Buzz Marketing e Marketing Viral

Buzz Marketing x Marketing viral: entenda a diferença

Buzz Marketing e Marketing Viral são duas estratégias muito utilizadas por empresas dos mais variados setores. O objetivo é atingir um público maior e aumentar o engajamento com as marcas.

Só que muitas pessoas confundem essas duas práticas e outras até mesmo acreditam que se trata da mesma coisa. Contudo, embora sejam muito parecidas, elas não são iguais, e é fundamental entender ambos os conceitos.

Fazer um bom investimento em marketing é crucial para qualquer empresa, independentemente de seu porte ou segmento. É dessa forma que ela chega ao conhecimento dos consumidores e desperta o interesse por seus produtos e serviços.

Tanto pela internet quanto por meio dos canais offline, saber trabalhar com o marketing e compreender todos os seus tipos é o primeiro passo para uma marca de sucesso.

No entanto, no meio de tantas possibilidades e diferentes vertentes, é natural se sentir um pouco confuso, mas neste artigo, você vai esclarecer muitas dúvidas.

Vamos apresentar o conceito de Buzz Marketing e Marketing Viral, as diferenças entre eles e por que vale a pena investir em suas estratégias. Confira este texto até o final para saber mais e conferir as dicas.

Qual o conceito de Marketing Viral?

Marketing Viral nada mais é do que a criação de campanhas que têm como finalidade atingir uma grande quantidade de pessoas em pouco tempo.

Para isso, a empresa cria mensagens simples, relevantes, atrativas e fáceis de compartilhar. Isso faz com que a estratégia seja significativa e leve a marca para uma grande quantidade de pessoas espontaneamente.

Por exemplo, se as publicações de uma empresa de segurança para eventos conseguiram milhares de compartilhamentos, provavelmente ela foi bem-sucedida em sua campanha de Marketing Viral.

O que é Buzz Marketing?

Buzz é um termo em inglês que pode ser interpretado como “barulho” ou “burburinho”, e no marketing este termo se refere a ações que fazem as pessoas comentarem sobre determinada marca, seus produtos e serviços.

Em outras palavras, trata-se da criação de conteúdos que fazem as pessoas falarem sobre a empresa umas com as outras.

Se a campanha de uma companhia está na boca do público, com certeza, suas estratégias de Buzz Marketing tiveram um resultado eficiente.

A tendência é que cada vez mais o público tome conhecimento sobre a marca, o que vai pesar de maneira positiva na hora da compra.

Distinções entre Buzz Marketing e Marketing Viral

Agora que você já sabe qual é o conceito de cada uma dessas estratégias, pôde perceber que elas não são a mesma coisa. Observe que elas possuem finalidades distintas.

Isso porque quando clínicas masculinas fazem uma campanha de Buzz Marketing, tem como meta aumentar sua relevância e melhorar a sua reputação por meio do debate levantado pelos temas que ela trabalhou.

Discutir posicionamentos e abrir o diálogo com as pessoas mostra que a companhia valoriza os indivíduos e isso pode aumentar o número de vendas.

Por outro lado, o Marketing Viral mantém o foco na quantidade de consumidores que serão impactados, sem necessariamente se preocupar com o que as pessoas vão fazer com o conteúdo.

O objetivo das marcas que investem em Marketing Viral não é apenas fazer com que o público entenda o valor de seus produtos e serviços, mas sim, que a campanha atinja o maior número de pessoas possível.

Existem campanhas que conseguiram trabalhar com as duas metodologias ao mesmo tempo, entretanto, não é fácil fazer isso.

É importante destacar que as companhias costumam ter mais controle sobre os resultados do Buzz Marketing do que do Marketing Viral.

Isso acontece porque quando o empreendimento levanta determinado debate na esfera social, ele pode continuar fomentando as discussões e se posicionar.

O Marketing Viral, por sua vez, tem como principal característica a simplicidade dos conteúdos, o que faz com que as campanhas de clínicas de cardiologia se difundam rapidamente.

Só que isso dificulta o controle, posto que quando a mensagem começa a correr, a única coisa que a corporação consegue fazer é acompanhar seus impactos, sem poder alterar seus detalhes.

Como criar boas estratégias?

Quando o assunto é Buzz Marketing e Marketing Viral, não existe um jeito único de obter sucesso com elas. Em outras palavras, não existe uma fórmula pronta, mas existem algumas ações que ajudam nesse sentido.

Por exemplo, no caso do Buzz, é necessário trabalhar com temáticas do interesse das pessoas ou que sejam polêmicas, pois isso faz com que o público se interesse rapidamente.

Porém, os assuntos variam tendo como base o modelo de negócio no qual a marca está inserida. Por exemplo, uma empresa especializada em limpeza de vidros pode falar sobre a segurança que esse produto traz para o dia a dia das pessoas.

Para trabalhar com Marketing Viral, a ideia é o inverso, ou seja, é interessante que a companhia produza materiais simples, provocativos, atraentes e os faça serem compartilhados.

Essas características se aplicam à mensagem do conteúdo e ao formato com que ele é produzido, podendo ser:

  • Textos;
  • Vídeos;
  • Áudios;
  • Imagens;
  • Infográficos.

A marca deve convidar o usuário a passar o conteúdo adiante, compartilhando com pessoas de seu convívio.

No entanto, para fazer com que os consumidores queiram levar o material adiante, ele precisa mostrar o valor ou apresentar uma recompensa pessoal, e é aqui que mora o desafio.

No caso do Buzz, isso funciona por meio da abordagem de assuntos que permitem ser defendidos por diferentes pontos de vista. No Marketing Viral, por sua vez, a marca pode usar de humor, despertar o senso de caridade, emoções, dentre outros.

Outra possibilidade é oferecer recompensas para os usuários que compartilham a mensagem, como no caso de brindes e até descontos em suas compras.

Independentemente de qual estratégia as pousadas em campos do jordão queiram aplicar, é necessário ter cautela, procurando mensagens que transmitam os valores que a empresa defende e evitar conteúdos ofensivos, pois isso pode ser fatal.

Se a campanha foi ofensiva para uma parte do público, no mínimo, eles podem ficar indiferentes, mas geralmente não é isso o que acontece.

Muitas empresas erram ao colocar essas ações em prática e acabam sendo condenadas publicamente. Quando isso acontece, é muito difícil gerenciar a crise de imagem, principalmente na internet, onde a informação corre muito rápido.

Por isso, na hora de trabalhar com Buzz Marketing ou Marketing Viral, certifique-se de que a campanha está dentro do que é tolerado pelas pessoas.

Por que investir em Buzz ou Marketing Viral?

Existem várias razões para investir nessas duas práticas. Uma delas são os custos baixos, principalmente quando são comparadas a outras técnicas de marketing digital e tradicional.

Os investimentos são voltados apenas para uma equipe responsável pela criação de conteúdo e patrocínios em plataformas como as redes sociais.

Outra vantagem é o amplo alcance orgânico, tendo em vista que essas estratégias pretendem atingir o público e fazer com que as pessoas interajam e, consequentemente, as práticas atuem sozinhas.

É por essa razão que campanhas bem elaboradas podem chegar a mais pessoas, uma vez que elas mesmas serão os promotores da estratégia.

Uma empresa de limpeza de piscina pode investir nessas ações para gerar autoridade perante os consumidores. Esse resultado é ainda mais promissor por meio do Buzz Marketing.

Ele ajuda a transmitir autoridade quando a companhia investe em determinados assuntos que levantam debates públicos importantes.

Outra vantagem é que a marca se torna mais relevante perante as pessoas. É normal ver empresas que oferecem excelentes produtos e serviços com preços competitivos, mas ainda assim o público não tem conhecimento de sua existência.

As estratégias de Buzz Marketing e Marketing Viral geram brand awareness (reconhecimento da marca), algo fundamental para que as pessoas compreendam o valor que a instituição tem a oferecer.

Como consequência, as empresas prestadoras de serviços de manutenção industrial e muitas outras aumentam suas oportunidades de negócio.

Lembre-se que, por meio dessas práticas, a marca se torna mais conhecida e os consumidores enxergam sua autoridade no mercado em que atua. Naturalmente, mais pessoas vão se interessar em fazer negócios.

Estamos nos referindo a um benefício indireto, mas perfeitamente alcançável e palpável quando as campanhas são elaboradas do jeito certo.

Conclusão

Essas estratégias não surgiram com a internet, mas se adaptaram perfeitamente bem ao ambiente virtual, principalmente às redes sociais.

Uma empresa de paisagismo e jardinagem pode aproveitar todos os benefícios dessas táticas para aumentar as oportunidades de negócios, sem gastar muito, alcançando um público muito maior.

Basta apenas fazer um bom planejamento e ter cautela para chegar ao conhecimento de muitos consumidores. O ideal é contratar profissionais que saibam elaborar essas campanhas, levando em conta as características do negócio e de seu público.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.



Diga-nos o que achou do post: