Darlan Romani consegue marca expressiva no arremesso de peso

    Atleta brasileiro venceu etapa norte-americana, com feito que superou recorde olímpico;

    Na data de 30/06/2019, mais uma marca seria quebrada pelo catarinense Darlan Romani. Aos 28 anos, ele conquistaria o título na etapa de Eugene (EUA) da Diamond League, com a marca de 22,61m. Esta marca surpreendente abarcaria não só qualquer título mundial, como também seria medalhista de ouro em absolutamente todas as edições olímpicas.

    A se contar o ranking mundial de 2019, o brasileiro está na segunda posição atrás apenas do americano Ryan Crousser. Todavia, no ranking histórico, ele se põs em décimo lugar na história, onde o líder é Randy Barnes, detentor da marca de 23,12m.

    Com este feito em solo norte-americano, foi proporcionada à Darlan a quebra dos recordes brasileiro e sul-americano (marca de 22m, atingidas pelo próprio) e não só o da etapa de Eugene, como da história das etapas da Diamond League.

    O atleta brasileiro mostra evolução galopante desde 2011, em que havia atingido a marca de 18,46m. Após progredir seus feitos em mais de quatro metros, Romani mostra um crescimento espetacular em seus feitos e no que ele pode realizar tanto no Pan-Americano em breve, disputado em Lima (Peru), quanto nas Olímpiadas 2020 (Tóquio – Japão).

    Darlan tenta feitos ainda mais expressivos em sua carreira, que já conta com: ouro nos Jogos Mundiais Militares (Mungyeong 2015);, bronze (Barquisimeto 2012);, prata (São Paulo 2014) e ouro (Rio 2014) no Campeonato Íbero-Americano, 2 pratas (Cartagena 2013 e Lima 2015) e ouro (Assunção 2017) no Campeonato Sul-Americano;, prata nos Jogos Sul-Americanos (Santiago 2014) e ouro na Copa Continental (Ostrava 2018).

    O atleta disputará, ainda este ano, o Mundial da modalidade em Doha (Catar). Duelando contra Ryan Crouser (EUA), Tom Walsh (Nova Zelândia), Michal Haratyk (Polônia) e Konrad Bukowiecki (Polônia), o catarinense buscará outra medalha para sua coletânea antes do Pan-Americano.

Veja mais:

Graziela Santos conquista vaga para o Pan-Americano de Lima 2019

Brasil conquista ouro inédito no revezamento 4×100

 



Graduado em Administração na UFRRJ, Apaixonado por Futebol, Flamenguista por Opção, Geek por Natureza, Carioca de Nascimento, Amante de Livros, Cinéfilo, Curte Contar/Apreciar Boas Histórias e Experiências de Vida, Autor do livro "Veredas da Vida: Poéticos Conselhos" (Chiado Books), Sempre em Busca de Novos Objetivos.

Diga-nos o que achou do post: