Egoísmo Macroscópico

O Egoísmo macroscópico é a característica que algumas pessoas possuem, e que as faz ignorar qualquer tipo de projeto alheio após algum fracasso em um projeto pessoal ou coletivo de sua autoria.

Com isso, essas pessoas não conseguem sentir prazer em colaborar com projetos de outras pessoas, e tão pouco torcer positivamente para que deem certo.

Usei a nomenclatura “macroscópico”, porque não é preciso muita sensibilidade para perceber esse tipo de atitude. Suas características são muito marcantes, e as pessoas que as praticam acabam por não perceberem seus atos.

O egoísmo nunca deixou de ser egoísmo, porém, esse “macro egoísmo” se evidencia de tal forma que se torna fácil a sua identificação.

Por ser muito característico ele afeta, além dos ambientes corporativos, os ambientes eclesiásticos e também familiares. Todos esses ambientes produzem projetos a todo momento, quer seja social, corporativo ou pessoal. Essa produção em determinados momentos pode vir a falhar, e essa falha causada por algum de seus integrantes faz despertar no seu ser aquilo que havia escondido, O Egoísmo.

Sendo assim, por afetar inclusive o ambiente familiar ele se torna um comportamento muito peculiar.

Não se poderia imaginar que esse tipo de comportamento acontecesse no seio familiar, porém cada vez mais problemas conjugais surgem, por falta de planejamento o que gera erros de projeto.

Como identificar esse tipo de comportamento?

Através de algumas particularidades é possível constatar essa ação. São elas:

pretensão – todos devem servir e ceder aos interesses do egoísta.

ciúmes – ele imagina que, por seu cônjuge, parceiro de trabalho, ou parente, prosperar em algum projeto, pode se destacar em meio ao grupo social em que convivem perdendo ele assim a atenção que antes lhe era dada.

orgulho – tem a tendência de exaltar-se a si mesmo. O egoísmo conduz ao orgulho pois promove o desejo de louvor e reconhecimento alheio, além de gerar auto elogio, auto-adulação e auto-adoração.

O que acontece

Pretensão, ciúmes e orgulho são três fatores preponderantes que, se não forem tratados, podem causar danos irreversíveis aos relacionamentos. Logo, ao prejudicarem os relacionamentos, também prejudicarão as instituições.

A pretensão faz com que a pessoa “se ache”, isto é, imagina que tem mais valor do que os outros. Essa pessoa é ao mesmo tempo ciumenta, o que faz que ela tenha presunção de posse sobre a vida das outras pessoas. E ainda, nela age o orgulho fazendo com que não possa ouvir ninguém.

Essa última característica, o orgulho, é um dos fatores que levaram seus projetos por “água abaixo”. Geralmente , após seu fracasso, vão procurar arrumar algumas desculpas e também , achar um culpado, o que é natural nesse tipo de comportamento.

O que fazer

O egoísta macroscópico, não é uma má pessoa. Segundo o site da Abc Med, o egoísmo é: num sentido técnico, egoísmo é um traço de caráter. É o hábito ou a atitude de uma pessoa que coloca seus interesses, opiniões, desejos e necessidades em primeiro lugar, geralmente (mas nem sempre) em detrimento das demais pessoas. Neste sentido, o egoísmo é o antônimo de altruísmo. O egoísta presta muita atenção a si próprio e muito pouca atenção aos outros.

Portanto, a pessoa egoísta precisa de acolhimento, diálogo e compreensão. Não é uma tarefa fácil ajudar uma pessoa com esse desvio de caráter, mas não é impossível.

Pessoas egoístas estão sempre frustradas, pois os seus atos na medida em que vão sendo identificados afastam as pessoas.

Por isso, é importante dialogar com o egoísta, expor com clareza a situação; “colocar as cartas na mesa” é a melhor opção, porque às vezes nem ele mesmo percebeu suas atitudes.

Feito isso, na medida do possível, seria bom tentar incluir o egoísta em seus projetos, quebrando assim a barreira do medo que existe nesta pessoa.

Desta forma, ele enxergará uma atitude contrária à forma que ele estava procedendo e perceberá que as pessoas ao redor estão prontas a compartilhar seus projetos e suas conquistas com ele.

Todos nós estamos sujeitos a manifestar atitudes de egoísmo, por isso é importante estudar sobre o assunto, e ir pouco a pouco corrigindo as atitudes egoístas que possam surgir em nós.

https://avozdaserra.com.br/

https://www.abc.med.br/

https://www.carlosliterato.com.br/



Carlos José, é Cristão, Graduando em Pedagogia, e amante da leitura e da escrita .

Diga-nos o que achou do post: