3 curiosidades: Entenda a importância dos dentes serotino

Dente do siso, dente do juízo, dentes serotino, esses são os diversos nomes que os dentes terceiros molares levam.

Seus diversos nomes, vem da sua popularidade, uma vez que esses dentes são considerados ‘especiais’, por serem os últimos a se formar na boca humana, levanto tanto tempo, que podem nascer entre os 15 á 25 anos de uma pessoa. 

Além disso, quando finalmente consegue nascer, esses dentes podem causar muita dor, e por isso, são logo arrancados, assim que surgem, muitas vezes, são extraídos bem antes de sua erupção. 

Vale destacar que muitas pessoas chegam a fazer convênio odontológico empresarial, apenas com a intenção de arrancar o dente do siso. 

Confira abaixo as curiosidades sobre esse dente famoso, e entenda a importância que ele tem na arcada dentária de um ser humano.

Para que serve o dente do siso?

Para explicar de forma correta a função desse tipo de dente, é necessário saber que este nada mais é do que um dente molar. Mas especificamente o último molar, que se posiciona nos lados de cada maxilar.

Além disso, é importante saber que este dente é uma espécie de herança dos homens primitivos.

Isso porque, na idade da pedra, os homens necessitavam de mais dentes por não existirem instrumentos de corte como facas. Além disso, os alimentos não eram tão maleáveis e eram ingeridos crus.

Portanto, o dente tinha a função, muitas vezes, de ‘destroçar’ o alimento primitivo. 

Entretanto, com o passar dos séculos e a chegada da modernidade, nosso corpo foi se modificando e a necessidade de usar os dentes de forma primitiva acabou. 

Assim, a necessidade do dente do siso se tornou variável. Dessa forma, muitas pessoas acabam tirando, até mesmo antes de nascer, pensando em aspectos como:

  • Se a boca terá espaço;
  • Dor e incômodo que a erupção deste dente pode causar;
  • Aparência e recursos estéticos, os sisos podem entortar outros dentes;
  • Problemas de saúde que podem ser ocasionados pelo siso.

Vale ressaltar que para avaliar todas essas questões, é necessário consultar um profissional, o que pode ser feito através de um plano odonto empresa. Dessa forma, um dentista poderá te instruir sobre como proceder em relação ao dente do siso.

O que nunca te contaram sobre o dente do juízo

Confira a seguir, algumas curiosidades sobre um dos dentes mais famosos que todos possuem na boca. 

1. Bocas sem siso

O que nem todos sabem é que algumas pessoas nunca chegam a ter o siso. 

Algumas pessoas simplesmente nascem sem o dente. Isso é uma característica relacionada a fatores físico e genético.

Vale pontuar, que há casos onde os dentes até existem, porém, estão dentro de uma estrutura óssea e não na cavidade oral. Portanto, essa característica faz com que eles não apareçam, e dessa forma, nunca nasçam. 

Entretanto, o consenso entre os especialistas é de que essa falta do siso pode estar relacionado com a evolução das espécies e a ‘falta de necessidade’ do último molar. 

Em suma, tendo ou não o siso, é importante sempre procurar um dentista e checar a sua saúde bucal. Para isso, é possível um plano dentario empresarial e fazer um check-up.

2. Quantidade de raízes

O convencional é que os dentes do siso tenham de duas a três raízes, mas esse número pode ser maior.

Além disso, com o passar do tempo, essas raízes ficam cada vez mais firmes e fortes, questão que dificulta as extrações. 

Por isso, as extrações que acontecem entre a adolescência e o início da vida adulta costumam ser mais fáceis, pois, quanto mais tempo passa, mais dolorosa pode ficar esta experiência.

Vale indicar beneficios plano odontologico empresas para extrações de siso, que podem oferecer melhores condições na hora de tirar este dente. 

3. Nome personalizado

Que os dentes do siso são os últimos a nascer todo mundo já sabe. Entretanto, o que poucos sabem é que a sua fama de dente do juízo vem de seu próprio nome. 

Isso porque, a palavra siso vem do latim que significa idade do juízo. Esse nome foi dado ao dente devido a sua peculiaridade de nascer apenas na idade adulta, mais precisamente entre os 15 e 25 anos. 

Dessa forma, o nascimento tardio acaba implicando na possível falta de espaço na boca, o que o torna dispensável. Por esse e outros motivos, várias pessoas acabam optando por extraí-lo.

Como saber se é preciso arrancar o siso?

Essa pergunta só pode ser respondida por seu dentista. O profissional, terá como avaliar a situação da arcada dentária, bem como as condições de nascimento do siso. 

Dessa forma, após solicitar exames, o profissional de seu plano odonto empresarial, ou até mesmo, seu dentista familiar poderá dar um diagnóstico e indicar os melhores tratamentos.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.



Diga-nos o que achou do post: