Educação Física, inclusão na Ginástica.

Ed. Física inclusão na Ginástica

Vamos explorar os movimentos nessa inclusão, usando a dança como expressão corporal. Não estabeleci uma idade para esse desenvolvimento, o aluno possui uma deficiência física uma paraplegia, vou estimulá-lo na ginástica de demonstração, seguindo com a música no ritmo dela. Adaptando seus movimentos com o gosto/sua preferência respeitando o interesse dele. A princípio será em dupla: o cadeirante com uma colega sem deficiência, logo seguido em grupo. Movimentos livres, de acordo com a capacidade do cadeirante.

Necessidade da cadeira de rodas para apoio da colega nos elementos básicos da ginástica de deslocamentos e equilíbrios dela, e dos demais sem a deficiência.

Respeitar o tempo dele, trata-lo igualmente frente aos outros colegas no ambiente que estão,

cuidando do melhor posicionamento corporal adequado para essa demonstração/ginástica, incluindo os outros alunos com muitas outras capacidades…

Ele andará de um lado para outro no espaço usando sua cadeira, uma fita e depois uma bola, interpretando a letra da música, girará o tórax/ parte superior em sentido horário e anti-horário, dançando na cadeira mexendo a coluna. sempre em junção com os demais colegas, um conjunto rítmico.

No segundo momento os alunos retiram-no da cadeira e colocam-no sobre o tatame de EVA, ou colchonetes… rolando lateralmente para direita, para a esquerda. Finalizando a apresentação com uma formação fechada: em círculo.

 

Esta foi minha atividade prática de inclusão, certificando do espaço para essa prática da ginástica em conformidade da segurança, orientando meus alunos a manter durante a atividade o respeito e companheirismo e que NÃO haja nenhuma discriminação, por palavras, gestos ou expressões!

Aluna: Valdirena dos Santos Ivankio

Educação Física – Licenciatura.

Campo Mourão PR

03 /2021



Diga-nos o que achou do post: