5 dicas para criar um e-commerce

Você está em busca de dicas para criar um e-commerce para se destacar na internet e fazer mais vendas? 

 

O desenvolvimento de e-commerce se torna cada vez mais popular, já que os consumidores estão fazendo mais compras online. 

 

Um site de comércio eletrônico é semelhante às lojas de shopping onde a primeira impressão é muito importante. Uma vitrine atraente faz com que os clientes entrem na loja e produtos bem organizados os incentivam a comprar. 

 

Lojas online confusas de se utilizar e desorganizadas fazem com que os visitantes saiam do site o que, consequentemente, faz com que percam vendas. 

 

Vale dizer que um e-commerce é diferente dos outros tipos de sites. Ele precisa ter recursos adicionais, como configuração SSL, opções de pagamento, velocidade rápida de página, boas fotografias e assim por diante. 

 

Portanto, você precisa de uma plataforma que ofereça suporte a esses recursos. Caso contrário, seu site poderá ficar mais lento e até sair do ar. 

 

Pensando em todas essas questões, separamos algumas dicas para criar um e-commerce que te ajudará a vender mais na internet. 

 

Continue a leitura e confira! 

 

O que considerar no momento de criar um e-commerce

O processo de desenvolvimento de um site de comércio eletrônico envolve a construção da estrutura, web design, programação, publicação e gerenciamento de banco de dados.

 

Se o seu site atual não está mais funcionando, não parece profissional ou visualmente atraente, é hora de um novo desenvolvimento do site.

 

Independentemente de você estar pensando em construir ou redesenhar seu site de comércio eletrônico, aqui estão 5 elementos a serem considerados que o ajudarão a desenvolvê-lo com sucesso.

 

1. Tenha a plataforma certa e um tema funcional

Uma plataforma é a base do seu negócio. Ao considerar o desenvolvimento de um site de comércio eletrônico, escolha uma plataforma reconhecida no mercado, como Magento, Shopify ou outras que possam lidar com o volume de acessos que você prevê para o futuro. 

 

Depois de escolher uma plataforma, a próxima escolha é o seu tema. Você precisa de um que:

 

  • É visualmente atraente;
  • Personalizável para sua marca;
  • Carrega rapidamente;
  • Responsivo;
  • Funciona em todos os navegadores.

 

É aqui que seus clientes interagem com seu site. Logo, ele deve ter uma boa aparência e um bom desempenho.

 

2. SEO e desempenho do site

O PageRank ainda é crítico para o tráfego. Use o SEO adequado para loja virtual para que suas páginas recebam uma classificação mais elevada e os clientes possam encontrar você.

 

Vale a pena o esforço porque a CTR cai em mais da metade da primeira para a segunda posição nos resultados da pesquisa.

 

O desempenho do site e a velocidade de carregamento da página também fazem uma grande diferença na sua experiência do usuário e na classificação do Google. 

 

Compradores impacientes abandonam sites lentos rapidamente. Uma estatística diz que 40% dos compradores saem se a página leva mais de 3 segundos para carregar.

 

A partir de julho de 2018, a velocidade de carregamento da página para dispositivos móveis tornou-se parte do algoritmo do Google para classificar as páginas.

 

O resultado final é que as páginas de carregamento mais rápido significam uma melhor experiência do usuário, e isso é bom para todos.

 

3. Alcance clientes móveis com design de site responsivo

Parece um acéfalo ter todas as páginas da web otimizadas para celular, mas ainda existem milhares de comerciantes ainda vinculados a temas e sites antigos que só são exibidos corretamente em um desktop.

 

Os usuários móveis precisam ser capazes de pesquisar, navegar e comprar diretamente de seus telefones e outros dispositivos sem complicações.

 

4. A segurança é fundamental para a confiança e a segurança dos dados

A confiança entre o cliente e o comerciante leva tempo para ser construída e é crítica para as vendas. 

 

Uma melhoria imediata que gera confiança é ter todas as páginas criptografadas usando o protocolo HTTPS, não apenas as páginas de informações de pagamento. Os clientes esperam que você mantenha seus dados pessoais seguros.

 

Para maior segurança, não armazene dados vitais, como informações de cartão de crédito, no site da sua empresa. Se o seu sistema for hackeado, você se tornará o responsável.

5. Incorpore imagens e vídeos de qualidade em sua página de produto

Goste ou não, poucos segundos é quase todo o tempo que os consumidores lhe darão. Portanto, você deve ir direto ao ponto, chamar a atenção deles e mantê-los na página até que possa explicar com mais detalhes.

 

As fotos são a solução perfeita para chamar a atenção e o vídeo a mantém. A chave do sucesso é ter um ou ambos localizados acima da dobra em cada página.

 

O vídeo pode contar uma história completa que as fotos não podem. Experimente e adicione tantos vídeos de produtos quanto possível. 

 

Conclusão

Agora que você conferiu as nossas dicas para um criar um e-commerce, está na hora de colocá-las em prática. 

 

É importante deixar claro que criar um sistema de compras sem atrito é o objetivo de qualquer comerciante. 

 

Sempre teste seus sistemas passando pelo processo de compra como um cliente faria. Procure maneiras de reduzir gargalos e como melhorar a experiência geral do usuário.



Diga-nos o que achou do post: