De Tamoio até Duque de Caxias – Conheça a História do Clube Carioca

     Conheça a história do tricolor da Baixada que já disputou a Série B do Brasileirão;

> História:

     No longínquo 22 de fevereiro de 1957, em Xerém, era fundado o Tamoio Futebol Clube e seu estádio, intitulado Romário de Souza Faria, receberia a alcunha popular de “Marrentão”.

     Até que, em 1994, os diretores resolveram mudar o nome do clube para Duque de Caxias Futebol Clube, visando criar uma identificação do clube com a população onde estavam instalados. Após a disputa do Campeonato Carioca da Terceira Divisão no ano citado, a ideia não vingou e o antigo nome foi retomado.

     Mas o ano de 2005 marcaria a extinção do clube e as instalações do tal seriam utilizadas para alicerçar o Duque de Caxias Futebol Clube. Conquistou vaga para disputar a Segunda Divisão do Campeonato Carioca em 2006, quando foi campeão invicto da seletiva que proporcionava vagas diretas na mesma.

> Ascensão:

     Já em 2007, atingiu a sexta posição na Copa Rio e conseguiu vaga para a disputa da Série C do Brasileirão no ano seguinte, graças à desistência do vice-campeão Cabofriense; e das recusas de Bangu (3º), Nova Iguaçu (4º) e Olaria (5º). Pelo campeonato estadual, seu quinto lugar o credenciou a disputa da primeira divisão no ano de 2008 pela primeira vez em sua curta história.

     Pela disputa da Série C em 2008, se classificou em segundo no Grupo 11, depois em segundo lugar outra vez no Grupo 22 e na vice-liderança pelo Grupo 27. Atuando pelo octogonal final da competição, a equipe ficou com a quarta colocação e conseguiu acesso inédito para a Segunda Divisão do campeonato nacional em apenas três anos de história.

     Debutando, em 2009, na Série B, o “Tricolor da Baixada” teve bom início, mas campanha irregular. Após bons resultados no final da competição, atingiu o oitavo posto – que é a posição mais destacada que o clube atingiu na competição.

> Título Internacional:

     Conquistou em 2009, seu primeiro título internacional: jogou no Vietnã, a Number One BTV Cup, e após vencer os três jogos da fase preliminar, bateu na final o clube mais tradicional vietnamita, o Dong Tan Long Na FC, por 2×1, e se tornou campeão invicto do torneio. Ao lado dos paranaenses do Matsubara e dos cariocas do Bangu, são os únicos brasileiros campeões do torneio.

> Campanhas Medianas e Rebaixamento:

     Em 2010, o clube escapou do rebaixamento apenas na repescagem. Disputou contra Resende e Friburguense, mas apenas o Friburguense acabou caindo. Atuando pela Segunda Divisão, terminou apenas no 11º lugar.

     Já em 2011, a equipe fez a pior campanha da história da competição, ao vencer apenas dois jogos dos 38 disputados e amargou o rebaixamento para a Série C.

     Conquistou ainda a Copa Rio em 2013, após deixar, pelo caminho, adversários mais tradicionais, tais como Bangu e Volta Redonda. Na final, após ser derrotado por 1×0 no jogo de ida, conseguiu o placar de 3×1 sobre o Boavista-RJ e garantiu vaga inédita na Copa do Brasil de 2014.

     Entretanto, 2014 seria um ano trágico na história do clube tricolor. Os rebaixamentos na Série C e no Campeonato Carioca – após terminar na última colocação com duas vitórias, três empates e dez derrotas apenas, além da pífia campanha na Copa Rio, onde não obteve nenhuma vitória, levaram a equipe a cenários mais modestos no ano seguinte.

     Em 2015, a equipe disputou a Série B do Campeonato Carioca e acabou eliminada nas semifinais pelo Americano, nos pênaltis. Já na sua primeira participação na Série D nacional, terminou na penúltima posição em seu grupo e ficou sem divisão nacional graças a essa campanha.

> Série B1 e Equipe Feminina:

     Desde então, o clube segue na disputa da (atualmente denominada) Série B1. O futebol feminino do clube, por sua vez, foi campeão da Copa do Brasil em 2010 e ganhou o Campeonato Carioca em quatro ocasiões (2005, 2006, 2007 e 2011).

Veja mais:

Falece Luisinho, o maior artilheiro do América-RJ

 



Graduado em Administração na UFRRJ, Apaixonado por Futebol, Flamenguista por Opção, Geek por Natureza, Carioca de Nascimento, Amante de Livros, Cinéfilo, Curte Contar/Apreciar Boas Histórias e Experiências de Vida, Autor do livro "Veredas da Vida: Poéticos Conselhos" (Chiado Books), Sempre em Busca de Novos Objetivos.

Diga-nos o que achou do post: