processo de comunicação

Comunicação como processo

LINGUAGEM E COMUNICAÇÃO

 A comunicação ocorre quando interagimos com outras pessoas através da linguagem, pois o ser humano só é um humano devido a sua capacidade de se comunicar criando códigos e assimilando-os ao meio em que ele está inserido.  A condição que torna possível ao ser humano essa relação é a capacidade de transformar a vivencia do mundo material em conteúdos simbólicos.

 

PONTOS DE REFLEXÃO (RETOMANDO-SE CONCEITOS E RELAÇÕES)

A relação do Homem com o mundo é marcada por uma enorme complexidade e diversidade de situações existenciais.

O homem nasce em um mundo que já é pré-definido. De certa forma todos somos o produto do meio em que nascemos da nossa inserção cultural e social. Cabe ao ser humano ao longo de sua vida e de seu conhecimento das coisas a adaptação às diferentes situações que nos deparamos ao longo da vida, o que é feito através de processos de socialização e aprendizagem. No entanto na medida em que cada individuo se desenvolve se ganha cada vez mais autonomia em suas decisões começando a definir a própria maneira de ver, interpretar e reagir às diferentes situações. A nossa própria existência será definida não apenas pelas experiências que passamos, mas também, pelo modo como as vivemos.

A linguagem influencia o que pensamos, Contudo, muito pensamento não envolve palavra. Algumas ideias, como a habilidade de perceber e lembrar cores diferentes, não depende da linguagem, às vezes pensamos em imagens em vez de palavras, e inventamos novas palavras para descrever novas ideias. Assim, podemos dizer que o pensamento afeta a linguagem, que por sua vez afeta o pensamento. O ser humano é capaz de pensar logo ele se utiliza de seu conhecimento de mundo para aplicar simbologia significativa no seu contexto social: Um gesto, uma palavra, um olhar, uma imagem são símbolos que nos aplicamos a estes significados que vai além da esfera da natureza, estamos inserindo-os ao meio cultural que vivenciamos.

 

MANEIRAS DE COMUNICARMOS IDEIAS, DE COMPARTILHARMOS.

A comunicação se utiliza de códigos cognitivos baseadas em experiências herdadas ou vivenciadas, com o objetivo de emitir e receber informações, afim de, comunicar é tornar uma ideia comum. Um individuo transmite ideias, significados e pensamentos por meio da percepção. A comunicação pode ser dada pela fala, escrita, gestos, imagens, vestuário entre outros.

  • Linguagem verbal: Podendo ser oral ou escrita, se utiliza de padrões e regras regionais.

Para a compreensão da linguagem escrita se faz necessário o conhecimento da ciência da linguística gramatical porem a palavra escrita é de caráter permanente, pode ser lido e re lido para se fazer entendido aquilo que esta escrito, já a linguagem verbal sobre de duas deliberações a falta de permanência (necessidade de fixar os signos – desenhos e depois a escrita) e a falta de alcance (necessidade de utilizar signos sonoros e visuais por exemplo: apito, gongo).

  • Linguagem não verbal:

Se utiliza da comunicação corporal, comunicação não-verbal abrange principalmente gestospostura, expressões faciais, movimento dos olhos e proximidade entre locutor e interlocutor. De acordo com Albert Mehrabian, a comunicação interpessoal é transferida na seguinte proporção: 7% – Verbal (somente palavras) 38% – Vocal (incluindo tom de voz, velocidade, ritmo, volume e entonação) 55% – Não – verbal (incluindo gestos, expressões faciais, postura e demais informações expressas sem palavras).

  • Linguagem áudio:

Se trata de um registro sonoro temporal e linear, a linguagem sonoro se faz de maneira linear cada signo emitido é percebido em um espaço de tempo continuo consecutivo, um após o outro, uma nota após a nota, construindo uma simbologia significativa. Seu ritmo é essencial marcando seu tempo.

  • Linguagem visual:

Expresso de maneira espacial e global, se faz uso dos elementos visuais, como: signosimagensdesenhosgráficos, ou seja, tudo que pode ser visto ao olho do ser humano.

  • Linguagem áudio visual:

Essa comunicação é sintética e integral, é a mais completa, pois se utiliza das quatro dimensões, se apropriando do continuo espaço-temporal, ou seja, tudo que pode ser ao mesmo tempo visto e ouvido.

 

DIFERENÇA ENTRE AS FORMAS ORAIS E ESCRITAS, IMAGÉTICAS

Todos os seres humanos tem 5 sentidos, que são elementos essenciais para proporcionar nosso relacionamento com o mundo, são eles: audição, olfato, paladar, tato e visão. Com esses sentidos o nosso corpo percebe o que está ao nosso redor e isso nos ajuda a sobreviver e integrar com o ambiente em que vivemos.

Existem receptores especializados, que são capazes de adquirir diversos estímulos. Os três receptores são: Exteroceptores: células sensoriais adaptadas para captar estímulos provenientes do ambiente externo ao nosso corpo, Proprioceptores: são encontrados em músculos, tendões e órgãos internos do corpo. A função desses receptores é a de informar ao sistema nervoso central a posição do corpo com relação à dos membros, Interceptores: esses receptores são responsáveis por captar as condições internas do corpo, como a pressão osmótica nas células, temperatura, o pH, composição sanguínea, entre outras. Isso nos permite sentir fome, sede, náuseas etc.

 

Com isso:

Pelo tato – pegamos algo, sentimos os objetos, sentimos o calor ou frio.
Pela audição – captamos e ouvimos sons.
Pela visão – vemos as pessoas, observamos contornos, as formas, cores e muitos outros.
Pelo olfato – identificamos os cheiros ou os odores.
Pelo paladar – sentimos os sabores.

Quando temos a ausência de um dos sentidos, a natureza do ser humano tende cobrir essa ausência propondo um maior estimulo em outro sentido, ou seja, na falta de um dos sentidos o ser humano tende a procurar usar a mais em outro sentido aquilo que esta em falta.

 

TODA COMUNICAÇÃO QUE TRANSMITIMOS OU RECEBEMOS PASSA ATRAVÉS DE NOSSOS CINCO SENTIDOS, ESPECIALMENTE AQUILO QUE VÊ E SE OUVE.

Quando utilizamos os 5 sentidos podemos ter uma percepção maior. Para se comunicar é preciso prestar Atenção através de uma atitude mental onde a atividade psíquica é concentrada sobre um estímulo específico.

 

A NECESSÁRIA ORGANIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO

Há necessidade de organizar de modo mais lógico os conteúdos da comunicação, para que fiquem mais fácil de compreender e abstrair as informações passadas, pois a organização do texto facilita na compreensão e na identificação do texto proposto. Exemplos de tipos de texto: poesia, prosa, carta, bilhete entre outros, cada texto tem uma forma diferente de se organização.

 

CATEGORIAS DE COMUNICAÇÃO

As quatro categorias da comunicação são:

 

  • Auto comunicação; ocorre quando a pessoa tem um encontro com seu eu, isso acontece para que possamos organizar as ideias e nos compreender melhor, sendo assim esse processo é fundamental para que as pessoas consigam se conhecer.
  • Comunicação interpessoal; Esse método de comunicação promove a troca de informações entre duas ou mais direcionada sempre a uma pessoa especifica.
  • Comunicação de grupo; comunicação em grupo se refere á comunicação entre 3 ou mais indivíduos.
  • Comunicação de massa; abrange o maior número possível, através de: jornais, revistas, rádio e maior deles a TV. Sendo que este último abrange o maior número de pessoas (massa) devido a fatores como: maior acesso (inclusive a analfabetos e aos excluídos digitalmente).

 

PORQUE NOS COMUNICAMOS

Comunicamo-nos porque temos carências, porque precisamos nos manter informados e passar a informação adiante, é através da informação que nos relacionamos e vivenciamos nossas diferenças. Comunicamo-nos porque  temos de  persuadir,  exercer poder, formar opinião e decisão, preencher desejos, expectativas, acalmar nossos medos. Comunicamo-nos   para ser inseridos,   para   sermos   aceitos   e   interagir   em   vários Espaços significativos, em vários tipos de “comunidades”. Comunicamo-nos para aprender, para desenvolver nossas melhores qualidades pessoais, profissionais, emocionais, familiares, estéticas.

 

A COMUNICAÇÃO COMO PROCESSO

Comunicação é um processo de duas vias. O emissor emitiu a mensagem e o receptor que vai recebê-la, abstrair aquela mensagem, decodifica-la e posteriormente enviar outra em resposta daquilo que foi recebido. Se você não consegue ouvir e entender o que estão dizendo, não há comunicação. Escutar o que está sendo dito e ouvir ativamente e, consequentemente, compreender o significado da comunicação. Ouvir ativamente, observar e olhar cuidadosamente seu interlocutor são habilidades importantes, porque desta forma você poderá primeiro reconhecer quem é seu interlocutor e segundo perceber se a mensagem está alcançando seu êxito.

 

QUANTO Á NEUTRALIDADES DAS MENSAGENS

As mensagens dificilmente podem ser consideradas neutras, elas podem ser mensagem ocultas (não objetivas) ou mensagens abertas (claras e objetivo) de fácil compreendi mento. A mensagem só é neutra quando não tenho uma opinião sobre ela, quando não me atingi pelo aquilo que está sendo dito ou acontecendo, Me mantendo neutro sobre a questão discutida.

 

AS MENSAGENS NEM SEMPRE SÃO O QUE PARECEM SER

Dependendo da forma com que é dito, o canal utilizado e do código, as mensagens podem parecer uma coisa e ser na verdade outra. Isso porque através de nossos conhecimentos adquiridos, nossa bagagem cultural atinge nossa consciência e consequentemente nossa forma de nos comunicar através de nossos sentidos.

 

A COMUNICAÇÃO É PRODUÇÃO DE SIGNOS E SIGNIFICADO

A comunicação se da pela produção de signos e significados, é através da decodificação delas que transformamos em conteúdos simbólicos (não materiais).  Quanto mais o outro conhecer os signos e significados a mensagem será melhor compreendida. O signo não verbal pode ser qual quer sinal corporal, ou uma imagem, entre outros. Um texto escrito é composto por vários signos que expressam significados.

 

Trabalho acadêmico publicado em 2014 – Para saber mais clique aqui



Tenho 30 anos, sou de São Paulo Capital atualmente mora no interior de SP, Publicitária, especialização em MBA em Direito Público e Terceiro Setor. Empreendedora, mãe, concurseira, futura advogada, apaixonada em dividir experiências e contribuir para causas socias. "O passado nos ensina, mas é o presente que nos move".

Diga-nos o que achou do post: