Amor e ódio

Amor e ódio

 

O poder está em teu ser

Nas atitudes tomadas

Nas decisões um tanto equivocadas

Quando não se é uma pessoa de palavra.

 

No poder está a nossa realização

De superação

De ser, quem sabe, transparente

Levando uma vida mais contente.

 

O poder também revela a nossa fraqueza

Amar quem nunca nos amou

Sofrer por quem nunca nos deu valor

Negar a vida até que seja tarde para se viver.

 

O poder pode ser transformador

O poder de qualquer forma revela o nosso valor

E não tem por onde escapar.

 

Munidos de poder

Estão os nossos corações

Vivendo em um dilema constante.

 

Carlos de Campos



Carlos de Campos nasceu em 1980 em Biritiba Mirim, São Paulo. Apaixonado por Poetrix. Em 2017, começou a escrever seus versos nas redes sociais, expressando-se de maneira profunda, em reflexões e observações sobre a condição humana, entre outras; analisando sua organização, atuação e intempéries emocionais, de forma leve, porém, concisa e incisiva. Não se deixando condicionar por padrões, investigando, atentamente, os recônditos mais conflitantes da existência e expressando-o, poeticamente, através do seu minucioso olhar. Autor do Livro Enquanto a solidão me abraça https://caravanagrupoeditorial.com.br/

Diga-nos o que achou do post: