DIAS MELHORES VIRÃO

É comum, quando estamos num dia ruim, ou naquela sequência ruim da vida que parece sem fim, que amigos, colegas de trabalho e parentes nos digam “não se preocupe, dias melhores virão”, pois sim, eles virão de algum jeito, por uma notícia boa inesperada, por uma promoção, por ganhar na loteria, por conseguir namorar aquela pessoa desejada há tempos…, mas quem vai fazer esses dias acontecerem? Com certeza, essas pessoas não são, pois vão cuidar de suas vidas e pouco vão se importar com seus problemas depois, “cada um que carregue o seu!”. É essa a pura verdade, ou você fica o tempo todo preocupado com os problemas de outra pessoa? Isso acontece só se você for um grande fofoqueiro e esteja com sua vida bem certinha.

Faça o teste rápido e veja o resultado. Entre no Facebook, ou em qualquer das suas redes sociais e escreva algo bem melancólico, para baixo mesmo e espere a resposta das pessoas, muita gente que nem interage com você normalmente vai aparecer querendo saber o que houve, te consolando, te passando mensagens fofas para te colocarem para cima, daí você pensa “que bom, as pessoas se preocupam comigo”, mas, em outro momento, escreva algo bem para cima, dizendo que foi promovido, passou em um concurso qualquer, foi escolhido o melhor vendedor do mês, simplesmente que está feliz, a primeira coisa que acontece é a queda brusca no número de interações com seu post, um ou outro vai te parabenizar por sua conquista, poucos ficarão felizes com seu sucesso, não sei o porque e fica difícil julgar, mas parece que querem mesmo ver o “circo pegar fogo”.

As redes sociais são o lugar, por excelência, onde todo mundo é feliz, vai a festas todos os dias, é bem sucedido na vida, faz viagens incríveis e não têm problemas. Todos nós temos nossos problemas, é claro que não devemos expor nossos problemas assim e as pessoas normais não querem que os outros os tenham também. Mas quando você fala a um amigo de determinado problema que está enfrentando, começa uma disputa pelo tamanho do problema. Você diz que dói seu dedo mindinho, seu colega diz que lhe doem todos os dedos e sua mão não fecha mais, mas está manuseando um copo de cerveja e um celular com muita desenvoltura para quem está com esse problema, você diz que está com dor de cabeça e ele diz que a dele dói há três dias direto, que não aguenta mais, mas está com os fones no ouvido ouvindo música, se você fala que está sem dinheiro, então… Dias melhores virão…

Quem faz seu dia melhor é você mesmo. Se você ficar o tempo todo dando importância para seus problemas, acontece que eles nunca vão sair da sua frente, vão formar uma cortina que o impedirá de ver a solução e aí sim esses problemas vão te colocando cada vez mais para baixo, daí você vai comentar com um e com outro sobre seu problema e vai ouvir: “dias melhores virão, isso não é nada, mas estou com um problemão também…”, isso não te ajuda em nada, só vai te enfiando cada vez mais fundo nos problemas e, em consequência, outros aparecem numa orgia sem fim de problemas que se tornam cada vez maiores do que realmente são. Se você não parar de se lamentar pelos seus problemas e começar a buscar uma solução para eles, o buraco vai ficando cada vez maior. Por falar em buraco, já percebeu que quando você está dirigindo em uma estrada com muitos buracos, se você focar no buraco à frente, ou se distrair, vai cair direto nele? Então o que você faz? Rapidamente dá uma passada de olhos ao redor, reduz a velocidade e procura um lugar para passar onde não há buraco, ou que eles sejam menores, assim evita danos ao seu carro e continua a viagem sem problemas. Porque com os problemas da vida não faz o mesmo, será que a vida vale menos do que um conserto no carro? Parece que não. Então pare de superestimar seus problemas, eles têm o tamanho que tem e nada mais que isso e se você focar em buscar a solução em algum momento vai encontrar, saiba que ela não aparece do nada.

Não inventa de solucionar um problema criando outro, pense bem antes de fazer qualquer coisa, às vezes você, pensando em resolver um pequeno problema, toma uma decisão equivocada que vai causar posteriormente um grande problema, isso acontece quando pensamos apenas no agora e esquecemos nas consequências futuras de nossas decisões de hoje, pois todas trazem uma consequência embutida, seja ela boa ou ruim. Por isso, ao ponderar sobre solucionar um problema agora pense no que essa solução pode trazer depois, pois os dias melhores podem ser bem efêmeros e tornarem-se dias muito piores do que foram um dia, você pode ter saudade de quando tinha só um problema pequeno, pense nisso. Alguns problemas surgem e vão embora sem que você tenha nenhum envolvimento neles, com esses não se preocupe, outros foram gerados por sua ação e é nesses problemas que você deve focar para que os dias melhores cheguem e permaneçam por muito tempo, esse é o mundo ideal, o melhor de todos.

Eu te dou um conselho muito bom, ao invés de ficar se lamentando por seus problemas, falando para todo mundo o que está acontecendo e se vitimizando, trabalhe duro para se livrar desse problema, só fale com alguém se esse alguém puder te ajudar, te dar bons conselhos e mostrar o melhor caminho a seguir, fora isso você vai ouvir muita besteira e vai decidir por soluções que criarão novos problemas.

Dias melhores virão para quem levantar a cabeça, apesar dos problemas enfrentados, e encarar a vida, realizar as tarefas de modo diferente, buscar alternativas, estudar, pois estudar nunca é demais e ajuda a encontrar caminhos mais promissores mesmo quando tudo está dando certo. Se a vida está te dando alguns limões, faça deles limonadas, as melhores que você puder e venda essa limonada, não fique juntando os limões para que apodreçam e depois não sirvam para nada. Com a venda dessa limonada você pode começar a solucionar seu problema e ter dias muito melhores do que imaginou, porque, para quem não se intimida sempre virão dias muito melhores.



Formado em Letras e pós-graduado em Marketing, membro convidado da Academia de Letras da Manchester Mineira. Com formação em Coaching, atua como treinador de vendedores e Palestrante Motivacional. Poeta, contista, cronista e articulista. Três vezes finalista do prêmio Top Blog, na categoria Política e colaborador no jornal Tribuna de Minas. Participação no projeto "Poesia na Escola" como autor de destaque na edição de 2022, você pode baixar o e-book do projeto acessando o link: https://online.fliphtml5.com/dozlr/ajdc/ Autor de dois livros "Conselhos Diários. Você Não Tem Limites!" e "Você Pode Mudar!", onde fala sobre aspectos de carreira e liderança. Você pode comprar no site: https://bio.uiclap.com/celsociampi

Diga-nos o que achou do post: