Faça com que todo dia seja o grande dia

Passamos uma vida inteira idealizando como conquistar nossa felicidade. E quantas oportunidades, quantos, sorrisos, quanta calmaria deixamos de apreciar planejando à espera de um grande dia?

E quantas roupas foram doadas ainda com etiquetas, quantos sapatos se estragaram na caixa… e aquela louça importada que agora virou herança, ou até mesmo aquela bebida que tanto se guardou.

A vida é um sopro e muitas vezes vivemos como se fôssemos viver uma eternidade.

Algumas pessoas creem que viver o presente significa viver de uma maneira superficial, onde muitas vezes se tornam destrutivas, sem empatia e não pensam no amanhã delas nem das outras pessoas. Essa não é a reflexão correta sobre o sentido da vida. O que devemos sabiamente analisar é a brevidade da nossa existência aqui na Terra, onde somos convidados a valorizar cada instante como um milagre ou um diamante único assim como cada momento vivido.

Teremos apenas esta ocasião, neste dia, neste horário, sob todas as emoções e circunstâncias em que me encontro agora e isso não se repetirá jamais, mesmo que tente mudar.

Nem sempre nossos planos dão certo, mas que isso seja um motivo para compreendermos que nada está em nossas mãos, e mesmo assim, devemos seguir em frente.

Quando nos preparamos para um dia especial, damos o melhor de nós, desde as roupas até os sentimentos. Por que não tornamos esse hábito diário ao invés de restringirmos apenas aos grandes dias?

Vamos tornar todos os nossos dias grandes. Vai ter tristeza sim. Vai ter frustração também. Mas que sejam encarados como um aprendizado constante que devemos passar durante nosso curto trajeto.

Você tem a oportunidade de ter mais um dia que muitos não tiveram. Isso já é um grande dia.

Isso não é um convite a ser outra pessoa ou se espelhar em exemplos; o convite é para que você seja a melhor versão de você mesmo. Para que isso ocorra, muitas vezes você precisa parar de correr. Parar de correr não significa que você não vá andar, ficar parado, mas sim desacelerar, para poder desfrutar da vida o que ela lhe oferece de melhor que é a oportunidade diária de estar vivo!

.           Todos temos o mesmo fim e isso é a nossa maior semelhança entre os seres humanos, mas o que nos difere está entre um ponto inicial e o ponto final: A nossa trajetória, a trajetória de cada um de nós é totalmente única! O mundo precisa de tudo o que há de bom e melhor dentro de você, e para isso, é de extrema importância que isso seja cultivado.

Ninguém nasce sabendo como ser feliz, mas é nossa obrigação descobrir isso antes que a vida acabe.

Que hoje seja mais um grande dia!



Pedagoga, Psicopedagoga, Folclorista, Escritora, Catireira- nascida e criada em Araçatuba, interior de São Paulo

Diga-nos o que achou do post: