Corações Meu coração deseja estar junto ao seu Ouvindo cada batida, segundo após segundo Quando chorar Recolher-te as lágrimas que rolarem pelo rosto.

Corações

Corações

Meu coração deseja estar junto ao seu
Ouvindo cada batida, segundo após segundo
Quando chorar
Recolher-te as lágrimas que rolarem pelo rosto.

Lágrimas que transformam vidas ao redor da tua própria vida
No teu coração quero permanecer
Dividir o silencioso espaço que ocupa esse mistério
Mistério de amor que nos une.

Infinito é o amor
Enamorada do ser
Mistério que se revela aos que amam
O amor que permeia todos os corações.

Infinitamente perto e completamente disponível
Em cada pessoa
Amor que simplesmente acolhe a todos.

Não pode existir julgamento se o Amor é a sua verdade
Não se pode amar um e odiar o resto do mundo
Amo porque simplesmente escolhi viver a partir do amor.

Amar a todos incondicionalmente.
Compreendo as finitudes humanas, porque amo
Viver no amor é o caminho
É viver a maturidade e a harmonia. 

Amar não te dá o direito de posse
Amar te dá o direito de se possuir de equilíbrio e se doar
Toda pessoa traz inscrita em si a capacidade de amar.

Carlos de Campos


PRÉ-LANÇAMENTO


Como humanidade, neste momento, passamos pela História; somos parte dela e enfrentamos mais este desafio que nos coloca diante de nossos maiores medos. Como já disse um poeta: “o medo cega os nossos sonhos”. E sonhos são carregados de sentimentos, desejos de realizações. Nesses tempos, sonhemos! O medo é natural, ele protege a vida, mas o sonho a impulsiona. O Amor, a beleza, a arte, a música, a poesia, é tudo o que move o sonho humano. Convidamos todos a manterem o foco em seus sonhos e esquecerem seus medos. Mergulhar numa boa leitura em vez de ligar a TV nos noticiários. Ouvir uma boa música, contemplar uma linda paisagem, uma arte. Respirar fundo e alcançar a certeza de que tudo isso passará, para que os nossos sonhos se realizem. Cuidem-se, também, interiormente. Resistiremos com poesia no coração.


Sobre o autor


Carlos de Campos nasceu em Biritiba Mirim, São Paulo, em 1980. Apaixonado por Poetrix. Em 2017, começou a escrever seus versos nas redes sociais, expressando-se de maneira profunda, em reflexões e observações sobre a condição humana, entre outras; analisando sua organização, atuação e intempéries emocionais, de forma leve, porém, concisa e incisiva. Não se deixando condicionar por padrões, investigando, atentamente, os recônditos mais conflitantes da existência e expressando-os, poeticamente, através do seu minucioso olhar.

Para adquirir este livro em pré-lançamento, acesse: AQUI


Carlos de Campos nasceu em 1980 em Biritiba Mirim, São Paulo. Apaixonado por Poetrix. Em 2017, começou a escrever seus versos nas redes sociais, expressando-se de maneira profunda, em reflexões e observações sobre a condição humana, entre outras; analisando sua organização, atuação e intempéries emocionais, de forma leve, porém, concisa e incisiva. Não se deixando condicionar por padrões, investigando, atentamente, os recônditos mais conflitantes da existência e expressando-o, poeticamente, através do seu minucioso olhar. Autor do Livro Enquanto a solidão me abraça https://caravanagrupoeditorial.com.br/

Diga-nos o que achou do post: