Como evitar cair em golpe virtual?

 

O golpe virtual é uma modalidade de crime que acontece pela internet ou conexões digitais em geral. Ele vai desde um roubo de dados pessoais em uma loja virtual até mesmo um acesso indevido aos dispositivos dos usuários.

Desde que a internet se popularizou, surgiu também o golpe virtual, causando principalmente algum prejuízo econômico à vítima. Conheça a seguir as modalidades de golpes e como se prevenir.

Quais são os golpes virtuais mais comuns?

O golpe virtual pode acontecer de diferentes formas, mas normalmente ele vai resultar em algum prejuízo financeiro à vítima. Também podem ocorrer transtornos em relação à privacidade e identidade da pessoa. Saiba quais são os golpes mais comuns:

 

  • Phishing: nesse golpe, que pode estar escondido em algum link ou banner publicitário, os criminosos conseguem obter os dados pessoais e financeiros do usuário apenas com o acesso ao link infectado;
  • Ransomware: esse golpe virtual faz o sequestro das informações do computador ou dispositivo, e posteriormente há a exigência de um pagamento de resgate para recuperar as informações;
  • Privacidade: podem ocorrer invasões nos dispositivos acessando webcam, microfone e câmera. Posteriormente, essas informações pessoais são usadas para chantagem;
  • Compras: pode ocorrer o roubo de informação com o acesso de lojas virtuais desprotegidas ou mesmo falsas, levando o usuário a passar informações financeiras que serão usadas posteriormente;
  • Identidade: pode ocorrer danos à identidade do indivíduo, como roubo de fotos pessoais e informações da identidade com objetivos escusos.

 

Portanto, os diferentes tipos de golpes virtuais existentes demandam que as pessoas que usam canais digitais, mesmo que não façam operações financeiras por meio deles, adotem cuidados específicos.

Como evitar cair em um golpe virtual?

Para evitar cair em um golpe virtual, o usuário deve estar atento às boas práticas de segurança recomendadas para o uso da internet e dispositivos. As principais delas incluem:

 

  • Utilizar antivírus e mantê-lo atualizado em todos os dispositivos usados;
  • Fazer trocas as senhas online com frequência, dando preferência para combinações com letras, números e caracteres especiais;
  • Não usar sempre a mesma senha em diferentes canais, optando por opções únicas;
  • Cuidado ao usar redes abertas e públicas, principalmente para fazer compras, passar informações pessoais ou acessar o internet banking;
  • Atentar-se à URL do site que deve ser “HTTPS” quando você for passar dados pessoais ou financeiros;
  • Evitar ser um “livro aberto” na internet, impedindo que as pessoas possam rastrear seus hábitos e rotina.

 

Com esses cuidados, as chances de cair em um golpe virtual são consideravelmente menores, mas em todo o caso, pode ser necessário contar com a ajuda de um detetive particular.

Por que contratar um detetive particular nesse momento?

Apesar de todos os cuidados para evitar um golpe virtual, esse tipo de problema pode ocorrer e nesse momento é preciso notificar as instituições financeiras, caso perceba uma movimentação anormal.Além disso, uma das formas de descobrir a origem do golpe, seja ele de caráter econômico ou pessoal (como divulgação indevida de fotos pessoais), é contar com o auxílio de um detetive particular.

 

Este profissional poderá rastrear a origem do golpe virtual e orientar o usuário para que haja a resolução do caso, seja com o estorno financeiro como remoção do material indevido da internet.

 

 

 

Fonte: WSI

 



Diga-nos o que achou do post: