Administração na saúde: Saiba os desafios e estratégias para alavancar os negócios

A realização de uma boa administração na área da saúde é essencial para o pleno funcionamento de qualquer clínica médica ou hospitalar. Isso porque, ela é a responsável por fazer com que o negócio permaneça em crescimento e sendo muito bem sucedido.

No entanto, investir na contratação de profissionais especializados no serviço de gestão de negócios também se faz primordial para a viabilização da prestação de um atendimento médico mais qualificado e eficiente para todos os pacientes.

Por isso, se você deseja compreender como introduzir as estratégias de gestão empresarial, como meio de alavancar um estabelecimento de saúde e melhorar o empreendimento, este artigo auxiliará com definições e técnicas administrativas.

O que é gestão empresarial?

A gestão empresarial é um conjunto de ações estratégicas que permitem a condução de empresas e instituições comerciais, a fim de fazer com que esses negócios sejam capazes de alcançar resultados promissores por meio do controle sobre as suas ações internas.

Esse tipo de conhecimento pode ser obtido através de um curso de empreendedorismo a distância e é imprescindível para a garantia da sobrevivência de qualquer empreendimento. 

Além disso, ele também é importante para oportunizar o crescimento e a expansão das atividades comerciais.

E isso se dá, porque a gestão de negócios abrange uma longa lista de práticas que incluem ações de coordenadoria em diferentes frentes da empresa. Ou seja, o próprio empresário ou gestor responsável fica encarregado pela:

  • Definição de metas;
  • Organização dos processos operacionais;
  • Análises de custos;
  • Organização de estoque;
  • Planejamento estratégico;
  • Administração de questões burocráticas;
  • Contratação e demissões, entre outros.

A qualidade de cada uma dessas ações tem um impacto direto na estabilidade da saúde financeira da instituição – e por isso é um conceito estudado no curso de gestão financeira empresarial –, sendo capaz de definir todo o rumo seguido pela organização.

Por isso, engana-se quem acredita que a administração de negócios se trate de um luxo. 

Esse tipo de ação é uma necessidade básica para o desenvolvimento das empresas de todos os setores e mercados, precisando ser exercido por profissionais altamente capacitados e comprometidos.

Como as técnicas de gestão podem alavancar os negócios de saúde

Ainda que um dos principais objetivos dos profissionais da área da saúde seja ajudar a comunidade através de uma prestação de serviço qualificada, as clínicas médicas seguem sendo um negócio.

Por isso, elas também precisam de uma boa administração para serem bem sucedidas.  

Afinal, o investimento na gestão de saúde e administração hospitalar é fundamental para permitir a organização dos processos operacionais, o controle dos recursos materiais e humanos, a fiscalização do setor financeiro, entre outros aspectos do serviço prestado.

Além disso, um ambiente médico que possui todos os seus setores e funções devidamente monitorados e ordenados, permite a conquista de uma satisfação maior dos pacientes, a atração de um público mais diversificado e a fidelização destas pessoas.  

Assim, a introdução da gestão empresarial nas clínicas, hospitais, ambulatórios ou consultórios médicos pode fazer com que essas instituições tenham melhores resultados e sejam capazes de garantir o pleno desenvolvimento de suas atividades.  

Por esse motivo, investir na contratação de profissionais que possuam especialização em administração hospitalar e experiência em coordenação de unidades de saúde é essencial para investidores e empresários que desejam alavancar os seus negócios.

Estratégias administrativas que trarão sucesso para a sua clínica

Ainda que a administração hospitalar seja bastante parecida com a estrutura gerencial de qualquer outro tipo de negócio, devido à natureza do serviço prestado, ela possui algumas particularidades que interferem diretamente na forma com que essa direção deve ser feita.

Por isso, é muito importante que o gestor responsável tenha a formação – uma pós graduação gestão hospitalar ead, por exemplo – e a experiência necessária para controlar toda a rotina do centro de saúde, coordenando todos os setores.

Quando essa ação é feita adequadamente, é possível efetuar a eliminação de inúmeros erros de atuação, desperdícios e imprecisões que acabam comprometendo a motivação da equipe, a agilidade do atendimento, a precisão das decisões administrativas e a qualidade.

Pensando em todas essas vantagens, listamos algumas das principais estratégias administrativas que podem ser introduzidas na sua clínica, promovendo a redução do custo hospitalar e ajudando a alavancar os seus negócios. Confira!

  1. Automatização dos processos operacionais

Graças ao grande desenvolvimento tecnológico que temos vivido, atualmente, cada vez mais empresas têm sido capazes de adquirir ferramentas digitais e maquinários que permitem a automatização de inúmeras tarefas que compõem a rotina das empresas.

Assim, é possível executar essas atividades com maior precisão e sem a necessidade da intervenção humana, possibilitando com que os funcionários dediquem a sua atenção a ações mais importantes, como o atendimento aos pacientes.

Essa popularização da automatização tem proporcionado uma economia importante no tempo e nos recursos financeiros de todas as instituições comerciais, inclusive, no setor da saúde.

Um exemplo de tecnologia que é capaz de trazer muitos benefícios para a medicina é a adoção do prontuário eletrônico.

Essa ferramenta, que pode ser utilizada na recepção, enfermaria ou pelos próprios médicos, reúne em um ambiente virtual todas as informações dos pacientes.

Desta forma, é possível economizar tempo com o preenchimento, organização e armazenagem de documentos importantes, além de dividir as informações – de forma instantânea – com outros setores do hospital, como o centro cirúrgico ou área de exames.

  1. Investimento em softwares de gestão

Outra forma de modernizar os hospitais e clínicas médicas, facilitando o processo administrativo, é através da adoção de softwares de gestão – como o CRM ou ERP –, que permitem a realização da organização dos recursos materiais de toda a empresa.

Esses programas disponibilizam um controle total do estoque, ajudando no rastreamento de todos os produtos disponíveis, dos valores, da data de compra e do dia em que foi retirado do estoque, número de série dos medicamentos e muitos outros detalhes de precisão.

Como até mesmo os menores consultórios médicos precisam lidar com grandes quantidade de insumos específicos, materiais cirúrgicos, medicamentos etc., o uso deste tipo de dispositivo eletrônico é essencial para garantir que não haverá falta e nem desperdício.

Além disso, como todas as entradas e retiradas são registradas no sistema, os gestores passam a ter uma segurança maior contra o desvio, perda ou roubo de materiais e até de utensílios médicos.

  1. Gestão financeira

Assim como é possível que a gestão financeira seja feita por um setor específico voltado apenas para essa atividade, os administradores hospitalares também são capazes de desempenhar essa função e de incorporá-la às demais rotinas do consultório.

Neste caso, é fundamental que o gestor seja formado em um curso tecnico de gestão financeira ou que tenha algum outro tipo de preparo na área, pois ele será responsável por um conjunto de processos que visa controlar os gastos e as receitas de toda a empresa.

Essa atuação é crucial para o planejamento das ações futuras, para viabilizar o atendimento dos pacientes, para manter a equipe médica e até para garantir a compra de insumos de qualidade.

A administração financeira é uma das principais chaves para o crescimento de uma empresa e, consequentemente, para a melhora da lucratividade da instituição.  

  1. Ações de marketing digital

Ao contrário do que muitos acreditam, o marketing não está relacionado somente com a promoção de um produto ou de uma marca.

Ele também é um conjunto de estratégias que visam fazer a atração de novos clientes, estabelecendo relacionamentos mais fortes e construindo a identidade da empresa.

Assim, o marketing digital auxilia na realização de uma análise do mercado mais aprofundada, identificação das necessidades e preferências dos clientes e no reconhecimento das principais características dos pacientes frequentando a sua clínica.

Isso permite com que os gestores sejam capazes de proporcionar um atendimento mais personalizado, satisfatório e humanizado aos pacientes. Uma característica que é extremamente importante, especialmente no segmento da saúde.

No entanto, para que isso seja possível é preciso investir em uma boa gestão de recursos humanos, que seja capaz de realizar a contratação de funcionários especializados na construção de conteúdos digitais.

  1. Avaliação periódica dos indicadores de desempenho

Um dos maiores desafios do administrador hospitalar é encontrar formas de otimizar o desempenho, tornando os setores mais produtivos e melhorando o rendimento de toda a clínica médica.

E essa tarefa pode ser ainda mais difícil sem a realização da mensuração constante dos resultados e da performance de cada processo. Por isso, utilizar ferramentas que auxiliem no controle e na análise desse tipo de dado é primordial para a tomada de decisões.

Os indicadores de desempenho devem fundamentar o planejamento estratégico e são essenciais para o alcance de resultados financeiros mais positivos.

Assim, esse é um conceito também muito estudado no mba em administração hospitalar e gestão em saúde.

Com a utilização das estratégias corretas, os administradores e empresários do ramo da medicina podem fazer com que as suas clínicas se tornem mais competitivas, eficientes e muito mais rentáveis. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog It Business Fórum, site voltado para a veiculação de conteúdos relevantes sobre negócios, startups e estratégias para pequenas, médias e grandes empresas.



Diga-nos o que achou do post: