Gestão de startups

Gestão de startups: processos que você precisa conhecer

Quando o assunto é ideias inovadoras como proposta de empreendedorismo se faz necessária gestão de startups.

O conceito de startup se trata de uma empresa em um caminho inicial, que possui uma proposta de negócio inovadora e com um potencial de crescimento considerável. Elas atuam em qualquer área, e geralmente usam tecnologia para suas operações.

O termo Startup nasceu no Vale do Silício, que é uma região da Califórnia com foco em tecnologia e inovação. 

A maioria deles se deu a conhecer no mundo com o surgimento da bolha da Internet, que possibilitou e estimulou a criação de muitos negócios online. 

Essa situação permitiu uma grande agitação de empresas com alguma conexão à internet na Bolsa de valores, o que atraiu a atenção de investidores. E muitos deles tiveram retornos maravilhosos com as ações desse setor.

Dada essa definição às startups, que assumem altos riscos, mas podem entregar produtos e serviços inovadores, é possível ter uma ideia de como elas funcionam. 

Essas entregas podem vir de soluções mais simples, nas quais um grupo de pessoas se reúne para fazer um grande e ambicioso projeto decolar ou de iniciativas mais estruturadas, financiadas pela busca privada de grandes ganhos com ideias inovadoras.

Portanto, uma boa gestão dessas startups é extremamente necessária, dado que se lida com altos riscos, buscando alavancar uma ideia inovadora e altos ganhos financeiros. Gestão essa que pode ser essencial para que ela chegue no seu objetivo.

Se trataria de um exemplo, se surgisse uma Startup de envelope personalizado para convite de casamento, uma empresa focada nesse tipo de negócio usando tecnologias inovadoras e com envio rápido e personalizado. 

O que é gestão de startups?

A gestão de startups não é nada mais que um conjunto de ações efetivas e necessárias para administrar uma organização em todos os seus setores. 

Tem certa semelhança com a gestão de empresas robustas, porém, adaptado ao potencial de crescimento deste modelo.

Portanto, o processo deve procurar proporcionar uma boa harmonia entre os setores da empresa, utilizando os recursos disponíveis de maneira prazerosa, sempre com o objetivo de cumprir as metas estabelecidas.

As iniciativas de incentivo e persistência de uma organização precisam agregar valores aos seus stakeholders, que são os indivíduos e organizações impactados pelas ações da empresa. 

Para que a gestão seja feita de forma eficaz e proporcione resultados positivos para a startup, é necessário ter um processo de gestão que melhor se adeque ao negócio, tal como um papel parede, deve ficar aparente que essa organização é efetiva e arrumada.

Essas atividades permanentes sem acomodações são uma ótima alavanca de crescimento e construção de soluções cada vez mais eficientes e efetivas. Mas, mesmo assim, mostra ao mercado uma forma de gerenciamento arriscada.

É completamente diferente dos modelos tradicionais de gestão. Uma empresa do ramo de clínica de estética em criolipólise para papada, não será gerenciada como uma startup do mesmo ramo, mas com uma ideia inovadora de negócios e tecnologia.

A gestão empresarial é fundamental

Ela é importante justamente porque a gestão é ligada aos setores que existem dentro das organizações. 

Todos os segmentos devem estar ligados e liderados por gestores que busquem a maior efetividade do seu setor liderado.

Por exemplo, o setor de pessoas em uma clínica de harmonização facial homem deve dispor das melhores habilidades de liderança da equipe, de atendimento ao cliente, comunicação e engajamento.

O setor de operações, por sua vez, é responsável por gerenciar a questão de otimização da capacidade, análise e melhoria da produtividade.

A gestão financeira é extremamente importante para manter a sustentabilidade das decisões de negócios por meio de análises de demonstrações financeiras.

É como a importância por trás de um serviço de

É como a importância por trás de um serviço de disk bateria de carro, uma vez que, sem energia, uma vez que, sem energia, algumas funções do veículo não funcionam corretamente.

O setor financeiro deve estar a par de todos os acontecimentos transacionais da empresa, e até mesmo da falta de verba, que pode deixar algum setor dela sem os recursos necessários para funcionar perfeitamente. 

No segmento de estratégias, a função é que se tenha uma visão de negócios, que é a base para todos os outros setores da startup. 

No setor de marketing estão aqueles que se comunicam com o mundo e entendem qual a necessidade do mercado, além de gerir a segmentação, cliente ideal e posicionamento da marca.

O comercial ou de vendas vai ser responsável por criar e vender uma conexão do cliente com a empresa.

Dicas para uma boa gestão

Vão ser apresentadas nessa parte deste conteúdo algumas dicas para uma boa gestão, e logo após, elas serão comentadas de forma geral. São:

  1. Estruturar um plano de negócios;
  2. Manter a equipe organizada;
  3. Definir bem os processos;
  4. Manter as contas sob controle;
  5. Comunicar-se com transparência;
  6. Fazer uso de ferramentas tecnológicas;
  7. Construir uma cultura inovadora;
  8. Investir na análise de dados.

A estruturação de um plano de negócios, é o que definirá as estratégias da empresa, as projeções de gastos, faturamentos e lucros, os objetivos e uma série de outros pontos-chave.

Ter uma proposta de valor, definir bem a dor do cliente e o cliente ideal para o problema que a startup está resolvendo, a comunicação com os consumidores da marca da empresa e da solução que a empresa põe a prova para o mercado. 

Os canais de aquisição de clientes são os meios por onde a startup leva o produto ou serviço ao mercado ou cliente, e faz a estrutura de custos que é o controle de gastos.

Bem como também os fluxos de receitas, o controle desses fatores são importantíssimos para a empresa.

Toda essa estrutura dará à startup todos os outros pontos, pois manterá a equipe organizada, uma vez que já foram definidos vários pontos do negócio, os objetivos foram definidos, a parte financeira das operações.

Assim como a definição dos processos se torna mais organizada e fácil, pois o básico, que é a estruturação, já foi definido antes.

Outro ponto que tem destaque é a comunicação efetiva e transparente com a equipe. Para o gestor de cada setor da startup, a falta de comunicação pode levar a perda desastrosa de entrosamento da equipe, o que pode ocasionar a estagnação dos processos.

O que a empresa menos precisa é a falta de comunicação de dados, ideias e da sua cultura.

A boa circulação das informações pode ser fundamental para o bom resultado das metas estabelecidas. O bom diálogo gera clareza e, consequentemente, bons resultados.

Um ponto importantíssimo, que não deve ficar de fora no que é chamado de era da informação, é a chamada análise de dados. Investir esforços e tempo na contratação de profissionais qualificados nessa área fará com que o negócio adquira outra visão.

Investir recursos nas ferramentas de análise de dados e em seus bancos de armazenamento fará a empresa não só melhorar o olhar para os negócios, mas dará uma característica preditiva a futuras crises em setores e ajudará a prever problemas. 

Os dados têm um papel fundamental, principalmente, nos setores de vendas e marketing, que precisam sempre estar atentos aos números, para reajustar suas estratégias e foco. São como etiquetas coloridas para identificação, os dados são a identidade do negócio.

Processos que são necessários

Ter alguns processos necessários em mente é algo muito útil para o gerenciamento da startup, etapas que ajudam na proposta do que é uma startup de qualidade, agilidade e tecnologia de ponta. 

Possuir um processo de comunicação neste nível é essencial para que os setores estejam alinhados com a cultura, valores, processos e metas da startup. 

Com isso, irão diminuir de forma significativa os ruídos que podem acontecer, garantindo o entendimento.

É como comprar um martelinho de ouro express, usando a comunicação para ajustar os pregos fora do lugar, ligar os pontos e deixar tudo mais sólido, cuidando para que não haja perigo de má confiança nas decisões tomadas.

O processamento de conhecimento também está presente e atuante, pois é um fato conhecido que as organizações não estão imunes à rotatividade dos parceiros e colaboradores.

É indispensável a estruturação de um bom processamento de conhecimento. Esse processo ajudará a manter a cultura de organização do negócio, sendo assim uma das mais importantes para a gestão de startups.

Os resultados, em toda organização, existem metas que precisam ser batidas rapidamente. As metas são basicamente as veias do coração de uma startup. 

Para atingir as metas, é necessário ter uma gestão de resultados, ou processamento de resultados.

Considerações finais

Sendo assim, a gestão de startups engloba todos os seus setores, tudo tem de ser pensado de forma clara, ágil, estratégica e ser bem comunicado.

Além do fato de que a empresa precisa ser sempre inovadora, buscando bater as metas e alcançar resultados.

Pois, assim ela baterá a meta de ganhos altos e arriscados, que é o coração de uma startup de sucesso.

Toda a gestão burocrática deve ser enxutado, assim como uma cirurgia bariátrica a laser, é preciso reduzir para conquistar. Assim será melhor para a saúde da empresa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.



Diga-nos o que achou do post: