Quando trocar as pastilhas de freio?

Elas são fundamentais para o sistema de freio. Evoluíram muito com o tempo, afinal, hoje o travamento é muito mais consistente, confiável e seguro do que há tempos atrás. As pastilhas de freio, porém, têm um tempo de vida útil determinado. Cada carro traz as suas especificações, mas é fundamental observar sempre as condições das peças, que atualmente são achadas até mesmo nas rodas traseiras.

O CEO da Dinamicar Pneus, Danilo Vasconcelos, fala sobre alguns pontos que podem ser observados e que indicam que é hora da troca das pastilhas: “muitos esperam o barulho de ferro com ferro, mas a verdade é que é possível observar o desgaste de outras formas. O pedal do freio, por exemplo, começa a ir cada vez mais fundo”, completa o especialista. Também são sintomas de que as pastilhas precisam ser revistas: sentir o freio puxando mais para um lado, ou precisar de maior distância para a total parada do carro.

Como reduzir o desgaste das pastilhas de freio?

Se você deseja reduzir o desgaste procure usar os freios de maneira coerente. Existem muitos motoristas que têm o hábito de usar o freio a cada redução de velocidade. O freio motor é importante aliado nesse caso, já que uma breve tirada de pé do acelerador, em muitos casos, resolve o problema. Outra medida importante é evitar o superaquecimento dos freios. Isso significa evitar freadas bruscas. Ou seja, evite andar em velocidades acima da média. Evite também, por exemplo, descer ladeiras usando o freio em demasia.

Essas pequenas medidas vão ajudar você a reduzir o desgaste, fazendo com que o sistema de freio dure o tempo quase exato que o fabricante determina. É muito importante usar essa linha de raciocínio em todas as peças do carro, principalmente aquelas que são diretamente controladas pelo estilo de direção de cada motorista.

0