Dieta Econômica – Parte 1

Nas últimas semanas, venho apontando vários tipos de dietas importantes para tornar possível e sadia esse época de incerteza. No entanto, tudo o que venho indicando até aqui deve ser implementado na primeira oportunidade e levado para a vida.

Afinal, as únicas certezas que temos nessa vida é que nascemos sem pedir, morremos sem querer e entre uma coisa e outra, a única coisa constante é a mudança.  Assim sendo, tudo escrito até aqui serve para a atual época e para todas as outras, pois, visam lhe fortalecer enquato indivíduo.

Nunca é uma má ideia ser forte e saber usar isso ao seu favor. Falo por experiência. Testei cada coisa aqui escrita desde o início dessa coluna na minha própria vida. E só o que há de melhor que lhe trouxe em forma de artigo.

Você deve estar se perguntando o motivo de estar escrevendo essas linhas. É justo. É que eu desejo que entenda que agora a conversa ficou mais séria. Você já tem uma caixa de ferramentas impressionante para sobreviver aos piores cenários. A partir de hoje, o jogo muda.

A Dieta Econômica é o que separa as crianças dos adultos de tão poderosa que é. E não confunda isso com Dieta Financeira, que é assunto da nossa próxima conversa.

Economia e Finanças não são sinômimos. 

De acordo com o Dicionário Sinônimos.com.br, há 14 sinônimos de economia para 2 sentidos da palavra economia:

Controle de gastos:

1 comedimentofrugalidadecontençãocontrole,

 moderaçãoparcimôniapé-de-meiapecúlio,

poupançaracionamento.

Coordenação dos elementos de um todo:

2 organizaçãoestruturaadministraçãoconstituição.

Enquanto que, de acordo com o mesmo dicionário, há 4 sinônimos de finanças para 2 sentidos da palavra finanças:

De País, Estado:

1 tesouroeráriofazenda.

Tesouro:

2 fazenda.

Você reparou que a palavra fazenda se repetiu duas vezes na última pesquisa? Curiosa como sou, fui olhar o significado no mesmo dicionário. De acordo com ele, há 20 sinônimos de fazenda para 5 sentidos da palavra fazenda:

Propriedade:

1 chácarapropriedadegranjaherdadequintaranchosítio.

Patrimônio:

2 benshaverespatrimôniofortunaproduto.

Tesouro:

3 finançastesouroeráriorecurso.

Pano:

4 tecidoestofopano.

Bens:

5 recursos.

Percebe a diferença? Economia é sobre gerenciamento do que se tem. Finanças tem relação com aquilo que se tem, recursos das mais variadas ordens.

Ah, eu não tenho o que gerenciar!

Você sinceramente acha isso? Pois eu provo que tem!Conte comigo. Você com certeza tem:

  1. Habilidades e talentos;
  2. Sonhos e metas;
  3. Posse de mais de 2 objetos;
  4. Mais de uma pessoa com quem se importa,
  5. Pelo menos uma pessoa que se importa com você.

A lista é curta para manter o foco naquilo que realmente importa. Se você tem pelo menos um item dessa lista na sua vida hoje, acredite, você tem o que gerenciar. Repare que não escrevi uma linha sobre obter coisas externas ou novas.

Lidar com coisas é difícil. Com o outro é ainda mais desafiador. Mas não há maior desafio do que lidar consigo mesmo. Impressionante, não? Deveria ser o oposto.

O melhor modo que encontrei até hoje de gerenciar tantas coisas difíceis é sendo honesto, respeitoso e grato. Há espaço para todos sob o Sol, não tem motivo para enganação, cobiça ou desespero.

Seja honesto com sua verdade

Seus talentos, habilidades, sonhos e paixões geralmente dão boas dicas de qual venha a ser sua verdade. Mas, vivemos numa sociedade doentia que acha que parecemos massa de modelar e tenta nos forçar em moldes que muitas vezes têm nada ou pouco a ver conosco.

A consequência mais comum disso é o desenvolvimento de doenças. E, depois de um tempo, você se acostuma a viver a base de remédios, sem questionar o que pode estar causando tanto sofrimento e o que pode ser feito para ser resolvido de uma vez por todas.

Quem vive a própria verdade, persegue seus sonhos, paixões e faz uso de seus talentos e habilidades costuma ter excelente saúde. A pessoa que vive assim, também é alvo que críticas ácidas e duras. Não existe tal coisa como um mar de rosas. Há escolhas. Com elas, há consequências, que podem ou não lhe agradarem.

Seja honesto consigo

Recentemente, tenho visto com frequência um batalhão de novos empreendedores digitais  dando o mesmo tipo de testemunho sobre seu histórico de vida, veja se você já viu isso por aí também:

“eu não tinha dinheiro, mas com esforço, trabalho duro e estudos,

consegui um ótimo emprego. Cheguei ao posto de executivo dentro

da empresa,  tudo parecia muito divertido por um tempo até o momento

em que percebi que trabalhava 80 horas por semana, mal via minha família

e amigos. E aí entendi que tinha dinheiro, mas não tinha tempo para gastá-lo e nem

era feliz. Fiz atransição para o mercado digital e hoje faço o que amo, sou pago por isso,

tenho boa saúde e tempo para desfrutar as boas coisas da vida!”

O que me chama a atenção nesse tipo de testemunho é que as pessoas que os dão tinham uma posição de autoridade, dinheiro à vontade, que são duas coisas que a maioria das pessoas persegue ao longo da vida, e ainda assim, não vivam suas verdades. Eram infelizes. Eram doentes. Eram tristes.

E no momento em que listaram precisamente os recursos que já tinham, e alinharam com suas verdades, reverteram o quadro a favor delas mesmas. Naturalmente, comete-se muitos erros, há muitos tropeços, mas, tudo serve de aprendizado.

Seja honesto com o outro

Ninguém é uma ilha. Precisamos de tudo e todos ao nosso redor em tempos e situações distintos. A melhor maneira de lidar com o outro é sendo honesto. Se você precisa de um lápis, peça um lápis emprestado, não minta, cobice ou manipule o outro.

É assim que pontes, amizades e confianças são construídas: colaborativamente. Quando você colabora e permite que colaborem com você, grandes coisas são feitas. E isso só acontece quando você entende que não há outro jeito de viver.

A partir do minuto que você entender isso, nunca mais vai questionar o tamanho da sua importância nesse mundo ou de qualquer outra pessoa ou coisa. Você saberá que você e a formiga têm a mesma importância, em situações diferentes. Na próxima semana, você descobrirá como fazer isso de modo super fácil e tranquilo. Até lá!



Estudante da vida e suas conexões, professora por ofício e vício, pesquisadora por necessidade, ajuda as pessoas a atingirem suas metas de modo personalizado, barato e sem justificativas usando a Educação como principal ferramenta.

Diga-nos o que achou do post: