Licitação de obras da Rodovia Bunjiro Nakao reúne 13 empresas interessadas no certame

Duplicação_Bunjiro

  • Obras beneficiarão mais de 358.420 mil habitantes em três cidades;
  • Serão executadas melhorias em 13,9 quilômetros, com investimento orçado em R$ 145 milhões

Foi realizada na quinta-feira (5) de outubro, sessão Pública de recebimento e abertura dos envelopes contendo as propostas de preço e documentação das empresas interessadas na execução das obras de duplicação da Rodovia Bunjiro Nakao, entre Vargem Grande Paulista, Cotia e Ibiúna. Ao todo, 13 empresas compareceram à sede do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão ligado à Secretaria de Logística e Transportes, em São Paulo.

A partir de agora, em nova etapa da licitação, todas as propostas de preço e documentação recebidas passarão por análise técnica do DER. O resultado final, com a homologação e adjudicação das empresas vencedoras, será convalidado pelo Banco Mundial, pelo Bird (Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento) e pelo Banco Santander S/A, com garantia da Miga (Agência Multilateral de Garantia de Investimentos) e publicado no Diário Oficial do Estado. O prazo de execução é de 18 meses.

Com a expressiva participação no certame, que corre na modalidade internacional (LPI), o desconto médio obtido foi de 36,4% em relação ao valor estimado no edital. A menor proposta apresentada foi de R$ 92,15 milhões, gerando uma expectativa de economia da ordem de R$ 52,9 milhões.

 

Rodovia Bunjiro Nakao (SP-250)
  Trecho (Km) Extensão (Km) Investimento orçado (milhões) Menor valor oferecido na licitação Desconto (%)
Lote Único 48,7 ao km 62,6 13,9 R$ 145,09 R$ 92,15 36,4

 

Obras na SP-250 – A Rodovia Bunjiro Nakao será duplicada em 13,9 quilômetros de extensão, do km 48,7 ao km 62,6. O projeto executivo também prevê a implantação de cinco passarelas, no km 49,6, km 53,3, km 57,2, km 59,7 e km 61,6, tornando mais segura à travessia de pedestres já que a rodovia que possui entorno urbanizado. Melhorias no sistema de drenagem, construção de dispositivos de acesso e implantação de nova sinalização também serão executados, garantindo boas condições de trafegabilidade aos mais de 13.694 motoristas que utilizam a rodovia diariamente.

A região tem expressiva participação na produção agropecuária, sendo que a cidade de Ibiúna ocupou o 9º lugar no ranking dos dez maiores PIBs – Produto Interno Bruto agropecuário do Estado de São Paulo. Além disso, a região mantém atividade econômica voltada ao comércio e serviço, reunindo 358.420 mil habitantes entre Cotia, Vargem Grande Paulista e Ibiúna.

Assessoria de Imprensa – DER


0 
                    
                                        
                

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comments