milhas aéreas

6 maiores dúvidas sobre viajar com milhas aéreas

As milhas aéreas ajudam a economizar no valor final da passagem, mesmo se o viajante comprar outros produtos e serviços, sendo uma bonificação interessante para quem gosta de viajar constantemente.

O cenário vem se normalizando aos poucos, e com isso, muitas pessoas estão planejando suas viagens de férias. Também houve muito estímulo por parte das companhias aéreas que estão oferecendo descontos para os clientes.

Os pacotes turísticos, por sua vez, tiveram um reajuste de quase 17%, de acordo com os dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Por conta da alta dos preços, muitas pessoas enxergaram a solução nas milhas.

Elas se tornaram uma maneira de viabilizar uma viagem tão esperada, mas antes de fechar negócio com uma agência ou pesquisar o preço das passagens, é interessante conhecer um pouco mais sobre esse assunto.

Para entender um pouco mais sobre como tudo isso funciona, não deixe de ler este artigo até o final e planejar a viagem perfeita.

Você vai entender o que são milhas, como acumulá-las e quais são as principais dúvidas sobre viajar utilizando esse recurso. Confira.

Entenda o que são milhas

As milhas são uma retribuição oferecida pelas companhias aéreas aos seus clientes. Quando você se cadastra neste programa, começa a ser bonificado cada vez que voa com a empresa.

É um incentivo para que você utilize sempre a mesma companhia aérea, todas as vezes que for viajar. Vários fatores implicam uma quantidade de milhas que o cliente acumula, como:

  • Distância percorrida;
  • Classe da cabine;
  • Valor da tarifa;
  • Cartão utilizado.

Até mesmo, compras feitas no varejo de diferentes tipos de produtos, como piso laminado tipo click, podem ajudar acumular esses pontos que serão trocados por descontos ou até mesmo pelo valor integral do bilhete.

O cliente tem a chance de acumular bonificações que serão trocadas por passagens aéreas e outros produtos e serviços. Sua adesão é gratuita e basta entrar no site da companhia para realizar o cadastro.

Para validá-lo, não é necessário fazer uma compra. Só que também é importante entender que existem diferenças entre pontos e milhas, embora a proposta de ambos seja bem semelhante.

Os pontos nada mais são do que bonificações que se acumulam toda vez que o consumidor utiliza o cartão de crédito. Eles podem ser trocados por produtos e serviços diversos, dependendo do programa oferecido pelo banco.

A transferência de pontos só pode ser feita de bancos para as companhias aéreas, portanto, não é possível transferir pontos entre as empresas aéreas ou entre os bancos.

Em outras palavras, quem está pensando em investir em um programa de milhas, deve se concentrar exclusivamente em um deles ao invés de diluir a pontuação em várias companhias aéreas ao mesmo tempo.

Como escolher um bom programa de milhas

Assim como um empreendedor escolhe cuidadosamente as cadeiras para lanchonete madeira, é necessário escolher cuidadosamente um bom programa de milhas, pois cada um possui suas peculiaridades.

Primeiro, analise as regras de funcionamento e entenda qual é o mais adequado para as necessidades que você possui no momento.

As diferenças podem ser muitas, como a quantidade de milhas exigidas para trocar por passagem, validade dos pontos, benefícios oferecidos, entre outros.

Também é fundamental considerar a rotina de viagens, pois quem tem o hábito de viajar, deve analisar os trechos que vai realizar com mais frequência, as companhias que fazem esses trechos, objetivos de voos internacionais e assim por diante.

Ter todas essas informações bem definidas é a melhor forma de escolher o melhor programa para você e sua família.

Dicas para acumular milhas

As formas mais conhecidas para acumular milhas é comprando ou pagando por meio do cartão de crédito, além, claro, da compra de passagens aéreas. Você precisa saber que sua pontuação não vai acontecer automaticamente, assim que a compra for realizada.

É necessário solicitar no momento do check-in e caso se esqueça de solicitar no balcão, é possível solicitar para a companhia posteriormente. Mas para solicitar as milhas, é necessário acumulá-las, e algumas dicas são:

Comprar em sites parceiros

Sua companhia aérea pode ter parceria com um fabricante de etiqueta kraft personalizada, assim como com muitas outras empresas, visto que todo o programa de fidelidade possui parcerias.

Quando o cliente compra alguma coisa com os parceiros, adquire pontos, tanto por conta do uso do cartão de crédito quanto pelo bônus oferecido no ato da compra.

Clubes de milhas

Esses programas também possuem os clubes de milhas, ou seja, mediante o pagamento de uma mensalidade, o membro consegue acumular uma quantidade de milhas fixas todos os meses.

Os valores das assinaturas variam e é possível encontrar aquele que combina melhor com suas possibilidades e interesses. Os consumidores gostam de ter mais facilidade na hora de comprar qualquer coisa, como conexões fofo.

Com as passagens aéreas não é diferente, e mais do que ganhar milhas adicionais, os membros dos clubes têm acesso a outras facilidades, como valores diferenciados na transferência dos pontos, descontos no resgate de passagens, entre outros.

Você também pode ter acesso a salas vip nos aeroportos, embarque preferencial, dentre outros benefícios oferecidos pelas companhias.

Dúvidas sobre esse tipo de viagem

Os viajantes que utilizam ou querem utilizar suas milhas aéreas podem ter muitas dúvidas em relação a esse benefício. Dentre as mais comuns estão:

1.    Vender as milhas

Muitas pessoas se perguntam se podem vender suas milhas, e a resposta é sim, é totalmente possível vendê-las. Embora essa prática não seja muito bem-vista pelas companhias aéreas, não é ilegal ou fora das regras.

Aliás, nos últimos anos, vender milhas se tornou uma forma de ter uma renda extra e aproveitar melhor os pontos que você não vai utilizar para viajar.

2.    Quem pode usar as milhas

Assim como você pode comprar um transmissor de pressão absoluta para outra pessoa usar, também pode emprestar suas milhas para terceiros.

Quando for comprar as passagens, é necessário preencher os dados do passageiro, inserindo o nome e os documentos de quem vai viajar, atentando-se para não repetir os dados do computador.

3.    Como usar os pontos

Outra dúvida muito comum está relacionada ao modo como o viajante pode utilizar os pontos para viajar.

A primeira coisa que deve ser feita é se inscrever em um programa de fidelidade ou no programa de milhas da companhia aérea.

Não é necessário se inscrever em todos os programas existentes, mas é interessante fazer uma pesquisa para escolher aquele que mais combina com suas necessidades.

Procure manter o foco na companhia aérea que você costuma usar para viajar, pois as viagens também ajudam a acumular pontos.

Conseguir descontos em diversos produtos e serviços, como primeiro emplacamento pcd, é sempre muito importante, da mesma forma, as pessoas querem comprar suas passagens aéreas por um valor mais acessível.

Assim sendo, procure se inscrever no programa de fidelidade que traz os melhores benefícios ou que está atrelado à companhia aérea que possui os preços e voos relacionados ao destino que você quer conhecer.

4.    Usar as milhas de outras formas

Uma das maiores vantagens de acumular milhas é a possibilidade de trocar os pontos por passagens, e é justamente isso que atrai muitas pessoas.

No entanto, é perfeitamente possível trocar os pontos acumulados por produtos e serviços, dependendo do programa de fidelidade que o viajante utiliza.

5.    Transformar pontos em milhas aéreas

O mercado oferece diferentes produtos e serviços para os consumidores, como no caso de uma empresa especializada em lavagem de tapetes grandes. Da mesma forma, existem algumas facilidades na hora de usar as milhas acumuladas.

O viajante deve entrar em contato com a emissora do cartão de crédito e solicitar que os pontos sejam transferidos para seu programa de fidelidade. Ele pode ser conveniado ao banco que apresenta as melhores vantagens ou de sua preferência.

Também é necessário ter um cadastro prévio no programa de fidelidade escolhido e identificar a emissora do cartão.

Lembre-se de que os pontos não vão automaticamente para o programa de fidelidade, visto que é necessário pedir a transferência quando quiser fazer isso.

6.    Ganhar milhas

Por fim, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como podem fazer para ganhar milhas, e uma das formas de fazer isso é comprando produtos e serviços, como escorredor de pratos industrial inox, usando o seu cartão de crédito.

O viajante acumula um número x de pontos que posteriormente serão transformados em milhas. Mas não é apenas por meio do cartão que o usuário acumula milhas aéreas, embora essa seja a maneira mais fácil de fazer isso.

Também é possível comprar em lojas parceiras e em locais que permitem o acúmulo de pontes, que futuramente serão usados com essa finalidade.

Considerações finais

Agora que você já sabe tudo sobre as milhas aéreas, vai ficar muito mais fácil acumulá-las e aproveitar melhor os descontos para suas próximas viagens.

Se tiver alguma dúvida, deve sempre consultar a companhia aérea e a emissora de seu cartão de crédito e obter todos os benefícios.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.



Diga-nos o que achou do post: