Modelos Ucranianos são libertados por Polícia Militar

Modelos Ucranianos são libertados por Polícia Militar

droga_Ucranianos

Os modelos eram agredidos e obrigados a engolir drogas.

A Polícia Militar descobriu um cativeiro, na tarde da sexta-feira (2), e libertou dois modelos ucranianos que eram feitos reféns. A dupla havia sido enganada com uma falsa oferta de trabalho e seriam “usados” para transportar drogas.

Por meio da Embaixada da Ucrânia no Brasil, policiais da Força Tática do 28° Batalhão Metropolitano (BPM/M) souberam que dois estrangeiros estavam sendo mantidos em cárcere privado. Além de agredidos, os dois eram obrigados a ingerir invólucros com drogas.

O objetivo era que a dupla servisse como “mulas” do tráfico internacional. Com a droga dentro dos corpos, os dois seriam levados a outro país. Dessa forma, as autoridades teriam dificuldade em detectar os entorpecentes e, se fossem flagrados, estariam longe dos verdadeiros criminosos.

Segundo a denúncia, os dois modelos trabalhavam em Hong Kong quando receberam uma oferta de emprego no Brasil. Ao chegar em São Paulo, foram até o ponto de encontro – a estação Artur Alvim do Metrô -, onde foram recepcionados por uma sul-africana.

De acordo com a comandante da companhia de Força Tática, tenente Isadora  Katerenhuk, a mulher levou a dupla até um flat, na Rua Alexandre Davidenko, Cidade Tiradentes. Lá ambos foram agredidos e obrigados a engolir os pacotes com entorpecentes.

Com a chegada da PM, a mulher foi presa e levada à Delegacia da Polícia Federal em São Paulo. Os modelos foram encaminhados ao Hospital Santa Marcelina e passam por exames.

 

Fonte: SSP

0

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comments