 2018-2019).

Veja mais:

João Félix se revela uma promessa portuguesa

Rodrigo tem nova chance de alcançar um título europeu

 



Graduado em Administração na UFRRJ, Apaixonado por Futebol, Flamenguista por Opção, Geek por Natureza, Carioca de Nascimento, Amante de Livros, Cinéfilo, Curte Contar/Apreciar Boas Histórias e Experiências de Vida, Autor do livro "Veredas da Vida: Poéticos Conselhos" (Chiado Books), Sempre em Busca de Novos Objetivos.

Diga-nos o que achou do post: