AS COISAS & O MEU ESPÍRITO- Filósofo Nilo Deyson Monteiro

“Jamais poderemos dominar todos os saberes existentes no mundo, entretanto, o mundo sempre estará sob nosso domínio.”                        ( Nilo Deyson Monteiro )

A priori, as coisas podem ser vaidades, ilusões ou meras imposições do sistema. Não, eu não me apego à nada, pois para liberdade do espírito o pertencimento é zero. Fora da linguagem tudo é silêncio.

As pessoas no mundo devem ser respeitadas como são, pois todas são importantes. O que diferencia um varredor de ruas de um juiz é a captação de conhecimento. Se por um lado um varredor de ruas não possuí muitos conhecimentos acadêmicos, por outro lado ele possuí muita garra e força de vontade para lutar pela própria sobrevivência, enquanto por outra parte, um juiz também, por sua persistência nos estudos, se tornou um juiz, logo o que lhes diferencia é um diploma; no entanto, são de igual modo importantes, pois são seres humanos, logo são iguais. Essa igualdade eu tenho defendido sempre, de modo que eu possa contribuir com aquilo que eu escrevo e deixo registrado para sempre, com o afã de que haja sempre o respeito recíproco entre os diferentes grupos de pessoas, entre as culturas, religiões, idealismo partidário entre outros; principalmente entre os seres humanos.

AS COISAS QUANTO AO MEU ESPÍRITO, serão sempre simples coisas condicionadas e temporais, pois tudo se move e em breve muito do que hoje é, amanhã não será; portanto isso poderia ser até generalizado, porém, creio que serve para grande parte das coisas, principalmente em relação à coisas condicionadas pela estória “Não história “.

Penso que nada está forado lugar. Tudo flui em seu curso histórico normal e sempre de tempo em tempo teremos inevitavelmente mudanças nas diversas estruturas, sejam elas antigas ou novas. Particularmente, não acredito por exemplo, que estamos sozinhos no universo. Pelo contrário, acredito que existam vidas fora do planeta terra, afinal, são infinitas galáxias no espaço. Acredito em Deus, não no modo religioso, mesmo eu fazendo parte de um corpo de uma dada instituição religiosa, acredito em Deus criador de todo Universo, fora da bolha religiosa que a pequena nossa dimensão de consciência, isto é; creio que nossa energia estará sempre conectada ao supremo criador, mesmo as pessoas que são ateus ou que nunca ouviram falar do evangelho, quiçá do Senhor Jesus. Nessa direção, todo poder está nas mãos de um ser supremo Arquiteto do Universo. Se temos por exemplo, milagres nas igrejas, batismo no Espírito Santo, mudanças de vidas, são frutos da fé em Jesus Cristo. Entretanto, exitem diversas religiões onde a fé também dá seus frutos na vida das pessoas por todo planeta terra. Aqui eu quero dizer que, independente da religião, a fé é uma energia que liga a criatura ao “criador ” ou ao “deus ” cutivado.

Como salientei nos altos, não creio que estamos sós no universo. Já em relação às coisas no mundo, como sistemas, forma de funcionamento das coisas, penso ser um parque de diversões, pois não consigo me surpreender com nada, pois sei as intenções. Tudo em mim mudou à muitos anos atrás quando li sobre Osho em suas escritas e também ao ler sobre Sartiaprem e suas escritas. Foi como um choque de realidade, um clarão, nada ficou no lugar.  Foi a chave que me deram e vi quem eram os donos da situação, então, essa chave me livrou da prisão das alegorias da caverna. Hoje eu vejo tudo com imparcialidade e leveza.

Certa vez me perguntou um conhecido lá no complexo do Alemão, se eu poderia lhe indicar uma linha de leitura sobre algo que pudesse mudar a vida dele. Talvez se isso fosse no âmbito religioso eu teria dito que seria a bíblia; entretanto, ele era crente de uma denominação religiosa, então eu sugeri que ele lesse pelo menos 4 livros sobre SatSang. Isso mudou mesmo a vida do rapaz, que após uns 2 anos ao visitar minha comunidade onde eu vivi grande parte da minha vida lá no Complexo do Alemão, esse mesmo rapaz me viu no campo de futebol e falou essa exata frase:  ” Nunca havia lido nada igual, tudo agora faz sentido, até o colorido “.   Aquilo me deixou tão feliz que vi na frase que ele falou o espírito da liberdade, da leveza, e ao olhar para os frutos da vida dele, nossa…. formidável; ele estava trabalhando com o que gostava e já havia reatado o casamento com sua esposa, da qual esteve separado por 8 meses, e isso só foi possível após ter a consciência despertada em SatSang.

Enfim, penso que meu espírito pode entrar e sair de tudo sem com nada me apegar, sem traumas ou preconceitos. Sou livre, independente mesmo, sem rabo preso com nenhum tipo de sistema, ainda sabendo que sou membro de diversas instituições, sou parte de alguma coisa maior do eu, logo sou contribuição e não prisão. NÃO quero ser um meio para as pessoas, quero antes, ser um fim. Acredito e defendo o amor, o respeito, o crescimento pessoal. Sou Filósofo, Poeta , Escritor e principalmente sou humanista. Defendo a idéia de que precisamos aceitar a vida que acontece aqui e agora, sem contudo abandonar a ação transformadora que de verdade muda cenários pela iniciativa das tomadas de decisão dentro da legalidade, ética, planejamento, cronograma e perseverança no sentido de mudar o atual cenário para a vida desejada. Leiam livros, estudem, crie hábitos de bondade, compreensão e não apontamento. Respeite as pessoas como são, pois na terra existem mais de 7 bilhões de seres humanos, cabe portanto ao ser humano respeitar os espíritos, isto é, o modo de ser de cada cultura e pessoa. A vida de verdade, é maravilhosa e pode melhorar, pois são infinitas possibilidades. As guerras, o tráfico, a corrupção, o ódio, a facção e toda sorte de inclinação viciosa à violência só existe enquanto dentro do indivíduo houver inconsciência. Porém, se por meio da educação o indivíduo for despertado para a educação com assistência e qualidade, teremos o fim das vaidades, isto é, o fim da busca, a morte das guerras pela causa da vida, da paz.

” O amor é tudo que há de bom. Ame a vida, seja romântico com ela, faça poesias para ela, dê presença de paz a vida e deixe que ela te proporcione momentos incríveis, únicos e típicos do espírito livre e leve”.

 

Filósofo: Nilo Deyson Monteiro Pessanha

 



FILÓSOFO, ESCRITOR, POETA, COLUNISTA & PALESTRANTE. Fundador da Filosofia da imparcialidade participativa. Autor do livro de Filosofia Todos os Corações do mundo, e do Livro O Teatro da vida e a interpretação das coisas, quem nos garante ser verdade das coisas. Membro de diversas instituições culturais como por exemplo, é imortal acadêmico da Academia de Letras do Brasil seccional Campos dos Goytacazes, é imortal Acadêmico da Academia Pedralva Letras e Artes, ocupante da cadeira n°17 , Fundador do NAISLA, Núcleo Acadêmico Italiano di Scienze, Littere e Arti. Membro de diversas instituições. Nilo Deyson Monteiro participou de diversas antologias, periódicos e muitos de seus trabalhos acadêmicos estão no Google ao pesquisar Filósofo Nilo Deyson.

Diga-nos o que achou do post: