A RELIGIÃO É O PASSA TEMPO DOS ESCRAVOS – Nilo Deyson

Há muitos anos, decidi que o modo mais importante que eu poderia gastar minha vida seria investindo no que amo fazer, isto é, em escrever a partir dos conhecimentos que adquiri na literatura, na filosofia. Eu decidi investir em algo que durasse mais do que minha vida. Decidi que, de algum modo, eu tinha de contribuir de alguma forma que sobrevivesse à minha morte.

Uma dessas coisas que ficam para sempre é levar em consideração o que sinto, deixar registrado eternamente. Não suporto religião, respeito todas, inclusive sou Cristão praticante, membro da IURD; entretanto, não gosto do modo fechado em que elas criam dogmas e impedimentos. Vou explicar os motivos claros.

A maioria das pessoas que possuem uma religião, nunca estudaram profundamente a própria religião dela, quiçá a história da religião no mundo. Isso faz dela uma pessoa escrava das limitações intelectuais. Quer saber quem domina sua vida? Descubra portanto, de quem o do quê você não pode ser opor ou questionar. Infelizmente, existem barreiras e impedimentos aos membros das religiões em relação aos estudos externos aos seus modos de crença, isto é, elas não podem ler livros de outras religiões, por se caracterizar “misturar o vinho ” ou ” beba água somente da sua fonte. ”

Eu, durante mais de 20 anos, fui oficial de minha instituição de fé, porém, nunca concordei em me colocar no rebanho da ignorância. Por meu modo diferente de pensar, fui muitas vezes visto como rebelde ou muito-pra-frente. Infelizmente, eles não gostam de quem estiver lendo livros de Filosofia por muitos anos, pelo fato de achar que você corre o risco de se tornar ateu.

Aliás, sou Filósofo exatamente por ter uma imensa inquietação com a mentira religiosa na humanidade.  Quem leu teologia reversa em diversos livros, bem como a própria teologia em obras importantes e com diversos comentadores, ao agregar esses conhecimentos com o conhecimento bíblico e com a própria Filosofia, inevitavelmente haverá o rompimento com a religião.

Estou falando de muitos anos lendo livros de Filosofia, teologia e teologia reversa, sem falar da sociologia, antropologia e da própria história da humanidade em relação aos escravos, por exemplo.

É gritante a farsa.

Quem leu sobre o máximo possível de obras que tratam das religiões no Oriente, na Noruega, na África, devem saber o significado da diversidade cultural da religião. Os nórdicos, os mormos, os illuminatis, os satanistas, os judeus, os evangélicos, o islamismo, o espiritismo, o kardecismo, o budismo, o hinduísmo entre outros, se você não tiver um pouco que for, por pior que seja, ter a priori, noção básica sobre essas religiões ou crenças, se você não conhece a história da Igreja católica, do protestantismo, sobre Lutero, calendário gregoriano, arqueologia da história bíblica, sobre a bíblia dos judeus, sobre como nasceu os muçulmanos, sobre o dízimo, sobre a teoria da prosperidade das igrejas neopentecostais, enfim, você é miseravelmente escravo e vai morrer escravo da limitação da religião na cabeça fechada.

O meu protesto é contra a falta de liberdade de expressão nas igrejas. Eu, Nilo Deyson não aceito o autoritarismo da religião que matou em toda história, milhões de vidas, entre crianças e mulheres, homens de bem ou não, a religião destruiu o mundo desde o início. Claro, não seria justo eu generalizar, não sou inconsciente, pois sei e reconheço o lindo trabalho realizado por diversas instituições religiosas no mundo, inclusive a minha, que é a Igreja Universal do Reino de Deus, da qual fui obreiro e quase pastor nela. O fato é que, sendo nós, seres humanos limitados, pecadores, precisamos guardar a fé e o coração, combater o bom combate, porém, precisamos buscar o conhecimento com a finalidade de ajudar outras pessoas. Jesus ensinou o amor ao próximo, como é importante ter comunhão com Deus através da oração, da caridade e da vida totalmente vivida para o bem em Cristo e em sua lei.

Portanto, terminar esse artigo agora, é de grande valor para mim, que estará o mesmo registrado para sempre aqui, no Portal Globalizado, para meditação dos leitores. Fica uma última tentativa de alerta:  Só acredite se você conhecer toda história da sua religião e se, os sinais bíblicos “promessas de Deus” estiverem te alcançando, isto é, se tua fé tem trazido resultados positivos e transformadores em sua vida. Que o ESPÍRITO SANTO abençoe sua vida, sua mente e te dê sabedoria para ler livros de forma imparcial, desapegada de paixões e vícios religiosos, afim de melhorar sua vida na terra.

” Somos um pequeno ponto de poeira na passagem do vento, você não vê, mas logo logo você não fará mas parte deste mundo. Se apague ao ESPÍRITO SANTO em oração, viva em paz o restinho de vida que te sobrou daqui…”

NILO DEYSON MONTEIRO (FILÓSOFO)



FILÓSOFO, ESCRITOR, POETA, COLUNISTA & PALESTRANTE. Fundador da Filosofia da imparcialidade participativa. Autor do livro de Filosofia Todos os Corações do mundo, e do Livro O Teatro da vida e a interpretação das coisas, quem nos garante ser verdade das coisas. Membro de diversas instituições culturais como por exemplo, é imortal acadêmico da Academia de Letras do Brasil seccional Campos dos Goytacazes, é imortal Acadêmico da Academia Pedralva Letras e Artes, ocupante da cadeira n°17 , Fundador do NAISLA, Núcleo Acadêmico Italiano di Scienze, Littere e Arti. Membro de diversas instituições. Nilo Deyson Monteiro participou de diversas antologias, periódicos e muitos de seus trabalhos acadêmicos estão no Google ao pesquisar Filósofo Nilo Deyson.

Diga-nos o que achou do post: