Clubes Ingleses Revertem Desvantagens e Avançam às Finais da Uefa Champions League

    Liverpool e Tottenham conseguem viradas e disputarão o título da competição europeia nessa temporada

    A Premier League deu provas de ser a competição mais forte da Europa, ao colocar dois de seus representantes na final da maior competição europeia de clubes. Tanto os Reds quanto os Spurs conseguiram reverter as desvantagens do primeiro jogo e agora disputarão a final em solo espanhol. O dia 1º de junho reservará, para ambas as equipes, um duelo equilibrado no Estádio Metropolitano, em Madrid.

    O Liverpool tinha missão indigesta contra o Barcelona do craque argentino Lionel Messi: virar um placar de 3×0 sofrido na Espanha. Somado a isso, não contava com o atacante brasileiro Roberto Firmino e nem o atacante egípcio Mohammed Salah. Porém, o atacante belga Origi tratou de anotar o primeiro gol dos ingleses logo nos minutos iniciais da partida em Anfield, 1×0 para o Liverpool.

    Coube ao holandês Wijnaldum anotar o segundo e terceiro gols da equipe inglesa para delírio dos torcedores ingleses. Mas com tal resultado de 3×0 a favor, a partida iria para os pênaltis; até que o lateral-direito Alexander-Arnold bateu o escanteio rapidamente e o atacante belga Origi apareceu mais uma vez, para anotar o seu segundo gol na partida e o quarto dos Reds. O plantel espanhol ficou estupefato e não acreditava no resultado.

    Messi e cia partiram para cima, tentando anotar um gol na partida – que seria suficiente para classificar os blaugranas, mas Alisson se destacava na partida. Até que o juiz apitou pela última vez e o Liverpool alcançou vitória heroica, relembrando a virada histórica sobre os italianos do Milan, em partida que perdiam por 3×0; buscaram o empate e ganharam nos pênaltis em 2005.

    Os Spurs, por sua vez, vinham de resultado adverso de 1×0 contra os holandeses do Ajax, em solo inglês e foram buscar o resultado na casa da equipe, que surpreendeu a todos ao deixar os gigantes Real Madrid (Espanha) e Juventus (Itália) para trás durante o “mata-mata” da competição.

    Após o zagueiro De Ligt abrir o placar no começo do jogo, a vantagem holandesa sobre o Tottenham dobrou. O meia marroquino Ziyech ampliou a vantagem do Ajax e deixou-os com a vaga encaminhada para a final. Todavia, o destino sorriria para um atacante tupiniquim ainda nesta partida.

    Lucas Moura, até pouco tempo atrás desacreditado no Paris Saint-Germain, estava como titular na partida e com a missão de substituir o ídolo da equipe – o atacante inglês Harry Kane (lesionado). O brasileiro anotou dois gols em cinco minutos, aos 10 e aos 14 minutos da segunda etapa, e devolveu a esperança à torcida dos Spurs.

    Até que, aos 50 minutos do segundo tempo, o atacante tupiniquim conseguiu o gol da classificação inédita do clube inglês e sacramentou os comandados de Pocchetino na decisão da competição europeia embasada na “Terra da Rainha”.

Veja mais:

Tottenham bate City e pode fazer história na UCL

Política de Ingressos do Fulham em 2019 Afugenta Seus Torcedores

Leicester Campeão Inglês – Um Davi entre Vários Golias

Son, Destaque Sul-Coreano dos Spurs

Unai Emery, o “Papa Copas”

Beckham perde habilitação por decisão judicial

Atalanta conquista classificação inédita para Uefa Champions League

Klopp quebra tabu e conquista a Uefa Champions League

Falece Reyes que, após títulos diversos, defendia clube da segunda divisão espanhola

A volta por cima de Mohammed Salah

 



Graduado em Administração na UFRRJ, Apaixonado por Futebol, Flamenguista por Opção, Geek por Natureza, Carioca de Nascimento, Amante de Livros, Cinéfilo, Curte Contar/Apreciar Boas Histórias e Experiências de Vida, Autor do livro "Veredas da Vida: Poéticos Conselhos" (Chiado Books), Sempre em Busca de Novos Objetivos.

Diga-nos o que achou do post: