Enriquecimento Ambiental

Além de proporcionar experiências e estímulos ao pet, o enriquecimento ambiental faz toda a diferença na saúde física e emocional do cachorro, por diversos motivos. 

Há uma menor probabilidade de o cão ficar entediado, ansioso ou nervoso se tiver um manejo ambiental em casa, que proporcione atividades que o entretenha. 

Enriquecimento Sensorial é estimular o uso do olfato, visão, tato, audição e paladar. Brinquedos com diferentes texturas, cores e sons, passeios em gramas e pedras, frutas misturadas na ração são bons exemplos disso. É importante que o cão tenha brinquedos de materiais diferentes. Faça um rodízio desses brinquedos a cada dois dias, assim ele não enjoa. 

Enriquecimento Físico é atividade. Pode ser o próprio passeio, mas na impossibilidade, promova brincadeiras de buscar, caçar, brinquedos pendurados, caixas empilhadas. Qualquer coisa que incentive seu cão a se movimentar.

Enriquecimento Cognitivo é quando colocamos o cão para pensar, criando pequenos desafios. Há tabuleiros em que a comida fica escondida e o cão precisa entender a estratégia para conseguir alcançá-la. Brinquedos interativos e até esconder petiscos em tapetes e embaixo de almofadas já ajudam a estimular, mas o ideal é sempre algo que desafie mesmo o cão.

Enriquecimento Social é garantir que seu cão saiba conviver com os outros de forma saudável, tanto humanos quanto cães. Por isso é importante começar o processo logo cedo, e com o máximo de variedade possível de pessoas e animais. Quanto mais ele conhecer e entender que não existe ameaça, mais social seu cão será.



Diga-nos o que achou do post: