Em duelo parelho, Flamengo ganha do Grêmio no Sul

    Equipe rubro-negra fica com um a menos no segundo tempo, mas consegue sair com os três pontos;

    A data de 17/11/2019 colocaria duas das equipes mais ofensivas do país frente a frente. Em jogo válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Grêmio receberia o time do Flamengo para tentar seguir com sua boa fase recente, após ser eliminado pela própria equipe carioca nas semis da Libertadores 2019.

    Os donos da casa vinham a campo desfalcados do zagueiro argentino Kannemann (servindo à Seleção Argentina) e do volante Matheus Fernandes (prestando serviço à Seleção Brasileira das categorias de base). Adotando o esquema 4-2-3-1, o tridente ofensivo composto por Alisson, Éverton “Cebolinha” e Diego Tardelli municiariam o atacante Luciano.

    Já a equipe rubro-negra carioca vinha com os desfalques dos suspensos Willian Arão e Gerson (volantes) e Bruno Henrique (atacante), além de optar por poupar Pablo Marí e Vitinho – que nem viajaram para o Sul – e deixar Rodrigo Caio e Éverton Ribeiro no banco. Entre os titulares, figuravam a linha de zaga reserva (Rodinei, Thuler, Rhodolfo e Renê), além de Diego Ribas, Lucas Silva e Reinier entre os onze titulares. Atuando no mesmo esquema do Grêmio, o Flamengo tinha a linha ofensiva composta por Lucas Silva, Arrascaeta e Reinier para dar suporte ao centroavante Gabigol.

    Após chances desperdiçadas por ambos os ataques, o Flamengo teria uma penalidade marcada a seu favor no primeiro tempo. Após receber passe do meia uruguaio Arrascaeta, o atacante Gabigol tentou centralizar a bola, mas ela parou na mão do lateral-direito gremista Leonardo Moura. O juiz apontou para a marca da cal e o próprio Gabigol foi para a cobrança. Ele bateu no canto direito do goleiro Paulo Victor, que pulou para o canto oposto. Desta maneira, o placar estava aberto para o Flamengo, aos 37 minutos do primeiro tempo nesse que era o 22º gol de Gabigol no Brasileirão 2019, artilheiro isolado da competição.

    Na segunda etapa, Gabigol recebeu cartão amarelo por reclamação e foi irônico batendo palmas para o juiz. Após esse gesto, o juiz deu cartão vermelho direto para o atacante, que acabou deixando o Flamengo com um a menos aos 28 minutos da segunda etapa. A equipe gaúcha, assim sendo, fez alterações para deixar seu time mais ofensivoa, mas o Flamengo conseguiu segurar a pressão ofensiva dos donos da casa e saiu com a vitória no duelo.

Veja mais:

Flamengo conquista o bicampeonato da Libertadores contra o River Plate

Flamengo goleia o Grêmio em casa e avança para a final da Libertadores

 



Graduado em Administração na UFRRJ, Apaixonado por Futebol, Flamenguista por Opção, Geek por Natureza, Carioca de Nascimento, Amante de Livros, Cinéfilo, Curte Contar/Apreciar Boas Histórias e Experiências de Vida, Autor do livro "Veredas da Vida: Poéticos Conselhos" (Chiado Books), Sempre em Busca de Novos Objetivos.

Diga-nos o que achou do post: