Benefícios de morar perto da natureza: entenda os efeitos no corpo e na mente

Você não precisa comprar um dos empreendimentos de luxo da Golden Grass para saber que existem muitos benefícios de morar perto da natureza. Basta aproveitar um pouquinho do ar puro do campo ou de um fim de semana na praia para entender que tem muito o que aproveitar e se beneficiar desse tipo de contato com o meio ambiente.

No entanto, é fato: quem aproveita um pouquinho só da vida perto da natureza em um fim de semana de férias não vê a hora de voltar. Muitos começam, inclusive, a considerar a possibilidade de morar permanentemente perto da natureza e aproveitar esses benefícios todos os dias.

Mas e aí, quais são os benefícios de morar perto da natureza? Como ela transforma a sua vida? Confira algumas dessas vantagens abaixo!

5 benefícios de morar perto da natureza

1. O ar puro traz mais saúde

As árvores têm o melhor sistema de purificação do ar que existe: elas são capazes de filtrar a poluição quando ‘inspiram’ o gás carbônico e devolver o oxigênio livre de impurezas de volta ao ar que respiramos. Esse sistema ajuda a tratar doenças respiratórias crônicas como sinusite, rinite e bronquite. Vale lembrar que, segundo o Ministério da Saúde, as doenças respiratórias são a 3ª causa de morte mais comum no Brasil.

O ar da natureza também tem umidade que permite a hidratação da pele e cabelos, fortalece os pulmões, evita o ressecamento das vias respiratórias e traz disposição para a prática de atividades físicas.

2. A vegetação controla a temperatura do ambiente

Além da purificação do ar, as árvores e plantas são responsáveis pela regulação da temperatura do ambiente. Regiões cercadas pela natureza tendem a ser mais refrescantes no verão por causa da copa das árvores e de suas raízes, que impedem o ressecamento do solo.

Vegetação de folhas largas também trazem a sombra bem-vinda quando o sol está forte e cortam o vento frio no inverno. Por isso, é normal sentir-se confortável e mais aconchegante ao redor da natureza.

3. Os animais favorecem o seu cérebro

Quem já morou próximo a árvores desfrutou pelo menos uma vez do prazer de ter pássaros cantando no final da tarde. Estar próximo à natureza é estar cercado por aves de cantos diferentes e diversos animais, que variam dependendo de cada região que escolher morar.

Cada dia é uma oportunidade diferente de se encantar com uma nova espécie, e seu cérebro agradece: receber estímulos novos e positivos evitam transtornos de estresse, depressão e até outros problemas de saúde mental mais sérios, como o Alzheimer.

4. É possível adquirir novos hábitos

Morar próximo à natureza não é somente sobre receber, é também sobre retribuir. Conviver com a vegetação e os animais desperta hábitos mais saudáveis para os seres humanos, como: dormir e acordar junto com o pôr e nascer do sol; ter uma vida mais sustentável, produzindo seus próprios alimentos ou consumindo de quem produz; ser mais consciente, reciclando e diminuindo a produção de lixo; e  ensinando uma nova vida para aqueles que virão depois de você, sobre a conscientização e a importância da preservação do meio ambiente.

Um dos principais hábitos saudáveis que adquirimos é a prática de atividades físicas. Isso é importante, pois a OMS recomenda 300 minutos de exercícios físicos todas as semanas. Pedalar por uma trilha na natureza é muito melhor do que pedalar em um contêiner na cidade, não é mesmo?

Existem muitas possibilidades de exercícios físicos na natureza, como nadar, andar, correr, pular, entre outros. E todos muito mais prazerosos do que fazê-los em academias ou ambientes fechados nas grandes cidades.

5. Desenvolve-se uma percepção de vida mais amigável ao meio ambiente

Um dos benefícios de viver em contato próximo à natureza é que desenvolvemos uma percepção mais aguçada do nosso papel no meio ambiente e da importância de conservá-lo.

Ao aproveitar o ar puro, a mata intocada e as águas limpas, podemos apreciar melhor como esses elementos são raros. Hoje em dia, a poluição é tão grande no planeta que 92% das pessoas moram em lugares que não são recomendados pela OMS.

Estar inserido nesse grupo dos 8% que moram perto de condições mais adequadas é vital para entender como isso é raro e como cada um precisa fazer a sua parte para garantir um mundo melhor, desde a adoção de hábitos de consumo pouco poluentes até a reciclagem e outras ações.

Pronto! Agora que você já viu os benefícios de morar perto da natureza, é hora de colocar esse conhecimento em prática e começar a procurar por uma casa ou apartamento em uma cidade mais próxima da natureza. E você nem precisa, necessariamente, morar em um local pequeno para isso. Existem muitas cidades grandes que têm um nível elevado de contato com o meio ambiente.

E aí, gostou do conteúdo? Quais cidades você tem em mente para morar? Comente abaixo!



Diga-nos o que achou do post: